Loading Posts...

“Eu tenho um site”. Esta frase pode até não parecer tão importante, mas você já pensou que sempre que precisa de alguma informação na internet, acaba recorrendo a rede de sites disponíveis em todo o mundo?

E a informação pode ser qualquer coisa. Desde um endereço, uma notícia ou algo que pretende comprar…

Boa parte das pessoas sempre recorre a uma busca na internet, para ver se um produto é bom, se tem algum tipo de reclamação, qual é a marca mais recomendada ou mesmo comprar este produto.

Mas os sites não se restringe àqueles que comercializam produtos. Podem ser canais de divulgação importantes, para a sua empresa, locais nos quais você poderá compartilhar suas ideias ou mesmo reunir grupos de pessoas que compartilham gostos em comum.

As possibilidades são enorme, mas tudo por um passo: criar o site.

E para você que quer criar o seu site, este artigo será muito valioso. Saiba quais são os passos, desde os burocráticos, como registrar o domínio, até os mais personalizados, como definir o layout, para criar um site.

Este é um guia completo para quem quer criar um site e servirá como uma fonte de orientação, quando você for criar o seu, ou quiser ajudar alguém conhecido que está indo criar o seu próprio site. Confira!

Passo a passo de como criar um site agora 

Criar um site já foi muito complicado. Mas hoje em dia, basta seguir alguns passos, como iremos demonstrar a seguir, e você poderá ver como é fácil. Confira os passos:

1. Escolha seu domínio 

Se você já tem um nome para seu site, definir o domínio não será um problema. O nome do domínio não pode fugir do nome do site. Afinal, o domínio representa o endereço virtual da marca.

É preciso escolher um domínio preferencialmente curto e de fácil digitação. O que irá facilitar os acessos diretos ao seu site.

Também avalie qual a melhor extensão para o seu site (.com, .com.br, .co, etc.). Para muitos sites, especialmente aqueles com nomes em língua inglesa, os domínios .com não estarão disponíveis. Restando apenas os .com.br. (Este tema será explorado no tópico a seguir)

2. Registre seu domínio 

Depois de escolher o seu domínio, é hora de registrar ele. Este também é um passo simples, que iremos demonstrar abaixo, para registrar o seu domínio .com.br, no Regsitro.br.

  • Acesse o site registro.br;
  • Coloque na busca o domínio escolhido e veja se ele está disponível;
  • Caso não esteja disponível, pense em uma alternativa, mas não fuja da sua ideia central;
  • Clique em “Registrar”;
  • Escolha a forma de pagamento (os valor mínimo é de R$ 40, por ano);
  • Pronto! Agora, ninguém mais poderá usar o seu domínio escolhido.

O registro do domínio é ponto fundamental para criar um site e vale a importante ressalva de que o registro também é útil, para comprovação de registro de marca.

2.1. Possibilidades nas extensões de domínio 

Tradicionalmente, nos acostumamos com as extensões: “.com”; ou “.com.br”. Mas não precisa ser assim. Além destas, existem outras opções como “.net”; “.site”; “.top”; “.online”, entre outras.

Existem também extensões mais específicas como: “.edu”, para quando se fala de educação, ou usar somente o “.br”, quando não se trata de comércio, entre outras variações.

Já pensou em uma extensão como “.business”; “.digital”;“.fit”; “delivery”; “.download”. Talvez possa te representar melhor. Além destes exemplos existem muitos outros.

Tudo irá depender da melhor forma que irá se encaixar com o objetivo de seu site. Se você for criar um site de uma loja virtual, por exemplo, poderá utilizar uma extensão “.store”, para dar personalidade ao seu negócio.

3. Contrate um serviço de hospedagem 

Um ponto fundamental, ao criar um site, é escolher a hospedagem correta. A hospedagem do seu site é algo muito importante e assim como o registro, não precisa ser algo caro.

Existem desde opções gratuitas, a até planos de mais de R$ 500,00. Tudo irá depender das necessidades de site.

Ao criar um site novo, geralmente, os acesso serão baixos. Por isso, o plano de hospedagem contratado pode ser o mais simples. Somente a opção gratuita que não é recomendada, pois ela é bem limitada, às vezes com anúncios – que você não pode excluir – e, geralmente, ainda não terá um domínio livre, não podendo usar o domínio que você registrou.

A hospedagem é o local onde ficam armazenadas todas as informações do seu site, incluindo o template, as fotos e outras mídias, textos e outros conteúdos, banco de dados, backup e tudo mais. É também através da hospedagem que os seus leitores acessarão o seu site.

Veja o que você deve levar em consideração:

  • Quantos gigas de armazenamento;
  • Limite de visitantes;
  • Suporte (horário, forma de atendimento e idioma);
  • Quantas contas de e-mails podem ser criadas;
  • Backups automáticos.

4. Escolha um construtor de sites 

Uma forma para facilitar o processo de criar um site, são as ferramentas de construção. Os construtores de sites permitem criar todo as páginas, sem que você precise entender de programação.

Os construtores de site são ferramentas intuitivas. Muitas deles permitem escolher um template e personalizá-lo, para que deixe o seu site ao seu jeito.

A maioria dos serviços de hospedagem, inclusive os gratuitos, também oferecem criadores de sites. Mas antes, verifique se você poderá customizar, trocar cores e inserir fotos, vídeos, formulários e o que mais for necessário para o seu site.

5. Defina as páginas e seções que você quer ter em seu site 

O processo de criar um site pode ser relacionado ao de escrever um livro. As páginas são os capítulos do livro, sendo que a página inicial atua como se fosse a introdução e o sumário deste livro, que será o seu site.

Um site pode ter diversas páginas, o que irá depender do tipo de negócio que o site irá representar. Por regra quase universal, duas páginas são indispensáveis, a Inicial (ou Home) e a de Contato (com informações de sua empresa como email, telefone, Skype, endereço, entre outros).

Podem haver seções e páginas que abordem mais detalhes do produto, que falem do preço dele, ou mesmo que apresentem perguntas e respostas, comuns aos usuários.

Outra página muito útil é a do blog. O marketing de conteúdo é uma poderosa ferramenta para qualquer negócio e o blog é onde este marketing irá se desenvolver.

Por isso, ao criar um site, reserve um espaço para o blog e comece a trabalhar o conteúdo nele, como uma excelente ferramenta de marketing do seu negócio.

6. Escolha um template responsivo 

Para que um site possa ser encontrado no Google (principal motor de busca do mundo) nas primeiras páginas, muitas coisas são levadas em conta.

Coisa como que tipo de conteúdo você possui no site, se ele é rápido e, uma das coisas mais importantes, se ele é compatível a qualquer tipo de tela, em outras palavras, se é responsivo.

Hoje em dia, os celulares já são os dispositivos mais utilizados pelos brasileiros, para acessa a internet. Por isso, criar um site que não seja responsivo irá dar uma sentença, quase definitiva, ao fracasso do site.

Então, é muito importante escolher um template com essa característica, considerando que os seus clientes irão, invariavelmente, acessá-lo pelo celular.

7. Deixe seu site com sua cara 

Já vimos que, com construtores de sites e escolhendo bem o seu template, você poderá deixar o seu site único e da maneira que quiser.

Pense nas cores que identificam o seu negócio, nas fotos de qualidade e em uma logomarca. Reúna fotos, vídeos, mostre seus perfis e páginas nas suas redes sociais.

Deixe tudo com uma identidade única, de maneira que seu site tenha a mesma “cara” que as suas redes sociais, ou ambiente físico de sua empresa. Afinal, o site de uma empresa é a sede dela, no mundo virtual.

Sem medo de colocar seu site no ar 

“Feito é melhor que perfeito” 

Esta frase tem um autor desconhecido, mas faz todo o sentido quando, falamos de criar um site. Pois o importante é ser encontrado o que, é claro, não significa que ele pode ser criado “de qualquer jeito”.

Lembre-se de colocar fotos e vídeos de qualidade, de encontrar um template responsivo, registrar seu domínio, encontrar uma hospedagem com um bom suporte, que permita você fazer o upgrade se necessário.

Sempre haverão melhorias a serem feitas. Mas deixe para ir adicionando elas aos poucos. Afinal, um site é como uma casa, que nunca fica pronta, aonde haverá sempre melhorias a serem feitas, mas a casa precisa estar lá.

Quanto antes seu site estiver no ar, mais rápido poderá ser encontrado e sua audiência irá aumentando gradativamente.

Você poderá fazer alterações com o tempo, a partir das percepções de uso dos seus usuários, o que permitirá seu site ir avançando, conforme os acessantes deles evoluem.

Redação VidMonsters

Loucos por marketing e vídeos!