VidMonsters
Por VidMonsters

10 ações que vão te ajudar a converter leads através de vídeos

VidMonsters
Por VidMonsters

A geração de leads é um dos mais importantes métodos para a publicidade na internet, geralmente utilizado no marketing de conteúdo. Mas não basta apenas gerar leads, é preciso convertê-los! Basicamente, converter leads consiste na captação de clientes em potencial para um produto ou serviço.

Muitas vezes, esse potencial é demonstrado por meio de assinaturas de newsletter; captura de e-mails; e-books; entre outros materiais ricos em geral.

Devido ao grande crescimento no consumo de vídeo por meio da internet nos últimos anos, é imprescindível  conhecer essa ferramenta e saber utilizá-la de forma a gerar resultados.

Afinal, produções audiovisuais já representam uma das principais formas de consumo de conteúdo na internet, sendo a preferida entre usuários para aprendizagem nos ambientes virtuais.

Os vídeos são capazes de converter leads que vão além de sua visualização. podendo ser utilizados para leads mais qualificados. Dessa forma, no post de hoje vamos discutir boas práticas para que seus vídeos alcancem o público-alvo com eficiência e assertividade.

Aprenda também sobre como utilizar as principais plataformas de vídeo na internet para converter leads para sua empresa.

Usando o YouTube para converter leads

Antes de tudo, para converter leads com conteúdo em vídeo, é preciso oferecer algo de interesse aos visitantes. Materiais ricos, com conteúdos exclusivos e envolventes, podem despertar a curiosidade e o desejo dos visitantes, garantindo a sua conversão.

Esse material geralmente consiste em e-books, vídeoaulas, ferramentas, entre outros. Pensando nisso, discutiremos a seguir as melhores práticas para atrair sua audiência e converter leads por meio de conteúdo em vídeo.

1. Defina seus objetivos

Além de converter leads e gerar vendas, é preciso se preocupar com a mensagem de seus vídeos; ela deve convencer o usuário da qualidade de seu produto ou serviço e demonstrar porque ele deve ser consumido.

Para isso, é preciso muito planejamento e elaboração dos objetivos. Você pode fazer um brainstorming e produzir briefings para alinhar suas ideias.

2. Apresente sua marca/identidade

É fundamental que todos os usuários possam identificar quem é você e o que você está produzindo. Afinal, o público precisa conhecer bem sua identidade e seus serviços para se tornar um lead bem educado.

Nesse aspecto, produzir vinhetas e capas para seus vídeos ajudam o público a identificar seu conteúdo.. Além da identidade visual, adicionar links para o seu site na descrição dos vídeos e na página do canal também pode fazer a diferença, atraindo e facilitando visitas a suas páginas.

3. Planejamento e roteiro

A produção de um vídeo requer muito mais do apenas os equipamentos necessários para gravação. O planejamento e um bom roteiro de vídeo são essenciais para um processo produtivo ágil e eficiente, assim como para resultados mais assertivos.

Think Sesame Street GIF

Através da elaboração de um roteiro, é possível planejar e organizar cada elemento e procedimento a serem aplicados durante e após a produção do vídeo.

Aspectos como iluminação, cenário, vestuário, captação de áudio e mensagem são todos definidos nessa fase, servindo como um guia de produção e direcionamento de seu vídeo.

O roteiro e o planejamento ainda auxiliam a mensurar a duração de cada trecho e do vídeo como um todo; com orientações importantes para a equipe de produção e para a edição.

4. Verifique seus equipamentos e acessórios

A qualidade de áudio e/ou de imagem em um vídeo pode determinar como ele será recebido pelos usuários.

Portanto, confira bem cada equipamento e o local onde serão feitas as gravações para evitar ruídos, problemas de iluminação, má qualidade, entre outras complicações que podem comprometer a credibilidade e o profissionalismo do vídeo.

vídeo marketing

5. Pratique e grave quantas vezes for necessário

Após finalizar o roteiro, faça releituras em voz alta e pausadamente. Isso ajuda a medir o tempo gasto, a corrigir eventuais erros e a aprimorar o seu discurso, tornando-o mais fluido e natural.

Evite gestos que causem distração ou vícios de linguagem repetitivos, pois podem desviar a atenção do usuário e tornar a visualização cansativa. Faça intervalos sempre que precisar, hidrate-se bastante e filme quantas vezes for necessário, até o melhor resultado possível.

6. Capriche na edição

Conteúdo gravado? Pois então, o trabalho ainda não acabou! A etapa de edição é muito importante para o produto final. A edição seleciona os melhores trechos e quais serão descartados, ajusta iluminação, cores e problemas no áudio, entre outros aspectos.

s 4 edit GIF

Essa é uma fase determinante para a qualidade final do vídeo e como ele será recebido pela audiência.

7. Divulgue seu conteúdo e utilize as anotações

Agora que você já sabe o principal, é chegada a hora de converter leads. Para isso, crie sua Landing Page (página de entrada ou destino) e uma conta no YouTube. Ao fazer o upload de seus vídeos, antes de publicá-los, crie anotações. Elas consistem em pequenos balões clicáveis, que redirecionam o usuário para outro vídeo, página, ou site.

Incorporadas no próprio player de vídeo do YouTube, as anotações levam a outros endereços virtuais e são um dos melhores métodos de se converter leads com conteúdo em vídeo. Para isso, você precisará comprovar que o site é seu em links para endereços externos. Caso você tenha dúvidas sobre como fazer essa confirmação, consulte o suporte da Google.

Atente-se também para a autenticação do domínio de seu site. Caso contrário, o Google não irá direcionar as anotações para a Landing Page ou o endereço desejado. Depois disso, seus vídeos no YouTube já serão capazes de converter leads, desde que despertem o interesse do espectador e ele clique nos CTA incorporados ao player do site.

8. Promova seus vídeos ao máximo

Redes sociais como o Facebook são os principais canais de comunicação e divulgação para diversas pessoas e empresas. Contudo, o algoritmo do Facebook desvaloriza vídeos do YouTube em prol dos vídeos subidos em sua própria plataforma; diminuindo a possibilidade de alcance e visibilidade de seu post.

Dessa forma, crie postagens distintas para o seu blog e sua página no Facebook, de forma a garantir um maior alcance orgânico. No blog, o vídeo pode ser embedado diretamente. Já que as visitas ocorrem pela busca no Google ou indicação de terceiros.

Por outro lado, no Facebook pode ser interessante criar um teaser curto e atrativo, que explique por que o seu conteúdo deve ser visto. Suba o vídeo diretamente em sua página do Facebook e acrescente um post com link para sua Landing Page, onde o vídeo principal pode ser visualizado.

9. Rastreie seus leads

Terminados todos os processos, é hora de mensurar quantos espectadores clicaram nas suas anotações. Para isso, utilize a ferramenta própria do YouTube Analytics, que apura a quantidade de cliques recebidos por cada vídeo e por cada anotação.

Além dela, o Google também disponibiliza o URL Builder, pelo qual é possível gerar um link individual para cada campanha de conversão de leads. Por meio dessa ferramenta, permite-se averiguar com precisão de onde veio cada clique direcionado a sua Landing Page.

Tipos de vídeos para converter leads em vendas

1. Vídeos tutoriais

Pra quem gosta de aprender, vídeos tutoriais são uma ótima escolha. Se você quer fazer uma receita mas não sabe quais ingredientes usar e como funciona o preparo, é este tipo de vídeo que vai te ajudar.

Um vídeo tutorial deve sempre ensinar algo para o público. Quais oportunidades a sua marca pode utilizar e ensinar mais sobre o produto ou serviço que ela vende? Se sua empresa é uma confeitaria vegana, eis algumas ideias de vídeos tutoriais:

  • Como fazer um bolo red velvet vegano;
  • Dicas para decorar um bolo com ingredientes sem origem animal;
  • Como substituir o ovo para cada tipo de receita de doce.

É possível ensinar quase qualquer coisa por meio deste tipo de vídeo. Se a pessoa se interessar, ela vai querer saber mais sobre a sua marca e isso pode gerar vendas.

2. Vídeos explicativos

Este tipo de conteúdo também ensina algo, mas de uma forma menos “passo a passo” e sim, tira dúvidas. Pode ser uma boa ferramenta para apresentar dados sobre o setor da empresa e explicá-los.

Geralmente, os vídeos explicativos utilizam a técnica do motion graphics para explicar o que determinada marca faz, qual é seu propósito ou como funciona o seu aplicativo. É neste momento que novas informações serão dadas e isso pode ajudar a converter leads em vendas.

Um bom exemplo de vídeo explicativo, é sobre o cartão pré-pago da Netflix:


Uma vez que o público souber o que você faz ou quais as vantagens do seu produto e/ou serviço, a chance dele fazer uma compra é bem maior.

3. Vídeos de treinamento

Quando esse formato de vídeo é bem produzido, a transmissão da mensagem fica muito mais fácil. Ela pode ser passada para colaboradores de uma empresa ou até mesmo para o consumidor final.

As vantagens dos vídeos de treinamento incluem economia de tempo e custos. E como estes conteúdos incluem informações importantes de uma marca, por exemplo, se isso interessar a uma pessoa, vendas podem ser geradas a partir disso.

Tudo depende da forma como o conteúdo é disposto e exibido!

4. Vídeo cases

O vídeo case tem como principal objetivo mostrar um produto e serviço na prática. Ou seja, ele mostra de forma real como algo da sua marca auxiliou uma pessoa de verdade. Quando bem estudado e elaborado, as chances deste tipo de vídeo ganhar visibilidade são grandes.

Quando alguém que está procurando um produto que ofereça benefícios que os seus já oferece, a chance dele comprar o da sua marca é grande, ou seja, converter leads em vendas.

Isso é, se houver um vídeo bem produzido que mostre os benefícios do que está sendo ofertado! Comunicar através deste formato de conteúdo costuma ser bastante eficaz quando comparado com outros tipos.

5. Videoaulas

Se a sua marca é autoridade em algum assunto específico, ela pode disponibilizar conteúdos educativos em forma de videoaulas. Mas como?

Por meio de plataformas que hospedam estes vídeos, é possível criar um curso gratuito e outro pago para ajudar pessoas que têm afinidade com a sua marca e gostariam de aprender mais sobre o assunto com você.

Essa é uma forma excelente de troca, onde você ganha com a aquisição dos cursos e a pessoa adquire mais aprendizado com eles.

6. Vídeos comerciais

Alguém aí falou em planejamento e roteiro? Bem, isso é o essencial para qualquer bom vídeo ir ao ar, não é mesmo? É assim que começa um tipo vídeo comercial, isso mesmo, aquele que assistimos na TV e hoje, em vídeos nas redes sociais.

Com o próprio nome já diz, um vídeo comercial possui uma premissa básica: a de anunciar um produto ou serviço para venda. Ele pode ter qualquer abordagem, mas antes de sair com qualquer ideia por aí, é bom contextualizar!

Por isso, procure sempre ter na ponta da língua quem é o seu público em potencial se deseja realmente converter leads em vendas.

7. Vídeos institucionais

Os vídeos institucionais têm uma boa narrativa que tem a intenção de criar uma boa imagem da marca, sempre focando em público em especial.

O desafio aqui é prender a atenção da pessoa que estará assistindo em um curto espaço de tempo. E se este vídeo estiver logo na página inicial do site da empresa, a taxa de rejeição já tem uma forte tendência a diminuir.

Ah, este tipo de vídeo também tem uma chance grande de aumentar a conversão quando utilizado na estratégia de e-mail marketing do seu negócio. Então, foco nas maneiras de gerar conversão com conteúdos em vídeo!

8. Vídeos demonstrativos

Antes de mais nada, os vídeos demonstrativos têm essa função de convencer alguém a adquirir certo produto e/ou serviço a adquiri-lo. Então, fica a dica: essa demonstração tem que convencer você e todo o pessoal da sua marca, né não?

Então, seja realista e nada de meias-verdades, até porque ninguém cai mais nessa! Com isso em mente, mantenha a simplicidade quando o principal objetivo for converter leads em vendas.

Ah, por mais que o seu produto seja complexo, lembre-se de ser sucinto. Foque em alguns dos principais pontos fortes do que será demonstrado em questão e testes.

9. Vídeos de depoimento

Que tal pedir para que seus clientes façam um depoimento em vídeo sobre o seu produto? Em quê a venda ajudou em suas vidas?

Esta é a função dos vídeos testemunhais e sim, eles devem estar na página principal do seu site e também nas redes sociais. Procure gravar versões curtas, simples, objetivas e diretas, pois isso facilita o consumo dos vídeos.


Este tipo de vídeo pode ser o crucial para ajudar converter leads em vendas, justamente porque pode sanar as dúvidas daqueles que estão com dúvida em algo. É tudo uma questão de identificação!  

10. Storytelling

Pense em um vídeo de alguma empresa ou marca que você viu por aí e nunca esqueceu. Lembrou? Que sentimento ele causa em você? Provavelmente é alguma boa sensação, algo que te emocionou ou surpreendeu.

Este é o poder de um bom vídeo produzido com técnicas de Storytelling, ou seja, quando existe uma história que possui um grande poder de causar alguma sensação profunda em você. É muito legal também quando existe o sentimento de identificação e empatia pelo o que aparece do outro da tela.

Por ser uma ferramenta visual capaz de instigar sentimentos, os vídeos estão cada vez mais populares. E é por isso que você deve usá-los na sua estratégia de geração de leads.

Invista no seu diferencial e no seu público

A criação de versões diferenciadas de seus vídeos para públicos determinados pode ser uma ótima iniciativa; demonstrando sua atenção com esses grupos e favorecendo a sua fidelização.

Uma boa maneira é gravar um vídeo respondendo a questões mais específicas sobre o tema abordado, oferecendo soluções, produtos ou serviços mais adequados e pertinentes.

Investir em parcerias dentro do YouTube também pode ser um fator primordial para a construção de sua audiência. Para isso, faça uma pesquisa e identifique quais são os principais canais do site dentro de sua área de trabalho, entre em contato e deixe sua proposta de colaboração.

Seus vídeos ainda devem tratar de um tema ou interesse recíproco e apostar na interatividade para atrair a atenção do público. Assim, você pode conquistar maiores audiências, melhorar a credibilidade do seu canal e aprimorar as taxas de conversão de leads.

Portanto, aposte na interação com o público e na sua participação ativa em suas produções de vídeo. Esteja aberto a comentários e responda aos usuários. Dedicar futuros vídeos para responder dúvidas ou comentários deixados pelos internautas também é uma ótima iniciativa; fazendo com que o público se sinta ouvido e como um participante, facilitando a sua fidelização.

Se você gostou de saber como converter leads através de vídeos no YouTube e em outros sites, não pode deixar de descobrir 21 dicas de SEO no YouTube.