Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Descubra quais são os melhores modelos de câmeras para gravar vídeos

Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Com tantas opções no mercado, não é tarefa fácil escolher as melhores câmeras para gravar vídeos, não é mesmo?

Vários fatores nos deixam inseguros na hora de avaliar qual câmera comprar. Preço, funcionalidades, qualidade das lentes, qualidade da filmagem, se iremos ou não precisar de acessórios extras. Especialmente para quem não é um expert sobre esses equipamento, abrir o Google e se deparar com centenas de milhares de modelos e marcas diferentes só nos deixa ainda mais confusos!

Por isso, vamos ajudar você a conhecer e decidir quais as melhores câmeras para gravar vídeos para as suas necessidades.

Veja só o que você aprenderá neste artigo:

Tipos de câmeras para gravar vídeo

Por conta dos diversos tipos e modelos de câmeras disponíveis no mercado, foi necessária a criação de uma classificação para estes aparelhos. Esta classificação passou a dividir as câmeras para gravar vídeos em categorias:

  • Compactas,
  • Profissionais e
  • Semiprofissionais.

Conhecer, mesmo que não profundamente, sobre esta classificação, é fundamental. Isto porque, sem este conhecimento, escolher e adquirir uma câmera correta, que se encaixe nas suas necessidades, poderá não ser das tarefas mais simples.

A tendência natural, especialmente para quem não conhece muito sobre os equipamentos, ou mesmo não se informou antes do momento da compra, é a de comprar as câmeras classificadas como profissionais. E esses modelos costumam ser muito mais caros que os demais..

No entanto, nem sempre câmeras profissionais e caras são necessárias. Às vezes, uma câmera compacta ou semiprofissional, por exemplos, com um custo menor, é capaz de atender as suas necessidades. Por isso, é sempre bom saber o que você está comprando.

E quando se trata da gravação de vídeos, lembre-se que a câmera é apenas um dos elementos que importam, para a qualidade do vídeo. Sendo tão importantes quanto, aspectos como a iluminação da filmagem, sonorização e mesmo quem está por trás da câmera.

A seguir, listaremos os principais detalhes e características de cada um desses modelos:

1. Câmeras compactas

As câmeras para gravar vídeos compactas são os modelos mais básicos disponíveis no mercado. Geralmente mais leves e com dimensões reduzidas, estes modelos possuem manuseio mais fácil e intuitivo.

Contam com, por exemplo, configuração automática de foco e luz. Por isso, estes modelos também são conhecidos como “point-n-shoot”, algo como “aponte e clique”.

Existem ainda as “supercompactas”, que são ainda menores, como as câmeras da GoPro. E as “compactas avançadas”, que possuem características e funções muito próximas às das câmeras profissionais. Como captura de vídeo em Full HD e em ambientes com pouca iluminação.

Vantagens

  • São modelos de câmeras menores e que podem ser transportados para qualquer lugar, sem a necessidade de uma mala ou mochila dedicada a câmera.
  • O uso é intuitivo e não é preciso muito conhecimento técnico para se tirarem boas fotos.
  • Os preços das câmeras compactas são mais acessíveis, com bons modelos a partir de R$ 300.

Desvantagens

  • Não é possível trocar as lentes das câmeras compactas, o que reduz a possibilidade de abertura do diafragma. Esse aspecto acaba prejudicando a entrada de luz e qualidade da imagem.
  • Em ambientes com iluminação deficiente, o desempenho das câmeras compactas não é tão bom.
  • Quanto mais funções, mais cara será uma câmera compacta.
  • Apesar do uso ser intuitivo para pessoas mais inexperientes, as configurações mais avançadas costumam demandar muito tempo para serem realizadas.

2. Câmeras semiprofissionais

As câmeras para gravar vídeos semiprofissionais possuem características e dimensões que as deixam com aquele “ar de profissional”.

Existem dois modelos mais comuns no mercado, de câmeras semiprofissionais: a Superzoom e a Mirrorless.

O modelo Superzoom possibilita ao usuário tirar fotos com um zoom poderoso. Além de ajustes manuais de velocidade, sensibilidade (ISO) e abertura, algo que as câmeras compactas não possuem.

No entanto, o fato de as lentes serem fixas acaba limitando este modelo quando o comparamos com as profissionais.

Já o modelo Mirrorless se caracterizam pela ausência dos espelhos que transmitem as imagens captadas ao viewfinder, tradicional nas câmeras profissionais. No lugar do viewfinder, há a presença de um visor LCD, que acaba por atender à maioria dos usuários e ainda permite a captura de imagens com alta qualidade.

Apesar de mais caras e mais robustas do que as câmeras compactas, as câmeras semiprofissionais permitem a captura de imagens e vídeos que se aproximem muito da qualidade profissional.

Além de serem equipamentos que chamem a atenção e dão, a quem o utiliza, uma imagem bastante profissional.

Vantagens

  • O modelo Superzoom se caracteriza por oferecer um zoom potente.
  • As câmeras semiprofissionais possuem opções de configurações variadas, que as aproximam das câmeras profissionais.
  • O modelo Mirrorless permite a troca de lentes.
  • Os preços das câmeras semiprofissionais são bem mais acessíveis do que as câmeras .profissionais ou mesmo de algumas câmeras compactas mais avançadas.

Desvantagens

  • O modelo Superzoom não permite a troca de lentes.
  • O consumo de bateria dos modelos semiprofissionais é costumeiramente alto, dado o LCD do visor da Mirrorless e ao Viewfinder ótico, da Superzoom.
  • O tamanho destas câmeras pode ser um problema. Dado que limitam o transporte destes equipamentos e uso em alguns lugares, como aqueles nos quais há muita aglomeração de pessoas.

3. Câmeras profissionais

As câmeras para gravar vídeos profissionais são indicadas para quem está querendo ter o total controle das configurações e da qualidade das fotos e dos vídeos que captura.

Uma característica marcante das câmeras profissionais são as lentes intercambiáveis. Essa característica permite a adaptação manual da qualidade de captação com a mudança da lente acoplada no equipamento.

No entanto, isso pode ser considerado uma desvantagem em alguns casos. Já que comprar a câmera profissional às vezes não é suficiente. É necessário adquirir um conjunto de lentes, de forma avulsa, o que pode elevar muito o valor a ser investido.

Além disso, quanto mais acessórios, mais difícil se torna o transporte do equipamento. Sendo que ele já é robusto, por si só.

Por isso, as câmeras profissionais não são geralmente um acessório para “turistas”, mas sim por profissionais que precisam de total controle em suas fotos ou vídeos..

Vantagens

  • Viewfinder ótico, que permite que ver o que a lente da câmera está enxergando, ao mesmo tempo que poupa a bateria, ao desligar o monitor.
  • As lentes das câmeras profissionais são intercambiáveis.
  • O usuário pode configurar a câmera facilmente, com botões e controles distribuídos pelo equipamento.

Desvantagens

  • São câmeras maiores e mais pesadas, que demandam bolsas e/ou mochilas dedicadas. Por isso, acabam por reduzir a capacidade de deslocamento com o equipamento em mãos.
  • Os preços da própria câmera, das lentes e demais acessórios geralmente são altos e podem ser um fator impeditivo para muita gente.
  • As câmeras profissionais não são de uso intuitivo, para usuários iniciantes.
  • A manutenção destes equipamentos pode ser um problema, dado o custo elevado e rede de assistência técnica limitada.

4. Câmeras de celulares

Alguns aparelhos de celular mais modernos possuem câmeras com qualidade verdadeiramente impressionante para gravar vídeos. Em alguns casos, podem ser uma excelente opção caso sua marca não tenha muitos recursos.

Apesar de não alcançarem a mesma qualidade de imagem que as câmeras profissionais e semiprofissionais, e mesmo de algumas compactas mais avançadas, as câmeras de smartphones permitem a captura de imagens em tamanho menores e com uma boa qualidade.

No entanto, quando se tratam de imagens maiores, ou nas quais os detalhes em cena são fundamentais, ou mesmo a iluminação é deficitária, as câmeras de celulares podem não ser a opção que irá entregar o melhor resultado.

Vantagens

  • Já existem aparelhos capazes de filmar em FullHD ou em 4K com ótima qualidade.
  • São mais baratos que grande parte das câmeras.
  • Por serem um equipamento comum, são mais intuitivos de serem utilizados.

Desvantagens

  • Apesar dos avanços tecnológicos, as câmeras de celular ainda não conseguem superar muitos modelos compactos.
  • Não permitem ajustes manuais ou a troca de lentes, limitando o uso desse tipo de equipamento.

Melhores câmeras de vídeo: quais modelos escolher

Agora que você já entendeu as maiores diferenças entre os 4 tipos de câmeras para gravar vídeos e as vantagens e desvantagens de cada um deles, vamos avançar.

Abaixo, separamos os melhores modelos no mercado que valem a pena investir, dentro de cada categoria. Confira:

a) Câmeras compactas

Se você ainda não chegou ao patamar dos profissionais do mundo da filmagem, talvez uma das câmeras para gravar vídeos ideal para você seja uma compacta.

Elas não chegam a ter a qualidade de uma profissional, mas ainda sim valem muito a pena. São mais acessíveis e não exigem que o fotógrafo tenha tanto domínio sobre os equipamentos para conseguir boas imagens.

Ou seja, para quem está apenas começando, ela pode ser sim uma boa pedida.

Mas é importante se lembrar que as imagens não terão tanta qualidade quanto as produzidas em uma câmera profissional. E que, muito provavelmente, se suas gravações forem feitas durante a noite, o rendimento caíra bastante.

Vamos aos melhores modelos?

1. Sony Cyber-Shot

Quer imagem HD, mas a verba não combina com uma câmera profissional? Não precisa se descabelar.

Com a Cyber-Shot, você filma em HD, tem um zoom incrívelde 10x e ainda pode se sentir moderno transferindo arquivos via Wi-Fi.

câmeras para gravas vídeos

Média de preço: R$ 999,00

2. Nikon Coolpix P900

É zoom que você quer, @? Com essa câmera você vai ter!

Além de produzir vídeos em Full HD, essa compacta conta com zoom de até 83x. Sim, você não leu errado! Além disso, ela tem tela articulável e conecta com Wi-Fi.

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 2.489,00

3. Canon PowerShot SX520 HS

Produza vídeos em Full HD com essa câmera semiprofissional. Além da marca ser referência no mercado, esse equipamento é recomendado pela resolução de 16MP, zoom de até 42x e pela qualidade de fotos.

Se você procura qualidade de vídeo e um preço mais acessível, aposte nela!

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 899,99

b) Câmeras semiprofissionais e superzoom

As câmeras para gravar vídeos semiprofissionais apresentam recursos avançados de ajustes de imagem. Como regulagem de ISO, velocidade do obturador e abertura do diafragma. Essa característica permite ao usuário maior controle da qualidade da imagem, não importa o ambiente.

Além disso, os modelos superzoom ainda permitem aproximar a imagem entre 20 a 36 vezez, mantendo a alta resolução da imagem captada.

Estes modelos, apesar não permitirem a captura de imagens com a mesma qualidade das câmeras profissionais, são um excelente modelo intermediário para quem deseja imagens limpas e com ar mais profissional.

Separamos, abaixo, dois exemplos de modelos de câmeras Superzoom:

1. Canon EOS Rebel T6i

Quando se trata de câmeras fotográficas, a Canon é uma das maiores referências do mercado. E a câmera de entrada EOS Rebel T6i permite ao usuário capturar imagens com muita qualidade, sem a necessidade de ajustes ou comandos muito difíceis.

A câmera possui sensor CMOS (APS-C) de 24.2 Megapixels de resolução, o que proporciona fotos e vídeos bem detalhados, limpos e com aspecto natural.

Você pode ainda fazer vídeos Full HD sem se preocupar, já que a câmera possui um avançado sistema de autofoco, rápido e preciso para vídeos em movimento.

câmera para gravar vídeos t6i

Média de preço: R$ 2.599,00

2. Sony Alpha α7S II

O modelo Sony Alpha α7S II foi promovido pela empresa japonesa como a “menor câmera digital com lentes intercambiáveis do mundo”.

O equipamento pesa 489g e consegue reproduzir filmes em 4K (sendo necessário um gravador UHD externo). Ela também consegue gravar vídeos em Full HD e tirar fotos com resolução de até 12,2 megapixels.

câmera para gravar vídeo sony alfa

Média de preço: R$ 14.599,99.

3. Câmera Canon EOS 80D

Se você quer uma câmera para gravar vídeos em HD, que conta com um foco incrível, tela articulável, resistente a poeira e que tenha ainda conexão Wi-Fi, essa é a escolhida.

A EOS 80D é uma escolha bem bacana e é perfeita para produzir vídeos comerciais, tutoriais, vlogs ou o que sua imaginação mandar!

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 3.999,99.

4. Nikon D7200

Se você já tem experiência no mercado e quer uma câmera para gravar vídeos, conte com a D7200. Ela tem Wi-Fi integrado, 51 pontos de foco e sensor CMOS de 24.2MP.

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 3.480,00.

c) Câmeras profissionais

Como era de se esperar, as câmeras profissionais permitem total controle sobre a imagem e o melhor desempenho. Especialmente em ambientes mal iluminados, onde detalhes são muito importantes.

Digamos que você queria filmar ou fotografar uma paisagem com um objeto distante. Nesse caso, uma câmera profissional é a melhor opção, já que permite a troca de lentes e ajustes finos nas configurações de captura.

São equipamentos mais robustos e, geralmente, caros. Por causa disso, são mais indicados para quem precisa de imagens impecáveis e possui conhecimentos técnicos em fotografia e filmagem.

Separamos abaixo dois dos melhores modelos profissionais.

1. Nikon D810

A câmera Nikon D810 apresenta alguns recursos importantes para fotografia e filmagem. Além de dois microfones, um frontal e um traseiro, ainda é possível usar um microfone externo, gravando o áudio em dois canais.

O foco, como é o costume nas câmeras da Nikon, é bem rápido. Isso permite ao usuário filmar ou fotografar situações de muito movimento, sem desfocar as imagens. A câmera filma em até 1080p a 60fps e suporta até 2 cartões de memória.

A D810 permite ainda a utilização do ISO automático durante as gravações. Por causa disso, é uma ótima câmera para captar imagens noturnas. No entanto, ela não realiza a gravação de vídeos em 4K.

câmeras para gravar vídeo nikon

Média de preço: R$ 12.800,00.

2. Sony α99

A câmera Sony α99 é um dos principais modelos profissionais da marca japonesa. Ela possui sensores CMOS de 24,3 MP.

A tecnologia Translucent Mirror está incorporada na câmera e permite a definição de foco automático mais rápida. Além disso, as opções de configuração manual permitem o total controle do usuário sobre a qualidade da foto.

A câmera ainda é compatível com todas as lentes de montagem tipo A da Sony, além de lentes da Minolta e Konica.

câmeras para gravar vídeo sony

Média de preço: R$ 12.500.

d) Câmeras mirrorless e filmadoras

As Mirroless são modelos de câmeras para gravar vídeos semiprofissionais. Mas optamos por falar delas separadamente por dois bons motivos:

  • É nosso modelo de câmera preferido aqui na VidMonsters;
  • É o modelo queridinho dos youtubers.
  • E essa preferência não é ao acaso.

Mirrorless, em tradução, significa “sem espelho”. Estas câmeras não possuem espelhos, que transmitem as imagens captadas pela lente até o viewfinder. Com isso, essas câmeras ficam mais leves do que as profissionais, permitindo excelente qualidade e mobilidade a um preço mais acessível.

Mas também existem as câmeras filmadoras. E sim, elas ainda existem e são muito usadas ainda. Isso porque a qualidade dos vídeos feitos com elas pode ser similar ou maior à das produzidas com as DSLR.

Além disso, como são programadas para filmar, os microfones são melhores e as configurações podem ser mais atraentes e precisas.

Confira os modelos de mirrorless e filmadoras mais indicados:

1. Sony A9

A câmera da Sony A9 é um dos modelos Mirrorless mais recomendados e procurados. Ela apresenta uma boa velocidade de captura, com foco automático rápido e preciso.

Ela também é boa para a captura de fotos e vídeos em ambientes mal iluminados ou para objetos que estejam em movimento.

câmeras para gravar vídeos sony a9

Média de preço: R$ 25.000,00.

2. GoPro Hero 6 Black

Parece um pouco inusitado considerar a GoPro como uma opção de filmadora. Mas esse equipamento pode ser sim uma boa pedida quando o assunto são câmeras para gravar vídeos.

Isso porque o modelo registra vídeos em 4K com 60 fps ou Full HD em 240 fps. Isso significa mais qualidade para os seus vídeos. Além disso, ela é fácil de transportar, prática de armazenar e conta com conexão Wi-Fi. Ela ainda é a prova d’água e tem GPS e captação de áudio estéreo.

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 2.023,00

3. Sony Handycam HDR-CX405

Começamos com a GoPro, que pode ser um investimento significativo para quem está começando. Por isso, agora é a vez de trazer uma opção mais acessível, mas que ainda garante um bom resultado.

Com a Handycam você captura vídeos em Full HD com zoom de 30x sem fazer um rombo no orçamento!

câmeras para gravas vídeos

Média de preço: R$ 999,00

4. Sony 4K Ultra

Se você quer a melhor imagem, é preciso pagar mais. Esse poderia ser o lema da Sony 4K. Mas, ainda assim, essa filmadora profissional vale cada centavo.

Com ela, você terá imagens incríveis e captação de áudio melhor ainda. Com certeza é um bom investimento se você já conhece esse tipo de equipamento e leva o mundo da fotografia e filmagem a sério!

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 5.895,00

e) Câmeras de smartphones

Claro que eles não poderiam ficar de fora dessa lista de câmeras para gravar vídeos. Afinal, os smartphones são ótimas ferramentas para gravar vídeos. E, para melhorar ainda mais essa história, são muito mais acessíveis!

O mercado atual oferece inúmeros modelos que podem facilitar bastante a sua vida.

E, além de contar com resoluções cada vez melhores nos equipamentos, você ainda pode optar por instalar aplicativos que podem melhorar o foco, o grid, o ISO, a velocidade do obturador e abertura do diafragma, etc. Incrível, não é?

Se esta for uma opção para você, não deixe de ler nosso conteúdo completo sobre aplicativos para gravar vídeos com o celular. Eles são indispensáveis para dar um ar profissional ao seu conteúdo além de ajudar, e muito, na hora da edição.

Confira os melhores smartphones para substituir as câmeras para gravar vídeos e começar a trabalhar já:

1. Samsung J7 Prime

Com flashs em ambas as câmeras, resolução de 13MP na traseira e 8MP na frontal, abertura de câmera de F/1.9 e uma grande variedade de configurações, o J7 Prime é o celular perfeito para gravar seus vídeos com qualidade!

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 929,90

2. LG G6

O mundo é dos smartphones e as marcas já perceberam. Por isso, não é de se espantar que empresas como a LG e a Motorola estejam investindo na qualidade de imagem, a ponto de competir com a Samsung e a Apple.

O G6 é um exemplo disso. Além do sistema duplo de câmeras para gravar vídeos e tirar fotos, esse aparelho pode filmar vídeos em 4K. O que, hoje em dia, é um diferencial e tanto!

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 1.799,90

3. iPhone 8

Falar de câmeras para gravar vídeos e deixar de lado o iPhone é impossível, não é? A marca é referência pela qualidade de imagem e o 8 se destaca pela câmera traseira de 12MP e pela dianteira, de 7MP.

Hoje, já temos no mercado os modelos X e XR mas o iPhone 8 ainda é uma boa escolha para quem quer usar o smartphone para produzir bons conteúdos audiovisuais.

Além da qualidade da imagem, o aparelho oferece possibilidades intermináveis nas configurações e tem aquele toque especial que só a Apple tem.

câmeras para gravar vídeos

Média de preço: R$ 2.820,00

4 dicas para tirar o máximo de câmera de vídeo

Não adianta ter a melhor câmera do mundo, com recursos de última geração, se você não souber explorar o máximo dela. Afinal, a qualidade de um vídeo não depende apenas do equipamento.

Existem alguns aspectos na hora de operar as câmeras para gravar vídeos que muitas pessoas esquecem. Mas que ajudam a criar conteúdos que engajam o público.

1. Use um tripé

Você já deve ter assistido a algum vídeo com a imagem tremida e sem definição. Não é uma das melhores experiências do mundo, não é? Por isso, é importante garantir que o vídeo tenha uma imagem estável e sem tremidas.

Embora muitas câmeras de filmagem mais modernas já contem com um sistema de estabilização de imagem (óptica ou digital), apenas isso não é suficiente. O ideal é posicionar a câmera em um tripé de boa qualidade.

Assim, você garante uma imagem mais limpa, estável e agradável para o seu público, oferecendo uma experiência mais imersiva e engajante.

2. Preste atenção no enquadramento

Outro item que impacta diretamente no resultado final do seu vídeo é a maneira como os objetos e itens estão dispostos na imagem. A isso damos o nome de enquadramento.

É muito importante planejar bem o enquadramento na hora de filmar para que os elementos mais importantes estejam em destaque no vídeo.

Ao gravar um vídeo de demonstração de produtos, por exemplo, procure deixar o produto e o ator no centro da tela, a uma distância agradável das bordas da tela. Desse jeito, você consegue exibir o máximo de detalhes, sem cortar nenhuma parte dos elementos.

Para deixar esse processo mais fácil, é possível usar as chamadas grades ou “grids”. Esse recurso está disponível em praticamente todas as câmeras e exibe uma espécie de régua na tela.

São quatro linhas, duas verticais e duas horizontais, que separam a imagem em nove quadrantes. Essa ferramenta ajuda a dar uma noção melhor do espaço e a usá-lo da melhor maneira.

3. Conheça (e domine) os controles da câmera

Para produzir conteúdos incríveis e com qualidade quase profissional, é essencial conhecer e dominar os controles e ajustas da câmera.

Não importa se ela é uma DSLR ou uma filmadora compacta. Conhecer todas as funções e como elas podem melhorar a qualidade da imagem ajuda a captar imagens limpas e estáveis em praticamente qualquer condição de luz.

A seguir, listamos os principais ajustes das câmeras de gravação que você precisa conhecer:

a) ISO

O primeiro ajuste de imagem é o ISO, que serve para indicar a sensibilidade do sensor da câmera à luz. Ou seja, quanto mais iluminado for o ambiente onde o vídeo está sendo gravado, menor deve ser a sensibilidade da câmera e, consequentemente, o valor do ISO. E vice-versa.

Para locais com boa iluminação, seja natural ou de estúdio, o ideal é usar valores de ISO mais baixos, entre 100 e 800. Para descobrir o valor mais adequado para o seu conteúdo, teste diferentes valores.

Já para ambientes mais escuros ou em gravações noturnas, talvez seja necessário elevar o ISO para valores acima de 3200. Com isso, o sensor do equipamento ficará mais sensível à luz do local, captando uma imagem menos escura.

Mas tenha em mente que, quanto maior o ISO, menor a qualidade da imagem, que apresentará menos definição, aberrações cromáticas e mais ruído. Como você pode ver abaixo:

câmeras para gravar vídeo - escala de iso

b) Abertura do diafragma

A abertura do diafragma, assim o como o ajuste de ISO, permite controlar a entrada de luz no sensor da câmera. Essa configuração determina o diâmetro de abertura das lentes das câmeras.

De modo geral, quanto maior a abertura do diafragma, mais luz entra na câmera, gerando imagens mais claras. Por outro lado, um diafragma mais fechado deixa menos luz entrar, resultando em imagens mais escuras.

Outra característica interessante dessa configuração é que um diafragma mais aberto, algo entre 2.8 e 5.6, é responsável pelo efeito de fundo desfocado.

câmeras para gravar vídeos - abertura do diafragma
O ajuste correto da abertura do diafragma também permite criar o famoso efeito de fundo desfocado.

E novamente, para saber qual o valor de abertura ideal para o seu vídeo, realize testes até conseguir o aspecto desejado. E não deixe de consultar o manual do equipamento (e o Google) para saber como realizar o ajuste sem cometer erros.

c) Foco

Outro item fundamental para garantir a qualidade do seus vídeos é o foco. Basta uma única ceda com o foco errado para prejudicar todo o conteúdo.

Alguns modelos de câmeras permitem que ajustar o foco manualmente, enquanto outros equipamentos o fazem de maneira automática.

Independente disso, garanta que os elementos principais do vídeo, sejam eles produtos ou pessoas, estejam bem focalizados e nítidos na imagem.

d) Configurações do smartphone

Se você decidiu gravar utilizando uma câmera de celular, não se desespere por não poder ajustar a imagem como em uma câmera dedicada.

Já existem diversos aplicativos para smartphones que trazem configurações e ajustes de imagem similares aos de câmeras profissionais. Com essas ferramentas, é possível modificar o ISO, a abertura, exposição e, em alguns casos, até o foco.

aplicativo para gravar vídeo

4. Cuide da iluminação

Por fim, a iluminação para filmagem é outro aspecto que pode ajudar o seu conteúdo a ter uma aparência mais profissional e agradável. Afinal, a luz é um elemento essencial na hora de gravar.

Por isso, procure ambientes bem iluminados e, se for gravar em locações internas, tenha à disposição equipamentos de iluminação, como um softbox ou um rebatedor de luz. Caso o orçamento não seja muito grande, ainda é possível fazer a sua própria luminária China Ball.

Conclusão

O que não faltam são variedades quando o assunto são câmeras para gravar vídeos, não é?

Por isso, vale analisar as suas necessidades e fazer uma lista com os benefícios que cada uma pode trazer. Depois disso, veja qual se encaixa melhor com o seu perfil, proposta e orçamento.

Ah, e lembre-se também que é super válido apostar em uma câmera mais acessível no início. O importante é ter criatividade e estar disposto a aprender mais sobre como fazer o melhor uso dos seus recursos.

Mas não pare por aqui! Agora que você já sabe qual é a câmera ideal para você, dê um passo adiante na sua produção de vídeos. Clique aqui e aprenda a montar um home studio gastando muito pouco!