Loading Posts...

Chegou a hora de aprender como fazer vídeo profissional usando o celular!

Começar a gravar é o dilema de muita gente. O primeiro vídeo, então, pode ser constrangedor. Isso acontece por vários motivos: por achar que é preciso se preocupar apenas com o conteúdo deixando de lado os aparelhos tecnológicos.

Ou até por pensar que só com aparelhos modernos e caros é que se fazer um bom vídeo. Hoje nós vamos desmistificar tudo isso. Assim, você vai aprender de vez a como fazer vídeo profissional e, o melhor, utilizando o seu celular.

No Guia de hoje você encontrará tudo o que precisa saber sobre o seu celular para entender como fazer vídeo profissional.

Isso tudo para que você aproveite cada detalhe das funcionalidades dele. E, assim, também compreenda como pode ampliá-las, sem ter, necessariamente, que trocar de celular para isso. Gostou? Então, vamos logo descobrir como fazer vídeo profissional usando o celular.

Como fazer vídeo profissional com o celular?

Antes de mais nada, é preciso pensar em como fazer vídeo profissional com o celular. Há 3 dicas básicas que todo mundo precisa seguir inicialmente e, claro, levar para a vida!

  1. Grave com o celular sempre na horizontal
  2. Apoie o celular em algo para gravar
  3. Utilize a câmera traseira

Deixe o celular na horizontal

Então, vamos começar pela posição do celular. Ele precisa ser colocado sempre na horizontal. Isso porque aumenta o aproveitamento da tela.

Já observou aquele vídeo que fica com algumas barras pretas na lateral? Exatamente. Os vídeos gravados na vertical ficam dessa forma dependendo do local onde é inserido.

Mas não se engane. Dependendo do formato que colocar no vídeo e se usar câmeras que gravam em dimensões diferentes, pode ser que a mesma barra preta surja.

Mas, claro, tudo depende do que deseja fazer com este vídeo. Se o seu foco for fazer vídeos para o Stories do Instagram ou SnapChat, o melhor é gravar na vertical mesmo. Mas aqui estamos falando dos vídeos que são gravados para serem postados em outras plataformas, como YouTube e Facebook.

Apoio para o celular

A segunda dica é procurar um apoio para o celular. Nada de gravar e movimentar como bem deseja.

A gravação é realizada de forma contínua mas a partir da junção de vários “cliques” da imagem. Como se fossem gravadas imagem por imagem. Quando você se movimenta demais essa imagem começa a se embaralhar. Já ouviu falar naquela ideia dos “frames por segundo”? 

Já tentou fazer uma foto panorâmica pelo celular e viu os detalhes de alguns desníveis que deu? Na gravação pelo celular acontece a mesma coisa. Só que, diferente da foto, a imagem do vídeo fica com muitos movimentos que tiram a qualidade da imagem também.

Como fazer vídeo sem tremer?

Agora você deve estar com uma pergunta em mente: mas uma foto panorâmica não tem como “cortar” as bordas para ficar mais certinha? Sim!

é possível fazer o mesmo no vídeo? Sim!

Tem como fazer isso de duas formas, ou usando aplicativos ou durante a edição. Na edição, tem uma opção de “estabilizar o vídeo”. Mas pode ser que não fique “o melhor dos mundos”. Por isso, a melhor opção é fazer logo de cara no aplicativo.

Então, o que esse aplicativo faz no vídeo? Ele vai cortar as “bordas” do vídeo, na parte de cima e embaixo e forçar uma estabilização.

Fica perfeito? Não, mas já dá para salvar o material. Apesar disso, é preciso ter em mente que você perderá uma parte da imagem do vídeo, o que não é tão bom assim. Por isso, opte por manter a câmera sempre o mais estável possível.

Se você reparar, na hora de gravar nas câmeras como a T5i da Canon, na hora de colocar no modo gravação, a câmera já vai cortar boa parte do vídeo. Justamente para tentar “estabilizar” caso tenha alguma tremida. Algumas até deixam você “salvar” essa parte cortada. Mas, normalmente, não é possível retornar com essa parte.

Usar a câmera traseira

A última dica é fazer vídeos apenas com a câmera traseira do celular. Não sei se vocês observam isso na hora de comprar um celular, mas eu sempre olho a qualidade tanto da frontal quanto da traseira. Algo que reparei muito na última vez que troquei de celular, foi justamente o fato da câmera frontal, apesar da era da selfie, ser jogada para escanteio.

 

Como escolher o celular ideal para gravar vídeos?

Resolvi separar uma dica de site para vocês acessarem e pesquisarem sobre as potencialidades do aparelho que for comprar. Ele se chama Tudo Celular.

Vou dar como exemplo dois celulares para mostrar como vocês podem analisar o conteúdo. E vou indicar alguns pontos importantes que você deve observar na hora de comprar um celular.

Se quiser comparar a qualidade da sua câmera frontal com a traseira, vale acessar o site Tudo Celular e procurar o nome do celular para entender melhor.

Vamos comparar dois celulares e a qualidade da câmera deles. Primeiro pegamos o Samsung Galaxy A7 2017 e o Moto G5 Plus.

Como gravar um vídeo profissional usando seu celular: O Guia Completo

Comparação entre os celulares da Samsung Galaxy A7 2017 e o Moto G5 Plus

Megapixel é realmente importante?

Para começar, é essencial não se preocupar tanto com a quantidade de megapixels da câmera frontal. Mas vamos reparar agora na diferença entre os dois para vocês verem. Vá direto para a aba onde está escrito: Câmera. Primeiro vamos observar o Megapixel e a Câmera frontal.

No Samsung Galaxy A7, por exemplo, a câmera frontal tem exatamente a mesma quantidade de Mp da traseira, 16 Megapixels (Mp). Já no Motorola Moto G5 Plus, ela cai para 5 Mp na frontal. Então, o jeito mesmo seria gravar com a traseira no caso do Motorola. Mas esse Mp tem a ver com a qualidade da imagem ou não?

Os megapixels não são tão importantes assim na hora de decidir a melhor câmera. É preciso observar outros fatores também. Um deles é a abertura da lente, zoom, a própria lente também e a resolução em que ela grava.

É preciso entender que essa quantidade de Mp tem a ver com o tamanho da imagem que a câmera vai produzir e até do quanto de espaço essa imagem ou vídeo ocupará na memória.

Atualmente existem as resoluções HD, Full HD e 4K. O celular da Samsung traz uma resolução em Full HD nas duas câmeras (traseira e frontal) enquanto o 4K do Motorola é apenas na traseira e Full HD na frontal. Se formos comparar, a 4K é bem melhor que a Full HD, é como se fosse um patamar acima. (Para entender melhor sobre as resoluções de tela existente acesse aqui

Qual a melhor abertura do diafragma da câmera do celular?

Outro ponto importante para se observar é a abertura da lente da câmera. Vocês podem encontrar isso na parte escrita: aperture size. Primeiro é preciso entender que quanto maior for a abertura mais a luz será absorvida. Se pensarmos que vai do f/1 até o f/16, o f/1 seria o com maior abertura e o f/16 com a menor abertura.

Assim, se formos comparar o das duas câmeras analisadas, o f/1.9 do Samsung e o de f/1.7 do Motorola, poderemos notar que o do Motorola é mais aberto que o do Samsung. Com isso, consegue absorver mais luz e a imagem fica mais clara que a do Samsung. Então, favorece as  imagens realizadas em ambientes mais escuros

A abertura do diafragma também tem a ver com a profundidade de campo na imagem. Quando mais aberto, mais luz entrando e, consequentemente, menor será a profundidade de campo. Com isso, o que estiver perto ficará focalizado e o longe desfocado.

Qual a diferença entre Zoom óptico e Zoom digital?

Quer dar zoom na imagem? Está em dúvida se será um Zoom óptico ou digital? Será que você sabe qual a diferença entre eles? Então, precisamos diferenciar os dois.

O Zoom digital é aquele em que a imagem é aumentada no próprio celular. Com isso, ela diminui de tamanho e perde a qualidade da imagem.

Já o Zoom Óptico acontece na própria lente do smartphone, que pode aumentar a proximidade do objeto sem perder a qualidade ou diminuir o tamanho. Portanto, uma câmera com Zoom óptico é bem melhor que uma câmera de celular que possui apenas o digital.

Como melhorar o enquadramento?

O enquadramento é algo importante quando estamos pensando em um vídeo. Você pode colocar uma grelha para aparecer sobre a tela do seu celular. Mas porque isso é importante e quais são os melhores enquadramentos e planos para usar durante o vídeo?

foto-grade-como gravar um vídeo profissional

Importância do enquadramento

O enquadramento nada mais é do que algo que fará com que certos pontos da sua imagem ganhem mais destaque.

Você já reparou que o seu olhar consegue “caminhar” pela imagem? Esse enquadramento pode ser capaz de controlar o olhar e saber exatamente qual parte da tela chamará mais atenção.

O enquadramento é analisado através da presença de 4 linhas, duas horizontais e duas verticais na tela. Podemos chamá-las de grelha.

Assim, sempre que essas linhas se encontrarem, esses quatro pontos puxam o nosso olhar para eles. Portanto para que funcione bem precisamos saber nos localizar na hora de gravar para que essas linhas facilitem e melhorem o enquadramento do vídeo.

Como usar a grelha

Na hora de gravar com a grelha você pode ficar em cima de uma das linhas verticais, tanto a da direita quanto a da esquerda. Com esse enquadramento você consegue chamar a atenção também para o local em que está inserido.

Além disso, pode utilizar este outro lado, oposto ao que você está, para colocar alguma imagem ou alguma palavra de destaque.

Outro modo de se enquadrar utilizando a grelha é ficar exatamente entre as duas retas verticais. Assim você se posiciona no meio da cena e deixa o vídeo ainda mais equilibrado.

Agora você deve estar se perguntando qual a função das retas na horizontal, não é mesmo? Elas são justamente para te ajudar a alinhar corretamente a câmera. E, claro, para fazer as interseções com as verticais e mostrar os pontos de destaque naquela cena.

Qual tipo de plano é o melhor para gravar vídeo?

Não existe o melhor plano para gravar vídeos e sim planos interessantes dependendo da proposta que você deseja com o seu vídeo.

Existem diversos tipos de planos que podem ser colocados em um vídeo. Hoje falaremos do plano americano, plano médio e primeiro plano.

Vale ressaltar que é sempre importante deixar um espaço entre a sua cabeça e o “teto” do vídeo. Assim, dá um respiro e o enquadramento fica bem melhor.

Além disso, é importante também não cortar o vídeo nas articulações do corpo, como no joelho, no cotovelo, por exemplo. Sempre um pouco acima ou um pouco abaixo.

Plano americano

O plano americano é o mais famoso de todos e começa um pouco acima do joelho. As pessoas se lembram desse plano a partir daquelas cenas de filmes de faroeste americanos.

Isso porque na hora de gravar a cena em que ocorreria o duelo, eles precisavam de um plano que fosse capaz de mostrar sacando as armas e ainda a expressão facial dos atores. Esse plano é interessante quando o que está ao redor, na cena, também for importante.

Plano médio

O plano médio é o que começa um pouco acima do umbigo.

Ele é um plano em que o movimento das suas mãos ainda aparecem bastante. Então dá para você gesticular e ainda mostra um pouco dos detalhes do espaço em que você está presente.

Primeiro plano

O primeiro plano é o que aproxima mais do rosto, mas ainda deixa aparecer os ombros.

Ele é capaz de deixar os detalhes da cena de lado, por isso é ótimo para diminuir distrações. Além disso, proporciona mais intimidade entre o espectador e quem está aparecendo no vídeo. É o mais usado em vídeos do YouTube, por exemplo.

Plano detalhe

Existe também o plano detalhe.

Se você fará um vídeo em que precisa mostrar um ponto ou objeto específico, este plano fará toda  a diferença para você. Utilizamos esse plano para mostrar como colocar o fone de ouvido na roupa para usar como lapela.

como gravar vídeos como usar fone de ouvido como microfone lapela

Quando é a hora de começar a gravar?

Antes de apertar para começar a gravar é preciso pensar no que vai falar e se está realmente preparado. Já estudou sobre o tema, fez um roteiro e até preparou a sua voz? Tudo isso faz diferença durante a gravação.

Estude sobre o tema

Gravar um vídeo não é simplesmente apertar REC e falar o que vier em sua cabeça. É preciso pesquisar sobre o tema para que não fale nenhuma besteira.

E, claro, para que realmente entenda sobre o assunto que falará. Por isso, estude o máximo que puder sobre o tema.

Entre em sites e até veja outros vídeos. Assim, você consegue ver se não falará a mesma coisa e será apenas mais um no meio de tantos outros iguais. Tente sempre fazer diferente. Diferente e melhor. Mesmo que fale sobre um mesmo tema, traga informações inéditas para o seu público ou explique de uma maneira mais clara. Ou até faça uma busca para ver o que está em falta no conteúdo e encontre um nicho ainda mais específico.

Pesquisar o assunto com mais dúvidas

Busque um tema que é pouco comentado apesar da busca contínua.

Para isso, vale utilizar o Adwords ou o Trends, ambos do Google. Neles você conseguirá buscar palavras-chave curtas e de cauda longa capazes de informar o número de buscas mensais que elas possuem. No trends dá para ver até a sazonalidade delas, isto é, em que época do ano possuem uma maior busca.

Isso facilitará muito na hora de colocar as palavras-chave certas no título e dentro do conteúdo. Isso te ajudará e muito se for postar no YouTube ou se for postar o vídeo em um blog, por exemplo.

Prepare um roteiro

Enquanto você estuda sobre o tema é essencial que faça anotações. Entenda quais são os pontos mais importantes para se tratar no vídeo. Veja quais as dúvidas precisam ser tiradas e depois faça um roteiro. Neste roteiro você precisa colocar o que vai falar, cada frase completa, ou apenas tópicos para que não se esqueça nada importante.

Se você ainda está com receio de começar e não sabe se vai se dar bem diante das câmeras, recomendo que faça um texto do que vai falar antes e leia até que consiga lembrar de tudo perfeitamente.

Se ficar mais fácil, pode separar parágrafo por parágrafo. Se em alguns deles precisar colocar alguma outra imagem explicando, como por exemplo falar para comer uma maçã e você aparecer comendo uma, escreva também.

Assim ficará mais fácil na hora de gravar e não se esquecerá de nada do que precisa. Ah! E vale lembrar que o roteiro é feito para ser lido, então nada de colocar palavras rebuscadas, frases muito longas e de virar um poeminha, em?

Aqueça a sua voz

Sabia que fazer um aquecimento vocal antes de gravar faz toda a diferença na voz? Ao fazer um aquecimento você começa a movimentar e aquecer as suas cordas vocais. Assim, o movimento seus seus lábios ficam mais precisos e você articula melhor cada uma das palavras na fala. Isso é bom tanto para você que vai errar as falas menos vezes e para o público que poderá acompanhar perfeitamente pelo movimento dos seus lábios. O que facilita o entendimento.

4 exercícios para você fazer antes de gravar

  1. Movimentar a boca para cima e para baixo, abrir e fechar várias vezes
  2. Repetir as vogais em voz alta e movimentando de forma exagerada a boca em cada uma delas
  3. Repetir os meses do ano de forma exagerada e abrindo bem a boca
  4. Fale pausadamente também: No-vem-bro. Dá para fazer com os dias da semana também: Se-gun-da

Essas dicas são as mais básicas, por isso separei outras duas no vídeo do Aio para que você consiga se organizar. E até entender melhor como fazer todo esse processo antes de gravar o vídeo. Pode ter certeza que realizando esses passos, o resultado final ficará bem melhor. Isso se trata da sua desenvoltura no vídeo e no quanto ele vai gerar de engajamento. Então, leve a sério.

Mas relaxa, que ainda tem mais dicas sobre como se comportar em frente às câmeras vindo por aí.

Como se comportar diante das câmeras

É preciso prestar bastante atenção em como você se comporta diante das câmeras. Quem aí nunca reparou naquele velho clichê de que um olhar vale mais que mil palavras? Isso mesmo, na hora de gravar o vídeo é preciso ficar atento a cada um desses detalhes.

Inicialmente pode parecer estranho falar para uma câmera. Mas não pense isso. Imagine que na câmera do seu celular existe uma pessoa. Ela precisa entender perfeitamente o que você diz e a linguagem expressa em seu rosto e seu corpo contam muito para isso.

Quem aí fica tonto quando um professor explica a matéria dando voltas na frente da sala de um lado para o outro? Ou quando ele fala muito “é… é….”? Tudo isso atrapalha o raciocínio de quem está assistindo. Por isso, evite ao máximo.

Na hora do vídeo não dá para ficar andando de um lado para o outro, mas outras ações podem atrapalhar. Como, por exemplo, olhar para o lado ou fazer gestos exagerados. Na hora que for gravar, não tire o seu foco da câmera.

Falta de preparo? Nunca mais!

Aquela mesma sensação ruim que temos pessoalmente quando alguém não olha em nossos olhos enquanto fala é a mesma para estes casos. Olhar para a câmera significa aqui que o olhar estará indo em direção ao espectador. E esse envolvimento conta pontos sim! Os vídeos precisam envolver quem assiste. E manter uma comunicação direta com o olhar auxilia nisso.

Sem contar que quando olhamos toda hora para o lado podemos passar uma sensação de dúvida do que está falando. Passar para o espectador até uma certa insegurança. E isso é o que não se pode passar de jeito nenhum. É preciso que a todo momento você mostre que sabe sobre o assunto tratado.

Equipamentos para deixar o celular apoiado na hora de gravar

Uma das principais regras que comentamos para começar a gravar vídeos é deixar o celular apoiado. E essa, com certeza, deve ser a regra principal. E mesmo que façamos com o maior cuidado de todos, é impossível não tremer. Além disso, claro, pode ser cansativo segurar o celular o tempo inteiro.

Se você ainda não possui um investimento inicial, aconselho utilizar livros como apoio. Caso contrário, o mais aconselhável é que você utilize os tripés. Existem vários modelos desse suporte e de todos os tamanhos possíveis.

tripé

Vale até utilizar aqueles em que podem ser presos em qualquer superfície. O que facilita na hora de gravar em ambientes externos. Além disso, até o “pau de selfie” pode ser uma mão na roda na hora de gravar.

O interessante aqui é que existe um suporte “padrão” para colocar celulares presos a tripés. Esse suporte pode ser retirado e acrescentado a outros modelos de tripés. Por exemplo, aquela ponta do seu “pau de selfie”, o local em que coloca o celular, pode ser retirado. Assim, você consegue colocar o seu telefone em outros tripés diferentes.

E como vejo se o vídeo está bom?

E, claro, existe aquele velho problema de quando gravamos um vídeo com o celular e estamos sozinhos. Exatamente, não conseguimos acompanhar o andamento do vídeo enquanto gravamos. Isso se você estiver seguindo uma outra regrinha básica que é a de sempre gravar com a câmera traseira.

Já comentamos que a qualidade da câmera frontal não se compara à traseira, isso na maioria dos celulares. Apesar de alguns já prestarem mais atenção à frontal. Mas isso não pode ser considerado algo comum para todas as marcas.

Então, como conseguimos contornar a situação e enxergar o que estamos gravando enquanto gravamos? Uma dica boa para quem não quer gastar dinheiro é investir em um espelho e colocá-lo atrás do celular. Assim, você consegue ver a tela no reflexo.

Já, se você quer investir em algo que possa deixar o seu trabalho mais fácil, existe uma solução chamada MySelf. É como se fossem dois espelhos juntos que refletissem a imagem da sua câmera para frente. Assim você é capaz de gravar e se ver ao mesmo tempo.

Vale lembrar que não é legal gravar e ficar olhando a sua imagem no vídeo. Então, é preciso ficar atento a isso. Sempre mantenha o olhar focado na lente da câmera do celular.

Como fazer vídeo com uma iluminação melhor?

A iluminação é um dos pontos principais nos vídeos, por isso, é preciso analisar bem o ambiente da gravação. Se você for gravar dentro de casa, é essencial pensar no horário em que fará a gravação.

Se for durante o dia, você poderá aproveitar a luz solar vinda da janelas para gravar o vídeo. Tomando sempre cuidado para que os dois lados do seu rosto sejam iluminados. Então, opte por ficar com a câmera em frente a janela e você logo após.

Uma forma de fazer os dois lados do rosto ficarem iluminados é utilizando os rebatedores. Ou, caso você não tenha, um isopor pode fazer a diferença e refletir o sol para os dois lados do seu rosto.

Se não tiver como fazer vídeos durante o dia, é preciso pensar em uma iluminação para gravar.

Você pode optar por escolher um soft box ou um guarda-chuva. A diferença entre os dois está justamente na dispersão da luz. O guarda-chuva não foca a luz em uma direção, deixando-a totalmente dispersa. Ao contrário do box que deixa a luz mais direcionada. Apesar disso, o guarda-chuva possui um preço muito mais em conta que o box. Mas, claro, que tem como você mesmo fazer em casa e resolver essa situação.

iluminação

Como fazer Softbox caseiro

Existem infinitos vídeos ensinando a fazer um softbox caseiro no YouTube. E, após assistir a vários deles, resolvi dar algumas dicas para você fazer o seu. Vale usar a sua luminária que está guardada ou até começar um do zero mesmo.

Material necessário

  1. Caixa de sapato ou uma caixa grande de papelão que possa ser recortada
  2. Papel alumínio ou papel laminado ou papel de presente prata
  3. Cola branca
  4. Lâmpada
  5. Papel Manteiga ou TNT Branco
  6. Bocal e linha
  7. Fita isolante
  8. Tesoura
  9. Régua
  10. Lápis

Como fazer com caixa de sapato

Primeiro, se você optar por usar uma caixa de sapato, você não precisará cortar. Caso queira usar a caixa de papelão, você precisará cortar os pedaços do tamanho que precisa. O diferencial das duas é o quanto de luz será lançado e como. Isso porque a caixa de sapato é mais reta enquanto ao cortar a caixa de papelão grande, você conseguirá direcionar melhor a luz.

 como gravar um vídeo profissional softbox caseiro com caixa

Esse é um modelo de como ficaria uma caixa de sapato feita de softbox (FOTO: Modo M)

Como fazer com papelão

Agora, se deseja fazer com os moldes e usar a caixa de papelão, é preciso fazer o desenho.  Assim você cortará do tamanho certo a caixa. Para isso, use uma régua.

Depois de recortar, chegou a hora de colar o papel alumínio ou o papel prata que escolheu para fixar no papelão. Observe sempre se está colocando no lado certo. Apenas um dos lado de cada uma das quatro partes recordadas terão o alumínio.

Depois, já juntado as laterais umas às outras, até que feche o “círculo”. Você deve fazer juntar as partes com uma fita isolante.

Depois você precisa fazer outro recorte no papelão. Dessa vez do ponto de apoio. Agora você precisa fechar a parte menor. Ela ficará com o bocal e será onde a lâmpada será inserida.

Após recortar, você precisa fazer o mesmo processo e tampar com o papel alumínio um dos lados. Depois, você precisa cortar um círculo para que o bocal seja inserido ali. Mas não faça muito grande, porque ele precisa permanecer parado ali, sem cair. Utilize a fita isolante para te ajudar a “pregar” o bocal ao papelão. E depois pregue também na parte debaixo do softbox.

Agora temos um softbox prontinho. O que precisamos fazer é colocar a lâmpada e fazer um “tampão” para que a luz não saia tão forte. Para isso, é preciso utilizar o papel manteiga ou um TNT branco. Veja o passo a passo abaixo.

Softbox caseira como gravar vídeos profissionais

Tem um tutorial com fotos bem legais aqui e nesse blog explica como colocar a lâmpada.

Aplicativos para gravar vídeos pelo celular

Os aplicativos são grandes aliados na hora de gravar vídeos pelo celular. Desde a melhora do áudio até da imagem da gravação. A câmera comum pode vir com menos funcionalidades do que o necessário quando o assunto são vídeos. Por isso, é essencial que procure baixar um aplicativo que potencialize a câmera do celular. No caso do áudio a mesma situação acontece. E, pior, às vezes nem o celular tem um gravador de áudio instalado, será preciso baixar um.

Existem vários aplicativos disponíveis atualmente e que auxiliam nesses casos. E isso varia até se você possuir um Android ou um iOS. Caso você utilize o Android, um aplicativo interessante para gravar vídeos seria o Cinema FV-5. Já para gravar no Iphone opte por utilizar o Filmic Pro.

https://meuaio.com/blog/como-fazer-videos-aplicativos/

Como configurar o aplicativo na hora de gravar?

No aplicativo Cinema FV-5 dá para alterar algumas configurações enquanto você grava. Mas outras, precisam ser configuradas antes de apertar o REC. Selecionei 4 configurações importantes que você precisa alterar no aplicativo de gravação de vídeo. Então, vamos lá.

A primeira é a Resolução do vídeo. Lembrando que quanto maior a resolução maior a qualidade do vídeo. Mas, consequentemente, maior será o arquivo e mais memória ocupará. Então, pense na qualidade sim, mas lembre-se que precisa de memória para guardar o vídeo no celular. Algo que poderá te auxiliar nisso é o Local de armazenamento. Se no seu celular não há muito espaço, opte por gravar em um cartão de memória.

A escolha do Formato do vídeo também é importante, opte sempre pelo MP4. Além disso, para finalizar as configurações principais, vá no Áudio e indique a Fonte do som. Indique se quer que a captação do áudio ocorra com o celular ou se terá um microfone via bluetooth ou um microfone externo. Isso é importante porque durante a gravação aparece no visor a situação do áudio. Assim, você conseguirá acompanhar melhor o andamento da gravação.

Veja onde encontrar cada uma das configurações na imagem abaixo:
como gravar um vídeo profissional

Como fazer vídeo com qualidade de áudio?

Agora, se deseja gravar o áudio, no iPhone você já encontra um gravador no próprio celular. Caso tenha um Android, pode ser que ele venha sem. Por isso, vale optar pelo Audio Recorder.

Audio Recorder

Antes de usar o Audio Recorder para gravar, é preciso que configurar o aplicativo. Esse aplicativo é bem simples e pode melhorar ainda mais a captação do áudio pelo seu celular.

Em um primeiro momento, você precisa configurar o modo de gravação, se será em “estéreo” ou “mono”. A diferença é a forma de percepção que terá da gravação no final. No estéreo os sons serão gravados como se percebessem a noção de espaço e de onde cada som, inclusive o do ambiente, está vindo. Já no Mono a gravação é feita em apenas uma direção, não diferenciando de onde exatamente veio aquele som.  (Leia mais sobre a diferença entre o som estéreo e mono aqui).

Já na hora de configurar a qualidade, opte sempre por colocar como “superior”, assim, a gravação sairá o mais fiel possível ao ambiente. Vale ressaltar que o fone de ouvido pode salvar o som de uma gravação. Use-o como lapela. (Veja como no vídeo de como produzir um vídeo usando o que já tem em casa).

como gravar um vídeo profissional audio recorder configuracoes

Armazenamento do arquivo

Durante a gravação você consegue dar pause e também parar por completo. Dessa forma o arquivo segue para a aba “gravações”. A forma de gravar do aplicativo já salva com a data da gravação e o horário. Agora, se deseja colocar o arquivo em seu computador para começar a edição, precisa alterar lá nas configurações (clique nas três bolinhas).  Aperte em “Armazenamento de arquivos” e certifique-se que a parte selecionada seja “Memória do dispositivo pública”, assim você consegue acessar aos áudios através de outro dispositivo que não seja o aplicativo.

Essa função é ótima, por exemplo, quando você está com pouca memória no celular. Assim, consegue fazer com que o áudio seja gravado dentro do aplicativo e consegue transferir por compartilhamento ou até mesmo trocar o armazenamento quando precisar transferir.

Outra dica importante, é testar o microfone antes de começar uma gravação. Dessa forma você consegue notar se está funcionando da forma como deseja ou se precisa trocar o local por causa do barulho.

como fazer vídeo como gravar um vídeo profissional audio recorder configuracoes

Qual aplicativo uso para gravar a tela do celular?

Se você precisa falar alguma função do celular e quer mostrar a tela dele, o melhor a fazer é gravar a tela do celular. Assim é bem melhor do que mostrar o celular enquanto grava. Fica muito mais cômodo para o seu espectador e mais fácil de compreender o que vai ensinar.  Por isso, você precisa conhecer um aplicativo fácil de usar e que faz exatamente isso. Transforma tudo o que você faz no celular, em um vídeo. Para isso, usaremos um aplicativo chamado AZ Gravador de Tela.

Sabe quando o Messenger do Facebook virava um ícone que ficava solto na tela do nosso celular? Este aplicativo vira justamente isso. Ele pode ser apenas uma “bolha inflável”, como eles mesmos denominam, ou uma barra. Nas configurações do app você consegue modificar isso da forma que preferir.

como gravar um vídeo profissional usando Az Screen Recorder

Como fazer vídeo da tela do celular

Na hora em que você aperta para gravar, ele fará com contabilizador de 1 até 3 no meio da sua tela. Depois, o ícone vai sumir do seu celular e ficará apenas em cima. Assim, ele não aparecerá enquanto grava o que precisa. No próprio aplicativo, quando você clica em editar, ele sugere a instalação de um plugin no app. Ao instalar você conseguirá adicionar texto, cortar e outras funções que só funcionam se “doar/comprar” pelo aplicativo. Então, você não conseguirá editar pelo próprio app de graça ou sem ter que baixar uma atualização.

como fazer vídeo como gravar um vídeo profissional usando Az Screen Recorder

Antes de começar a gravação é essencial que altere e coloque as configurações que você precisa. O legal é que dá até para gravar a sua voz enquanto grava a tela, através do microfone do próprio celular.

como fazer vídeo como gravar um vídeo profissional usando Az Screen Recorder

Aplicativo para aumentar o tempo de filmagem no celular

Antes de começar a gravar é preciso observar se o seu celular possui memória suficiente para gravar vídeos. Um aplicativo que “não se importa” com isso e grava apesar de não possuir uma memória no celular é o Filmic Pro. Fora isso, é preciso aumentar a capacidade do celular com o uso de cartões de memória.

O preço de um cartão de memória pode variar e ser acima de R$80, dependendo das lojas. Se ainda não tiver como comprar o seu, o que você pode fazer é programar para os vídeos gravados irem direto para o Google Drive, por exemplo. Ou apagar todos os arquivos do celular que você possuir, principalmente aqueles vídeos de WhatsApp. E, assim, conseguir mais espaço para gravar os seus vídeos.

Mas lembre-se de fazer isso antes de gravar. Cada tempo da sua bateria deve ser preservado no dia. E isso é algo importante também. Não comece a gravar sem saber se o celular está com a bateria totalmente carregada.

Como fazer vídeo com músicas de fundo?

Se você quer saber como fazer vídeo para colocar no YouTube, por exemplo, precisa prestar atenção aos direitos autorais. Todas as músicas do mundo possuem direitos sobre elas e você só consegue adicioná-las e fazer um conteúdo pago com o vídeo, se creditá-las devidamente. Por isso, o mais aconselhável é nunca, em hipótese alguma, usá-las.  

Isso vale para imagens de clipes músicas, trechos de filmes, de séries e de trailers. Todos precisam ser devidamente creditados.

Há alguns truques para usar esse tipo de conteúdo na internet. Para os vídeos, é colocar uma imagem preta e o vídeo por cima em um tamanho pequeno. E com o áudio, é acelerá-lo uns 10 segundos. Mas, vale lembrar que se essas situações foram identificadas nos vídeos inseridos na plataforma, eles podem ser bloqueados, excluídos e você penalizado. Então, é bom conhecer as práticas ruins para não aplicá-las.

Incompetech
como fazer vídeo incompetech como gravar um vídeo profissional trilha sonora

Um site bem legal com diversas músicas é o Incompetech. Neste site você encontrará várias trilhas que são livres de direitos autorais. Então, pode usá-las sem medo de ser feliz.

Se preferir também, alguns editores já possuem um banco de sons que fará toda a diferença nos seus vídeos. O iMovie, por exemplo, possui várias trilhas para acrescentar ao vídeo. Até efeitos sonoros também.

YouTube como biblioteca de áudio
como fazer vídeo youtube como gravar um vídeo profissional trilha sonora

Fora isso, preste atenção quando for usar o YouTube nesse sentido. Ele possui músicas livres de direitos autorais? Sim, mas é essencial que filtre apenas essas músicas na busca. Para isso, quando estiver no Estúdio de Criação, vá em Criar>Biblioteca de áudio e clique em Atribuição>Atribuição não necessária. (Como na cor preta da imagem abaixo). Assim, você poderá baixar a música que deseja e acrescentá-la quando estiver editando o seu vídeo. Sem precisar colocar o crédito quando postar.

Se quer uma música ainda mais diferente, vale observar o índice de popularidade da música no canto esquerdo. (Está marcado na cor amarela). Quanto menos cinza, menos baixada ou menos usada a música já foi. Então, pontos para ela!

Isso é importante para que as pessoas notem no seu vídeo um diferencial. Se as músicas forem iguais as de todo mundo, não chama a atenção para o que você deseja. Outro ponto importante é nunca usar a mesma trilha sonora durante o vídeo inteiro. Isso faz com que fique muito monótono. Mude a trilha de acordo com a velocidade que estiver o vídeo. Isso fará toda a diferença.

Como fazer vídeo com a sua própria trilha sonora

Separe um dia para acessar esses sites e escolher a trilha sonora dos seus vídeos. Faça pastas com trilhas mais alegres. Outras mais tristes e mais animadas. Todas as que imagina que um dia precisará para editar um vídeo.

Assim, fica muito mais fácil na hora que for editar. Já que escolher a trilha sonora perfeita pode demorar um tempão.

como fazer vídeo

O que achou das dicas de como fazer vídeo profissional? Quer começar sua produção de vídeo marketing e não sabe como? Clique aqui que a gente te ensina tudo!

 

Cresça agora os resultados dos seus vídeos

Aprenda tudo o que é necessário para alcançar resultados reais com seus vídeos:

Nosso objetivo é aumentar o seu ROI com vídeos <3 Powered by ConvertKit

Cresça agora os resultados dos seus vídeos

Aprenda tudo o que é necessário para alcançar resultados reais com seus vídeos:

Nosso objetivo é aumentar o seu ROI com vídeos <3 Powered by ConvertKit