VidMonsters
Por VidMonsters

Conheça os 19 melhores programas de edição de vídeo – do iniciante ao avançado

VidMonsters
Por VidMonsters

Todo o processo de edição de vídeo é minucioso, e requer cuidado e atenção em cada uma das etapas. Neste artigo, vamos falar sobre a pós-produção e sobre uma ferramenta que te auxilia a ter o melhor resultado possível: o editor de vídeo.

Nesse conteúdo você irá conferir:

Acompanhe para saber mais sobre editor de vídeo e a importância da edição!

A importância de uma edição de vídeo de qualidade

A edição de vídeo é uma parte extremamente importante no processo de pós-produção de um vídeo.

É uma etapa a qual você deve se preocupar e dedicar bastante tempo e atenção, se você almeja um vídeo de qualidade. Assim como saber escolher um bom editor de vídeo.

E por quê investir na edição de vídeo?

É aqui que você reúne tudo o que você tem em um único arquivo. É o momento em que profissionais da área, como os responsáveis pelo som, montagem, edição de efeitos visuais, colorização, finalização, entre outros, se unem, para deixar o resultado final impecável e coerente.

Portanto, há inúmeros fatores a serem pensados na edição. Como ajustar erros de gravação; acrescentar efeitos como sons, ilustrações; etc. Tudo isso forma a composição do vídeo.

A ideia da edição é trabalhar com o material bruto das gravações, aprimorando-o cada vez mais. Seja adicionando efeitos ou cortando cenas. Mas usando de todos os recursos possíveis para que seu vídeo seja de alto nível e impacte ao espectador.

Abaixo falaremos melhor sobre eles.

Como escolher o melhor editor de vídeo

Então, a escolha de um editor de vídeo não vai só da qualidade do software. Também é válido pensar a sua familiaridade com esse tipo de programa, e ponderar quais as suas necessidades em termos de edição audiovisual.

Imagine que você precisa apenas fazer uma edição de vídeo simples, como só cortar um conteúdo. Não há porque tentar usar um editor de vídeo sofisticado e até complexo, com muitas funções avançada E o contrário também: tentar fazer algo mais complicado em um programa básico demais.

Se você ainda não conseguiu entender a que nível vão as suas necessidades, pontuamos tudo que compõe o processo de edição de vídeos profissionais.

O processo de edição de vídeo

1. Cortes de vídeo

Os cortes de vídeo são a parte da edição onde você vai pegar todo o material bruto gravado e selecionar as partes importantes, que serão usadas na produção.

Com base no que foi pré estabelecido no roteiro, corta-se as cenas desejadas no momento adequado ー ao término de uma fala ou ao final da apresentação de um produto, por exemplo. Para que, em seguida, possa ser iniciado o processo de montagem. Esta é a parte responsável pela organização e pelo ritmo do vídeo.

Para que o vídeo faça sentido, ele deve ter início, meio e fim em uma sequência ordenada das cenas. E para que isso ocorra fluidamente, é preciso atenção no corte de cada cena. E assim você terá uma narrativa mais linear.

Além do roteiro, o que irá ditar o corte das cenas será o tipo de vídeo que você está produzindo. Afinal, como já deu para notar, os cortes também são ferramentas responsáveis pelo ritmo de toda a edição.

Se sua produção é um vídeo institucional, por exemplo, a narrativa será com imagens da sua empresa, assim como depoimentos dos fundadores. Os cortes entre uma cena e outra devem respeitar as falas e seus seguimento cronológico.

Por outro lado, se você está produzindo um vídeo de entrevista, os cortes tendem a ser mais simples. A cada pergunta e a cada resposta, terá uma cena naturalmente demarcada.

A velocidade entre os cortes será feito de maneira que o vídeo atinja o seu propósito: de transmitir uma sensação específica no espectador.

Esta é a primeira etapa da edição de um vídeo, e uma parte essencial para o início de todo o trabalho que vem após!

2. Transição de cortes

As transições, como o próprio nome já diz, são as passagens entre uma cena e outra.

Sabe os cortes dos vídeos que falamos logo acima? Na hora da edição de vídeo, as transições se encarregaram de deixar a sequência das cenas mais sutil.

Porém, não necessariamente ocorre apenas na passagem entre cenas, mas também nos cortes entre os planos de uma mesma cena. A função da transição de cortes vai além de criar um efeito interessante, mas a principal é de dar continuidade para a cena.

Para exemplificar, na montagem de uma cena em que há duas pessoas conversando, é necessário alternar entre planos A e B. O natural é que haja transição entre eles, seguindo o movimento de corpo dos personagens, a posição em que estão, etc.

E tudo isso é para que não haja quebra na continuidade e na fluidez da cena. Para dar a impressão de que os planos foram filmados ao mesmo tempo.

Chega a ser incômodo para o espectador quando, de um momento a outro, há um corte muito brusco entre cenas.

Por isso a continuidade deve ser fluida e suave, sem que a pessoa perceba que às vezes o tempo, o cenário, ou até as personagens mudaram.

As transições podem ser efeitos entre os clipes, outras cenas já filmadas, ou também peças gráfica.

 

3. Correção de cores

Esta parte é uma das últimas da edição de vídeo, e também é muito importante para a cara que você quer dar para o seu vídeo!

A correção de cores define a expressão da sua produção, porque ela é capaz de dar qualidade e personalidade à imagem. Com ela, você pode dar um aspecto específico para a imagem, e adicioná-lo a todos os planos e cenas.

Em um plano filmado com uma iluminação mais fraca, e em outro está mais forte, você pode igualar as cores, a exposição e a claridade. Assim, unifica os planos esteticamente, e dará continuidade à cena.

Ou até igualar a cor e a exposição de diferentes câmeras que você usar, caso precise usar mais de uma câmera. É possível também, em um processo mais criativo, direcionar o olhar do espectador a algo específico na cena.

Pois bem, a escolha certa de cores pode passar uma força à narrativa além das cenas gravadas. Desse modo, reforçando o humor e a atmosfera da cena. Seja usando cores mais frias para cenas de drama, ou mais quentes para cenas alegres, por exemplo.

Para produções maiores, tem-se um profissional específico para isso: o colorista.

4. Tratamento de áudio

O vídeo é uma produção audiovisual. Quer dizer que tanto a imagem quanto o som importam. São duas coisas complementares à construção da narrativa.

Na hora da gravação do áudio há alguns cuidados a serem tomados. Depende de como você capte o áudio também. Se decidiu gravar com o microfone da câmera ou com um microfone a parte. Esses fatores vão influenciar na gravação de um áudio de qualidade profissional.

Mas, mesmo assim, muitas vezes o áudio não sai como o esperado. Pode acabar saindo ruídos ou até eco na captação. Então, se não for possível evitar esses incômodos na produção, é necessário fazer o tratamento do áudio na edição.

E não só para remover esses inconvenientes, mas também realizar a sincronização de faixas de áudio, caso necessária.

Outro ponto é a equalização do som. Ela consiste em fazer com que todos os áudios captados fiquem no mesmo volume em decibéis (dB). E que o som não saia nem alto nem baixo demais em nenhum momento do vídeo. Por isso, o padrão é o volume entre -6dB e -12dB.

Ajustar e tratar o som fará com que fique com boa qualidade e nítido para quem o escute.

5. Acréscimo de textos e imagens

Acrescentar textos e imagens depende do objetivo do seu vídeo. Eles podem enriquecer o seu conteúdo!

No caso de textos, você pode investir em efeitos além da própria gravação, como lettering (letras desenhadas), ou até acrescentar legendas. Assim como as imagens, que podem servir para exemplificar alguma situação. Ou ser usadas como transição de cenas.

Esses recursos ao audiovisual pode deixar seu conteúdo mais dinâmico e interessante.

6. Trilhas e efeitos sonoros

A trilha sonora é uma ferramenta opcional no seu vídeo.

No entanto, se usada, pode ser muito poderosa para que você alcance o seu objetivo como produção. Ela cria uma atmosfera na sua produção e pode provocar até emoções em quem está assistindo.

A trilha induz, por meio de músicas, sons e barulhos, o público a ter uma certa resposta emocional à cena. E assim o faz reforçando a atuação e o ritmo do vídeo.

Por sua vez, os efeitos sonoros são aqueles sons que não foram emitidos nas gravações, ou acabaram sendo retirados no processo de corte de cenas. São, por exemplo, barulhos externos; o som de uma bolha que se estoura ao aparecer um lettering. Ou uma campainha quando o personagem teve uma ideia.

Tudo isso para dar uma climatização a mais na produção, para que você consiga transmitir na totalidade ー áudio e visual ーa sua mensagem.

7. Vinhetas

A vinheta é uma chamada curta que se tem no início ou no final de um vídeo. É usada para identificar o canal, a marca, etc. Ela deve ser personalizada, como uma identificação própria. É a primeira impressão que o público terá do seu canal e da sua marca.

Por ser algo especial, considere produzir uma vinheta. Assim, toda vez que as pessoas ouvirem a música ou verem o gráfico da sua vinheta, saberão que é a respeito da sua marca.

Costuma-se pensar que é caro fazer uma vinheta. No entanto, hoje em dia há modelos online, gratuitos ou não, para adicionar logos, imagens e textos personalizados.

É algo que pode valer a pena, porque passa a ideia de que seu conteúdo é profissional.

O mercado disponibiliza diversos programas para edição de vídeos. Alguns são bem profissionais e exigem conhecimento mais aprofundado sobre esse trabalho. Outros são mais básicos e gratuitos, uma excelente escolha para quem deseja fazer apenas um corte ou colocar trilha sonora.

Agora que você já é capaz de identificar quais são suas necessidades de edição, vamos à lista dos melhores softwares de edição de vídeo disponíveis?

IMPORTANTE: Observe que a lista se divide em editores para iniciantes e pagos e subdivide em gratuitos e pagos.

3 editores de vídeo para iniciantes (gratuitos e pagos)

Gratuitos

1. iMovie

O iMovie é um aplicativo da Apple que possui uma interface fácil e dinâmica para poder realizar a edição de vídeo de maneira mais simples.

Para usá-lo você precisa importar os seus vídeos e depois arrastá-los na linha do tempo do aplicativo.

Ele possui alguns efeitos de áudio e filtros que estão constantemente usados por YouTubers que a gente costuma assistir.

Vantagens:

  • É um programa gratuito;
  • Fácil usabilidade;
  • Ideal para iniciantes;
  • Vários efeitos para complementar a edição;
  • Portabilidade (pode ser usado no computador, iPhone ou iPad).

Desvantagens:

  • Pode ser utilizado apenas em sistema IOS;
  • Não aceita arquivo MP4;
  • Não possui muitos recursos profissionais.

editor de vídeo

2. Avidemux

O Avidemux é completo para quem precisa fazer ajustes e edições de vídeo simples. Com ele, você pode fazer pequenas correções de brilho e cor.

É um editor de vídeo conhecido por ser leve e estável de se usar. Pode-se dizer que está entre um editor básico e profissional.

Vantagens:

  • Não precisa ter um computador potente para usar;
  • Fácil de usar recursos simples, como inserir legendas;
  • Aceita diversos tipos de formatos de mídia;
  • É um software gratuito;

Desvantagens:

  • A interface é um pouco confusa;
  • Pode ser difícil descobrir como usar as funcionalidades mais profissionais.

editor de vídeo

3. Windows Movie Maker

Um dos programas mais conhecidos é o Windows Movie Maker. É simples e intuitivo de se usar. Tem recursos bem básicos, como colocar efeitos de cor, textos, cortar, entre outros.

Além disso, existe o aplicativo para smartphone, com o qual você pode fazer gravações e edições de vídeo manualmente.

Vantagens:

  • É gratuito;
  • Ideal para iniciantes;
  • Possui ferramentas simples de serem utilizadas;
  • Tem versão mobile para Windows Phone.

Desvantagens:

  • É limitado quanto aos formatos de vídeo;
  • A versão mobile é paga ($1,49);
  • Tem formatos de vídeos limitados para importação.

editor de vídeo

Pagos

Filmora Wondershare

O Filmora é uma ótima alternativa para quem deseja um programa de edição de vídeo que seja fácil, rápido e eficiente.

Com uma interface fácil, esse editor de vídeo consegue oferecer um produto de qualidade aliado a praticidade.

O software é bem útil para quem é YouTuber, por exemplo. É um programa com efeitos bacanas, filtros e vários outros recursos que podem ser utilizados sem uma plataforma intimidante como as dos já citados acima.

Vantagens:

  • Ideal para iniciantes;
  • Oferece diversos recursos interessantes;
  • Pode ser usado em computador e também no celular;
  • Prático e eficiente;
  • Interface limpa, agradável, bonita e fácil de usar;
  • Entrega um produto de qualidade.

Desvantagens:

  • Recursos considerados limitados por profissionais;
  • Resíduos de aplicativos.

editor de vídeo

8 editores de vídeos avançados (gratuitos e pagos)

Gratuitos

1. DaVinci Resolve

O aplicativo DaVinci Resolve é da empresa Blackmagic e possui recursos avançados e complexos que conseguem surpreender os usuários que estão a procura de um editor de vídeo gratuito.

Por isso, para pessoas que estão iniciando nesse ramo agora, talvez o programa não seja o mais apropriado.

Vantagens:

  • Versão gratuita, mas o desempenho é praticamente igual o das versões pagas;
  • Pode ser utilizado em grande produção de vídeos;
  • Excelente ferramenta de correção de cor;
  • Funciona em PC e MAC;
  • Colaboração multiusuário.

Desvantagens:

  • É um software de edição de vídeo pesado e exige um computador potente;
  • Interface gráfica difícil para iniciantes.

editor de vídeo

2. Hitfilm Express

O Hitfilm possui um nível profissional, chegando a se equivaler ao Premiere. No entanto, não é tão completo quanto.

Possuir diversos recursos de edição de vídeo, e pode também adicionar plug-ins para incrementar as funcionalidades do programa

Vantagens:

  • Compatível com Mac e Windows;
  • Tem muitos efeitos visuais disponíveis para uso;
  • Dispõe de vídeos online de tutoriais de como usar o programa.

Desvantagens:

  • Para baixar, é preciso compartilhar uma publicação automática nas redes sociais;
  • Os formatos de exportação são limitados;

editor de vídeo

3. Lightworks

Com o Lightworks, você produz os seus vídeos uma maneira profissional e moderna.

O programa é considerado uma das ferramentas gratuitas (versão beta) mais completas no mercado. Além disso, ele atende tanto quem já está começando, como quem já é um profissional na área.

Vantagens:

  • Programa gratuito (versão beta);
  • Fácil de utilizar;
  • Solução completa;
  • Desempenho rápido;
  • Interface bonita.

Desvantagens:

  • Não suporta alguns formatos populares, como o MP4, por exemplo;
  • É necessário configurar o programa antes de usar.

editor de vídeo

Pagos

1. Adobe Premiere pro CC

O Premiere faz parte do pacote de editores gráficos da empresa Adobe.

Ele é um dos principais programas usados em edição de vídeo, já que apresenta diversas possibilidades de criação para o usuário.

Mas esse programa também exige um conhecimento mais aprofundado sobre edição. Por isso, ao fazer esse investimento, você também vai precisar de algumas aulas em algum cursinho ou, se preferir, o YouTube está recheado de tutoriais.

O importante mesmo é que você entenda as principais ferramentas que esse editor proporciona, para tirar todo o proveito que puder e finalizar os seus projetos com chave de ouro.

Vantagens:

  • Editor profissional que oferece uma gama de ferramentas e efeitos para você abusar da criatividade no seu vídeo;
  • É compatível tanto com o IOS quanto com o Windows;
  • Permite o funcionamento com outros aplicativos da Adobe;
  • É atualizado constantemente;
  • Ele pode ser personalizado de acordo com o usuário;
  • Trabalha com diversos formatos de vídeos.

Desvantagens:

  • Lentidão quando lida com arquivos pesados;
  • Pagamento de cerca de R$67 a R$167 por mês;
  • Exige conhecimento avançado em edição;
  • Instabilidade e bloqueios ocasionais.

editor de vídeo

2. Adobe After Effects

Se você gosta de uma edição de vídeo bem elaborada, o After Effects é o aplicativo certo para o seu projeto. Esse programa permite a criação de gráficos e efeitos visuais surpreendentes.

A ferramenta também é da Adobe é tem por objetivo auxiliar na pós-produção. Ele é muito utilizado em grandes produções, inclusive de cinema. Ele oferece para o usuário a autonomia de manipular as cenas, como retirar e colar objetos, fazer motion graphics e animações.

Vantagens:

  • Variedade de recursos;
  • Interface simplificada;
  • Permite o funcionamento com outros aplicativos da Adobe.

Desvantagens:

  • Exige conhecimento profissional;
  • É um aplicativo pago;
  • Lentidão dependendo do hardware.

editor de vídeo

3. Final Cut Pro

O Final Cut Pro é um editor profissional produzido pela Apple.

Também conta com ferramentas amplas para auxiliar o usuário na hora de fazer a produção. Por isso, também exige conhecimento mais aprofundado de edição de vídeo.

Vantagens:

  • Renderização veloz;
  • Estabilidade;
  • Uma grande gama de efeitos e gráficos em tempo real;
  • Não precisa de aplicativo de suporte;
  • Interface simples e intuitiva.

Desvantagens:

  • Pagamento de cerca de R$1.003,00;
  • Não oferece atualizações constantes;
  • Exclusivo para computadores MAC;
  • Problema de compatibilidade com alguns formatos;
  • Não tem versão em português.

editor de vídeo

4. Sony Vegas

Esse programa da Sony é uma excelente alternativa para quem busca um editor profissional que forneça uma gama de possibilidades para edição de imagens e áudios. Ele oferece mais de 300 efeitos e transições, além de edição em 3D e inserção de legendas.

Vantagens:

  • Programa estável;
  • Suporta vídeos HD;
  • Banco próprio de trilhas;
  • Renderiza em quase todos os formatos;
  • Interface intuitiva.

Desvantagem:

  • Apresenta lentidão dependendo do hardware.

editor de vídeo

5. Corel Vídeos Studio Pro

O aplicativo da Corel traz para os usuários um panorama de recursos modernos, como suporte para 3D e filmes em alta definição.

Ele fornece ferramentas avançadas de manipulação de filmes, trilhas sonoras e novos projetos de mídia.

Vantagens:

  • Semiprofissional e, por isso, se adequa a iniciantes e profissionais;
  • Interface limpa, organizada e bonita;
  • Recursos modernos;
  • Fácil uso.

Desvantagens:

  • Pode travar dependendo do hardware;
  • Disponível apenas em inglês.

editor de vídeo

6. Avid Media Composer

O Avid é um software de edição e produção de vídeos profissional que permite que a edição seja feita simultaneamente à produção, em tempo real.

É bastante conceituado e usado em redes de televisão e empresa de produção de vídeos.

Vantagens:

  • Permite que profissionais de edição e produção de vídeos trabalhem juntos, por meio compartilhamento de projetos na nuvem;
  • Próprio para o ambiente de trabalho;
  • Não restringe o tamanho de mídias;
  • É bastante completo.

Desvantagens:

  • A interface não é muito agradável;
  • Não serve para ser usado casualmente.

editor de vídeo

Além dos softwares, fique atento ao seu hardware

Preste atenção a outro fator muito importante no momento de decidir qual editor de vídeo usar. Ou como fazer a melhor edição do seu vídeo.

De nada adianta instalar um software profissional que atenderá todas as suas necessidades se o seu hardware não o aguenta. Então, veja se o programa não é muito pesado e se exige muito do seu computador.

Talvez um HD externo seja uma boa opção para armazenar seus conteúdos já produzidos. Você também pode optar por salvá-los na nuvem. Dessa forma, você economiza memória do seu computador.

Sites de editores de vídeo

Além de programas, também existe a opção de editar vídeos online rapidamente em sites. Confira abaixo os principais do mercado!

1. Showbox

Este editor de vídeo é uma opção online criado para fazer seu próprio TV Show. O Showbox oferece muitos templates  e você pode gravar com a webcam e ter um fundo de tela com imagens, vídeos e sons.

Para os iniciantes, ele é ideal, pois é bastante fácil de se usar e de se obter um bom resultado.

Vantagens:

  • Não precisa baixar um programa;
  • vídeo baseado na nuvem;
  • Fácil de usar;
  • Aceita diversos formatos de vídeos.

Desvantagens:

  • É um aplicativo pago;
  • Na versão gratuita você terá que exibir crédito ao final;
  • Possíveis problemas de atraso caso a internet falhe.

editor de vídeo

2. YouTube

O YouTube também tem o próprio editor de vídeo. Você pode selecionar vídeos da sua biblioteca e cortar, gerenciar o áudio, pôr trilha sonora, adicionar filtros, entre outros.

Tem a opção de correção automática, na qual instantaneamente a iluminação e a cor do vídeo serão alteradas.

Vantagens:

  • É gratuito;
  • Dispõe de vídeos e músicas do Creative Commons;
  • Recursos fáceis e rápidos de serem usados.

Desvantagens:

  • Só funciona com vídeos que já estão carregados no Youtube;
  • É um editor de vídeo básico.

editor de vídeo

3. WeVideo

O WeVideo é simples e fácil de ser usado. Por isso, bom para iniciantes. Possui efeitos personalizados de transição e efeitos, além de bons recursos de edição.

No fim, você pode fazer upload dos seu vídeos nas redes sociais.

Vantagens:

  • Fácil e interativo;
  • Tem versão gratuita;
  • Funciona cooperativamente, podendo compartilhar o projeto com outros.

Desvantagens:

  • A versão gratuita é limitada;
  • Recursos avançados são pagos;
  • A versão gratuita deixa uma marca d’água nos vídeos.

editor de vídeo

4. Kizoa

Um editor de vídeo popular, o Kizoa é feito em uma nuvem de compartilhamento. Te permite cortar e acrescentar efeitos adicionais. Pois possui um acervo de músicas e introduções prontas para o uso.

Por ser em flash, funciona melhor com o Google Chrome.

Vantagens:

  • Interface amigável;
  • Tem diversos modelos e efeitos disponíveis;
  • Pode carregar arquivos da sua biblioteca para a Cloud.

Desvantagens:

  • Na versão gratuita, o resultado final não é de alta qualidade;
  • Tem, no máximo, 1GB na versão gratuita.

editor de vídeo

5. Magisto

Outro aplicativo bastante popular é o Magisto.

Com ele, você pode transformar vídeos comuns em vídeos com maior qualidade. O site tem temas prontos e até trilhas sonoras de artistas famosos para serem usado.

Vantagens:

  • Pode criar vídeos a partir de imagens;
  • A interface é divertida e simples;
  • Os recursos de edição são automatizados para uso.

Desvantagens:

  • A duração do vídeo final é limitada;
  • Os preços das subscrições são altos.

editor de vídeo

6. Online Video Cutter

O Online Video Cutter serve basicamente para cortar vídeos, como o próprio nome diz. Mas além disso, também possui outras ferramentas de edição, como ajustar o tamanho dos vídeos e rotacioná-los.

Vantagens:

  • É gratuito;
  • Simples e fácil de ser usado.
  • Suporta muitos formatos de mídia.

Desvantagens:

  • É básico e não tem muitas funcionalidades;
  • Tem o limite de 500MB para os arquivos que serão editados.

editor de vídeo

Conclusão

Como você percebeu ao longo do texto, as opções no mercado são muitas e se adequam às necessidades de cada pessoa ou empresa.

Agora você precisa planejar todos os gastos e ver se vale a pena fazer um investimento em software de edição de vídeo.

Mas uma coisa é certa, a edição de vídeos é o que vai levar o seu projeto ao sucesso ou a ruína. Por isso, é sempre importante lembrar da responsabilidade dessa parte para a conclusão final do seu vídeo. E depois de editar o seu vídeo, que tal decidir onde hospedá-lo? Preparamos um guia com tudo o que você precisa saber sobre hospedagem de vídeos.