VidMonsters
Por VidMonsters

Descubra o que é e-learning e as vantagens dessa modalidade de ensino

VidMonsters
Por VidMonsters

O e-learning é  uma modalidade de educação virtual, muitas vezes intermediado por plataformas especializadas. Essa tecnologia representa uma nova forma de aprendizado para muitas pessoas e como uma oportunidade de negócio para outras.

Para quem busca aprendizado, é uma excelente maneira de aprender e adquirir novas habilidades. É possível fazer isso de casa, sem ter de se deslocar para uma faculdade ou instituição de ensino.

Já para aqueles que buscam rentabilizar e criar um negócio ao transmitirem seu conhecimento, o e-learning é uma nova forma de empreender.

Neste artigo, você vai conhecer o que é o e-learning e porque muitos empreendedores estão usando essa modalidade em seus novos negócios. Vamos nessa?

O que é e-learning

O termo e-learning vem do inglês e pode ser traduzido para aprendizagem eletrônica.

Nesta modalidade de ensino, as aulas são virtuais, realizadas através de uma plataforma ou ambiente de aprendizagem dedicado.

É nesse ambiente ou plataforma, que os professores ou instrutores disponibilizam as aulas, materiais e avaliações aos alunos.

Em muitas destas plataformas, também é possível avaliar os alunos ao final do curso, conferindo diplomas ou certificados conforme o desempenho que tiverem.

O e-learning é utilizado por alunos e professores para aprender diversos tipos de conteúdo. Desde artesanato, até programação, marketing, vendas ou estética. São diversas as opções de temas e áreas, em milhares de cursos, pagos ou gratuitos, disponíveis na internet, através das plataformas de e-learning.

Existem, ainda, dois tipos derivados do e-learning e que ganham cada vez mais espaço:

1. Mobile-learning

Cada dia mais popular, o mobile-learning ou m-learning é a modalidade de aprendizado virtual orientada aos aparelhos de celular.

No Brasil, o aparelho celular é um ou principal meio de acesso a internet de 96% dos usuários (cerca de 121 milhões de pessoas). E isso ajuda a explicar porque o aprendizado através de celulares vem ganhando muito espaço.

Nesse caso, as plataformas e o conteúdo do e-learning são adaptados para serem consumidos em smartphones, em qualquer lugar e tempo

A mudança que veio foi a adaptação das plataformas e do conteúdo do e-learning para que pudessem ser consumidos nos smartphones, em qualquer lugar e qualquer tempo.

2. Micro-learning

Já o micro-learning é uma modalidade de e-learning focada na aprendizagem rápida, com conteúdos reduzidos e de curta duração.

O objetivo é envolver e engajar os alunos, para que o aprendizado seja concluído em menor tempo. Por isso, os temas são apresentados com enfoque prático e de modo mais direto.

Essa tendência caminha junto com a necessidade de aperfeiçoamento de muitos profissionais. Para se manterem atualizados, necessitam aprender alguma nova habilidade específica de seu ramo.

Com o m-learning, já não é mais necessário realizar uma pós-graduação ou outra especialização completa, popularizando a aquisição de conhecimento.

Por que o e-learning é uma tendência?

O e-learning está crescendo e alguns dados comprovam esta nova tendência. Segundo o Censo do Ensino Superior de 2017, elaborado pelo Ministério da Educação, já são 1,07 milhões de brasileiros matriculados em cursos de ensino superior à distância.

E este é um número que cresce a cada ano. Por exemplo, em 2007 o ensino superior à distância representava 15,4% dos estudantes matriculados em cursos no Brasil. Em 2017, apenas 11 anos depois, este número mais que dobrou, subindo para 33,3%.

Dados como esses demonstram como o e-learning é uma tendência de ensino que veio para ficar.

Para os alunos, é uma nova maneira dinâmica e interativa de adquirir conhecimento, aproveitando as inovações tecnológicas dos últimos anos.

Já para os professores, o avanço do e-learning abriu as portas para que a transmissão de conhecimento pudesse se transformar em um novo tipo de empreendimento, permitindo que muitas pessoas criassem seus próprios negócios.

Benefícios e vantagens do e-learning

O avanço do e-learning apresenta muitos benefícios, abrindo as portas de uma nova forma de ensino a milhares de pessoas.

E essas vantagens não se restringem aos alunos, mas também aos professores e empresas, como você pode ver abaixo:

a) Para os professores

Na modalidade de e-learning, os professores se tornam empreendedores e tem a possibilidade de produzir o próprio conteúdo que será transmitido aos alunos.

Além disso, outras vantagens para os professores incluem:

  • A flexibilidade de horário, já que o professor não precisa estar presente em sala de aula para transmitir o conteúdo;
  • Os professores ainda têm a possibilidade de trabalhar de qualquer lugar;
  • Menor custo para preparar e ministrar as aulas, já que não é preciso arcar com espaço, transporte e materiais;
  • É possível diversificar os materiais de aprendizado com o uso de vários formatos de conteúdo, como videoaulas, ebooks, infográficos, entre outros;
  • O produtor ou professor ainda poderá expandir o alcance de suas aulas e não tem um limite de alunos por aula, ao contrário de um curso presencial.

b) Para os alunos

Para quem busca novas formas de aprender, o e-learning também é bastante vantajoso:

  • É o aluno quem escolhe o melhor horário e local para assistir às aulas e estudar;
  • O aluno é o responsável por seu aprendizado e, por isso, pode seguir seu próprio ritmo. O que permite a muitos concluírem o aprendizado e se formarem com maior agilidade;
  • Os alunos não precisam se deslocar para as aulas, o que gera uma economia de dinheiro e tempo;
  • Além disso, os cursos online costumam ser mais baratos, o que torna o e-learning uma opção mais acessível;
  • Os recursos tecnológicos das plataformas permitem que o aluno tenha acesso a materiais complementares e, muitas vezes, interativos.

c) Para as empresas

As empresas também se beneficiam do e-learning, à medida que podem qualificar seus próprios profissionais com mais facilidade:

  • Praticidade para os colaboradores da empresa, que podem acessar o conteúdo de onde estiverem;
  • A empresa também pode manter treinamentos importantes e pontuais disponíveis;
  • Com a flexibilidade de horários, o funcionário não precisa largar tudo o que está fazendo para comparecer a um treinamento presencial;
  • Há um menor custo para a empresa, que não precisa gastar com a locação de espaço, alimentação e transporte para a realização do curso presencial.

Tipos de e-learning

Você tem interesse em criar o seu curso online e oferecê-lo a alunos de qualquer lugar do mundo? Pois saiba que existem duas formas de e-learning: o educacional e o corporativo.

1. Educacional

O e-learning educacional é o tipo mais conhecido e disponível no mercado brasileiro. Ele  é utilizado em cursos online dos mais variados tipos e segmentos, geralmente voltados apenas ao aprendizado individual.

Os cursos livres, preparatórios e de conhecimentos específicos são alguns dos exemplos do uso do e-learning educacional.

2. Corporativo

Já o e-learning corporativo é uma modalidade de ensino à distância com foco em empresas que possuem trabalhos com educação corporativa para a qualificação de seus colaboradores.

Esta modalidade também está ligada à área de gestão de conhecimento de uma empresa, sempre pensando na estratégia de transmissão de conhecimento na companhia, a longo prazo.

No entanto, a educação corporativa é muito mais do que um simples treinamento empresarial. Trata-se de um processo estratégico, que tem por objetivo articular as competências e habilidades individuais e organizacionais.

Como criar um negócio e-learning

Agora que você já conhece o conceito de e-learning, aí vão algumas dicas para a criação do seu próprio negócio:

1. Planejamento

A primeira etapa da criação de um curso e-learning é o planejamento. Esta etapa não é a primeira por acaso.

É a partir dela que os cursos serão organizados e estruturados de forma estratégica, conforme o perfil dos alunos. Nesta etapa, procure:

  • Estudar os temas que você tem domínio e que apresentam grande procura por cursos;
  • Analise o mercado e os concorrentes que eventualmente já oferecem cursos deste tema;
  • Em seguida, defina o melhor formato de conteúdo (videoaulas, ebooks, etc.);
  • Crie um plano de negócios, que irá ajuda-lo a compreender qual o melhor preço praticar para o curso;
  • Por fim, escolha a melhor plataforma e-learning, priorizando aquela que atenda a todas as necessidades do seu curso e dos seus alunos.

2. Definição de objetivos

Apenas criar o seu negócio e-learning não irá garantir que ele chegue ao sucesso. Além disso, é preciso definir um plano de ação, que terá objetivos e metas pré-estabelecidas?

Por isso, estabeleça objetivos e metas mensuráveis para métricas como o número de novos alunos, faturamento ou qualquer outra métrica que faça sentido para o seu negócio.

Assim, será possível avaliar a eficácia da sua estratégia e recepção do seu curso online no mercado.

3. Produção de conteúdo

Após planejar o seu curso, conhecer o mercado e definir metas, é hora de produzir o conteúdo que será oferecido em seu curso e-learning.

É importante que o conteúdo seja bem organizado para que os alunos consigam assimilar o tema de maneira simples, rápida e eficaz.

Para a produção de conteúdo, siga os seguintes passos:

  • Relacione os assuntos e a divisão dos módulos e aulas a serem ministradas;
  • Em seguida, roteirize as aulas e comece a gravar e produzir as videoaulas;
  • Também crie e redija os materiais complementares às aulas;
  • Por fim, se for utilizar uma plataforma, é preciso configurar os conteúdos na plataforma de e-learning escolhida.

Aposte em materiais interativos e diferenciados, como uso de vídeos para as suas aulas, que irão promover uma aproximação entre você e seus alunos, além de personalizar o seu plano de aula.

4. Divulgação

Outro ponto importante para o sucesso do seu curso de e-learning é a divulgação. Afinal, de nada adiantará você criar um curso incrível se ninguém souber como encontrá-lo.

Você pode escolher diversos canais de marketing para a divulgar seus cursos. Por exemplo, um blog, para expandir o uso de Marketing de Conteúdo. E, principalmente, o uso das redes sociais para a divulgação de seus cursos.

5. Métricas e análise

No seu curso e-learning, é preciso sempre mensurar e analisar os resultados que estiver obtendo. Tais como o número de novos alunos matriculados, indicações de alunos antigos para seus amigos e familiares, ou qualquer outra métrica que faça sentido para você.

É necessário acompanhar o desempenho do seu curso e das suas ações de marketing de divulgação dele, visando ajustes e melhoria contínua.

Dica extra: Escolha da plataforma correta

Para o curso alcançar o maior número de pessoas o possível e você manter uma estrutura e custos enxutos no processo, o uso da plataforma adequada fundamental.

Por isso, procura escolher uma plataforma de cursos e-learning que forneça tudo o que você precisa para criar, hospedar, gerenciar e comercializar seus cursos online.

Assim, será possível oferecer um curso de qualidade e com todo o nível de interação necessário para o envolvimento e aprendizado de seus alunos.

Como você viu neste artigo, o e-learning é uma metodologia de ensino à distância muito interessante para alunos, educadores e empresas. Essa modalidade vem crescendo muito nos últimos anos e se tornou uma opção interessante para empreendedores.

E se você pretende iniciar o seu próprio negócio de e-learning, não deixe de aprender como vender os seus cursos online com eficiência.