Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Conheça os melhores equipamentos para produção de vídeos

Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Quer investir em vídeo marketing ou aumentar a qualidade dos seus conteúdos, mas não sabe como? Um fator que pode ajudar você nessa empreitada é adquirir os equipamentos para produção de vídeos adequados.

Escolher as ferramentas que melhor se encaixam nos seus objetivos pode ser bastante desafiador. Afinal, são dezenas de opções diferentes, com características e preços variados. E ninguém quer comprar os equipamentos errados, não é mesmo?

Pensando em ajudar você, listamos os equipamentos de vídeo mais importantes para você começar a produzir conteúdos incríveis. Vamos lá?

Dê uma olhada no que você vai encontrar neste texto:

Quais os equipamentos de produção de vídeo essenciais?

Alguma vez já assistiu a um vídeo online e tentou imaginar como fazer o seu próprio conteúdo?

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, gravar vídeos exige muito mais do que apenas uma câmera na mão e uma ideia na cabeça.

Não importa se o seu objetivo é divulgar um lançamento, aumentar as vendas ou promover um produto. É essencial contar com os equipamentos de produção de vídeo adequados para produzir conteúdos de qualidade para o seu público.

Mas quais são essas ferramentas, afinal?

Podemos separá-las em equipamentos de imagem, som, iluminação e de suporte. De maneira geral, você vai precisar de:

  • Uma câmera para gravar as imagens;
  • Microfones para captar o áudio do seu vídeo;
  • Equipamentos de iluminação;
  • Suportes para os equipamentos;
  • Um computador com placa de captura;
  • Um software de edição de vídeos;
  • Uma plataforma de vídeos online para hospedar o conteúdo.

Com todos os equipamentos acima, você será capaz de produzir qualquer tipo de conteúdo com grande qualidade de áudio e vídeo.

Sem mais demora, vamos conhecer mais sobre os equipamentos para gravar vídeos? Nos próximos tópicos, reunimos alguns dos modelos mais indicados para você começar a gravar.

1. Câmeras

O principal equipamento de um vídeo é, como você já devia imaginar, é a câmera. Ela é responsável por capturar as imagens da filmagem. Portanto, a qualidade da câmera irá influenciar diretamente no resultado final.

Existem milhares de câmeras diferentes para quem quer começar a gravar vídeos, entre compactas, semiprofissionais e profissionais.

A seguir, separamos alguns modelos de diferentes faixas de preço para você escolher:

a) Canon T5i

equipamentos de produção de vídeo

Para quem procura qualidade de imagem e possibilidade de realizar ajustes no vídeo por um preço amigável, a Canon T5i é uma boa escolha.

Custando a partir de 1,5 mil reais, essa câmera é uma das opções mais populares entre os youtubers. Ela permite filmar em HD, conta com visor de LCD giratório, além de um sensor de 18 megapixels.

Outra vantagem desse modelo é que ela permite trocar as lentes. Dessa maneira, você pode adquirir uma objetiva de maior qualidade para turbinar ainda mais os seus vídeos.

No vídeo abaixo, você confere um vídeo de teste dessa câmera:

b) Canon 6D

equipamentos para produção de vídeos_canon 60d

Agora, se você quer uma câmera que, além de gravar com qualidade, seja excelente para fotografia, o modelo mais indicado é a Canon 60D.

Essa câmera possui um sensor de 20,2 megapixels full frame, ou seja, que capta mais informações da cena do que um sensor cropado, como o da T5i.

Além disso, conta com GPS e Wi-Fi embutido, o que facilita na hora de transferir os arquivos para um computador ou notebook. E para ajudar em filmagens em locais mal iluminados, a câmera apresenta ISO de até 102.400.

Entretanto, ao contrário da T5i, o visor de LCD não é giratório, o que pode ser empecilho para quem pretende gravar conteúdos sozinho.

Mas tanta qualidade possui um preço um pouco mais alto, a partir de 4 mil reais no varejo online. Mas tal investimento compensa, já que a qualidade da imagem é incomparável, como você confere no vídeo abaixo:

c) GoPro Hero 4

equipamentos

Quando o assunto é registro de imagens, a GoPro é uma das marcas mais lembradas do mundo. Especialmente em filmagens ao ar livre.

Além do design compacto e do sistema avançado de estabilização de imagens, o que mais chama atenção nela é a resistência à água e a grandes impactos. E claro, a lente grande angular, capaz de capturar imagens em um campo de visão mais amplo.

A marca possui diversos modelos diferentes. Mas o mais acessível no momento é a GoPro Hero 4, que pode ser encontrada a partir de 1,8 mil reais.

Com essa câmera, você será capaz de gravar em resolução 4K e terá conexão Wi-Fi e saída HDMI para conectar o equipamento à TVs e monitores.

Confira o vídeo a seguir de uma viagem à Tailândia gravado com uma GoPro Hero 4:

d) Smartphones

equipamentos

Okay, nós sabemos que nem todo mundo pode se dar ao luxo de comprar uma câmera top de linha. Mas isso não é desculpa para não gravar vídeos com qualidade.

Mesmo sem ter um equipamento de última geração, é possível usar um smartphone!

Hoje em dia, esses aparelhos contam com câmeras avançadas, que fotografam e gravam em altíssima resolução, além de permitirem alguns truques, como desfocar o fundo da imagem.

Apenas lembre-se que esses aparelhos ainda não alcançam a qualidade de câmeras dedicadas.

Mas assim como no caso das câmeras, existem diversos modelos no mercado, com características, funcionalidades e preços diferentes. A escolha dependerá da sua preferência e, claro, do orçamento da sua produção.

De maneira geral, o ideal é escolher um smartphone com uma câmera de alta resolução e uma abertura de diafragma maior (próxima de f/2.0), grande sensibilidade de ISO e estabilização óptica de imagem.

Existem aparelhos que gravam com boa qualidade nas mais variadas faixas de preço, como:

  • Samsung Galaxy J7 Prime: a partir de 900 reais;
  • LG G6: a partir de 1500 reais
  • iPhone 7: a partir de 2700 reais

Seja qual for a sua escolha, tenha em mente que existem aplicativos que permitem ter maior controle sobre a qualidade da imagem. Eles são essenciais para dar um ar mais profissional ao seu conteúdo, além de auxiliar na etapa de edição.

Bônus: Lentes

equipamentos para produção de vídeo

Existe um aspecto que interfere muito na qualidade final da imagem de um vídeo: a lente da câmera.

Também conhecida como objetiva, ela é composta por uma série de lentes ópticas que captam a luz e a transmitem para o sensor da câmera, que irá transformá-la em dados digitais.

Uma qualidade da lente, fabricada com materiais nobres e resistentes, pode ser percebida no resultado final da imagem. Quanto melhor a lente, mais nítidas, reais e sem aberrações serão suas filmagens.

O problema é que as melhores lentes do mercado costumam custar até mais caro que algumas câmeras fotográficas. E isso pode assustar quem está começando a investir na produção de vídeos.

Acontece que, ao contrário de uma câmera, que fica obsoleta rapidamente, as lentes possuem uma vida útil mais longa. Depois de comprar uma objetiva, ela será compatível com as próximas câmeras que você adquirir.

Ou seja, vale a pena gastar um pouco mais com uma lente de qualidade, já que o retorno sobre o investimento será maior.

Na hora de escolher uma objetiva, é fundamental avaliar aspectos como a distância foca, a abertura do diafragma e a presença ou não de estabilização óptica.

Existem diversos tipos de lentes diferentes, cada uma voltada para um tipo de conteúdo e objetivo diferentes. Mas para gravar vídeos, alguns modelos são mais recomendados, como:

  • Lentes de foco fixo (como a famosa 50 mm);
  • Lentes zoom;
  • Olho de peixe;
  • Grande angular.

2. Microfone

O áudio é um aspecto da produção audiovisual ignorado por algumas pessoas. E esse é um grande erro!

Metade do conteúdo em vídeo é áudio. Logo, se o som não tiver qualidade e definição, a compreensão do conteúdo pode ser prejudicada e ele pode ser abandonado logo nos primeiros minutos.

Para evitar a presença de ruídos externos na hora de gravar áudio, chiados ou som baixo, é aconselhável usar um microfone externo. Assim, você consegue captar a voz e o som do ambiente com mais nitidez e o resultado final será mais agradável.

A seguir, reunimos alguns modelos de microfone que vão turbinar as suas produções:

a) Microfone Rode Stereo VideoMic

equipamentos de produção de vídeo

O Rode Stereo VidMic é um microfone externo que, quando conectado à câmera, capta o som com alta qualidade e riqueza de detalhes.

Esse modelo é um microfone direcional. Ou seja, ele capta melhor o áudio no sentido para o qual está apontado. Basta apontar para a pessoa que está falando para ter um som livre de interferências.

E caso o seu vídeo seja gravado ao ar livre, procure evitar ambientes com muito vento. Um acessório que ajuda a evitar ruídos indesejáveis é o protetor de vento Dead Cat. Esse protetor possui uma aparência similar à cauda de um gato, daí o seu nome.

Ao ser acoplado em um microfone externo, o Dead Cat reduz a interferência que o vento pode causar no áudio. Com isso, a qualidade do seu conteúdo aumenta.

No vídeo abaixo, o famoso youtuber PC Siqueira conta como produz vídeos e indica diversos equipamentos. Entre eles, está o microfone Rode Stereo VidMic.

b )Microfone de lapela

equipamentos

Você já deve ter visto um desses microfones em programas de TV e telejornais. O microfone de lapela é preso na roupa e é ideal para ambientes mais barulhentos. Por causa disso, capta o áudio com mais precisão.

O microfone de lapela apresenta um excelente custo-benefício em relação a outros modelos e ajuda a turbinar os seus vídeos. No mercado, os preços variam muito, com modelos a partir de 200 reais.

Esse valor pode parecer alto para um microfone tão pequeno. Entretanto, é um investimento necessário para produzir vídeos de qualidade.

Se você quiser conhecer os principais modelos de microfone de lapela, confira o vídeo abaixo. Nele, Jânio Freitas mostra as melhores opções do mercado:

Bônus: Gravando áudio com o fone do celular

equipamentos para produção de vídeo

Se você não possui um microfone ou não pode investir em um por enquanto, não entre em pânico! O celular pode salvar a sua vida (e o áudio do seu conteúdo), ajudando você a gravar vídeos sem gastar muito.

Você pode usar o celular de duas maneiras na hora de filmar.

A primeira consiste em usar um aplicativo de gravação de voz e segurar o aparelho virado para baixo, próximo ao seu rosto. Dessa maneira, a sua voz será captada com mais clareza e definição.

Mas vale lembrar que o microfone embutido dos celulares não é tão bom quanto um externo e costuma captar ruídos externos com facilidade.

Para evitar isso, utilize o fone de ouvido do aparelho como um microfone de lapela. Basta prendê-lo na roupa, escondendo os fios. Esse microfone é unidirecional, gravando a voz com mais eficiência e sem distrações.

3. Iluminação

Usar a luz natural na hora de filmar sempre é uma boa opção. Afinal, é de graça e dá o efeito que queremos: o de iluminar nossos vídeos!

Porém, nem sempre é possível gravar com a luz do dia, seja por causa do horário disponível ou do local de gravação.

Nesses casos, podemos usar luzes artificiais para iluminar o set de gravação e, assim, melhorar a qualidade da imagem.

Isso porque, em ambientes com iluminação deficiente, a imagem pode apresentar ruídos, baixa definição e distorções cromáticas. Iluminar a cena corretamente ajuda a evitar esses problemas.

Confira algumas opções que podem te ajudar nesse processo:

a) Rebatedor

equipamentos de produção de vídeo

O rebatedor é um equipamento útil tanto em gravações externas como internas. Como o nome sugere, ele serve para rebater a luz, direcionando-a para as áreas de maior sombra.

Dessa maneira, é possível ter uma imagem com sombras menos duras e marcadas, dando um aspecto mais natural e suave.

Podemos encontrar rebatedores de diversas cores, cada uma com funções distintas.

A dourada, por exemplo, serve para rebater e suavizar a luz solar, reduzindo as áreas de sombra mais duras.

O rebatedor prateado, por sua vez, é muito útil em gravações noturnas, já que aumenta o contraste e o brilho das imagens.

Por fim, o branco também ajuda a suavizar a luz solar. Mas ao contrário dos outros modelos, é usado diretamente contra o sol, e não contra a pessoa que está sendo filmada.

b) Softbox

equipamentos para gravar vídeos

Você conhece o softbox? Esse equipamento consiste em uma fonte de luz instalada atrás de um material difusor.

Esse difusor tem como objetivo fazer com que a luz fique mais suave e espalhada pelo cenário. Dessa maneira, evitamos as sombras duras e marcadas que as luzes artificiais costumam criar.

Entretanto, o softbox é um equipamento grande, ocupando muito espaço. Por causa disso, não é adequado para locais pequenos. Leve isso em consideração na hora de montar o seu setup de iluminação.

Bônus: Usando uma luminária ou abajur

equipamentos

Se você precisa de uma solução rápida e barata para iluminar os seus vídeos, está com sorte! É possível melhorar o aspecto das suas produções com um simples abajur.

Para fazer isso, basta posicionar a câmera no centro, com luminárias nas laterais. O ideal é usar dois abajures para iluminar ambos os lados da cena.

O problema de usar luminárias desse tipo para iluminar o seu vídeo é que a luz costuma ser estourada e formar sombras muito duras.

Para amenizar esse problema, você pode colocar tecidos do tipo TNT na cor branca cobrindo o foco da luz. É como se você construísse um softbox caseiro.

4. Suporte para os equipamentos de vídeo

equipamentos para produção de vídeos

Um dos maiores problemas que podem afetar a qualidade dos seus vídeos é uma imagem tremida ou instável. Principalmente quando seguramos a câmera com as mãos.

Para evitar que isso aconteça, é fundamental contar com os suportes corretos para os equipamentos de vídeo. Dessa maneira, você terá uma imagem estável e com uma aparência ainda mais profissional.

Separamos algumas opções que você pode usar nas suas gravações:

a) Tripés

equipamentos de vídeo

O tripé é o equipamento que trará mais segurança e estabilidade para as suas câmeras. Garantindo que as imagens não tremam e fique estáveis.

Como o nome sugere, ele possui três pés de sustentação e podem ser encontrados em diversos tamanhos.

No mercado, é possível encontrar diversos modelos de tripé, cada um voltado para um tipo de equipamento diferente.

Tripés menores, por exemplo, são ideais para câmeras portáteis e smartphones. Já os tripés maiores, são indicados para equipamentos mais pesados.

Os preços variam bastante, principalmente dependendo do tamanho e resistência. Vale a pena pesquisar na internet quais os modelos que melhor se encaixam nas necessidades da sua produção.

b) Ventosa

equipamentos de vídeo

Nem sempre é possível adquirir um tripé, especialmente os modelos mais caros e resistentes.

Se a sua câmera é mais leve e compacta, uma ventosa pode ser uma boa opção! Ela é similar àquela que utilizada para encaixar aparelhos de GPS no para-brisa de carros.

Você pode prender a sua câmera em uma superfície de vídeo ou em um espelho. Dessa maneira, além de estabilizar a sua câmera, de quebra ajuda a melhorar o enquadramento sem precisar de outra pessoa.

c) Caixas e livros

equipamentos

Agora, se a ideia é economizar de verdade, mas sem prejudicar a qualidade dos conteúdos, temos a solução ideal para você.

Sabe aqueles livros, revistas, caixas de sapato e outros objetos similares que estão sem utilidade, jogados em casa? Eles podem ser uma boa opção para estabilizar a imagem de vídeos.

É bem simples. Basta empilhar os livros ou caixas até a altura mais adequada e colocar a câmera em cima. Em seguida, é só começar a gravar (no modo automático, okay?).

5. Cenários

Um plano de fundo bem elaborado ou um detalhe interessante no cenário de gravação pode fazer toda a diferença.

O foco não é tirar a atenção a atenção do público do sue conteúdo. Mas sim tornar o ambiente mais agradável de se ver.

Vamos conhecer algumas soluções simples para você criar cenários sem muito trabalho:

a) Janela

 

equipamentos para produção de vídeos

A vista do seu quarto ou escritório é muito bonita? Que tal aproveitar essa visão panorâmica para dar mais dinamismo aos seus conteúdos?

Basta posicionar a câmera de frente para a janela e começar a gravar!

Mas tenha cuidado redobrado com a iluminação do seu vídeo. Por se posicionar contra a luz, o vídeo pode apresentar um efeito de silhueta: o cenário ficará iluminado, enquanto você estará escuro.

Para evitar que isso aconteça e garantir que você esteja visível na tela, posicionar rebatedores ou fontes de luz na sua frente. Assim, o público será capaz de ver tanto a vista da janela quanto você.

b) Quadros

equipamentos para gravar vídeos

Uma parede cheia de quadros é uma ótima opção para um cenário convidativo.

Existem diversos sites que vendem quadros e pôsteres com temas diversos, como quadrinhos, frases motivacionais ou paisagens.

Mas você também pode fazer os seus próprios quadros. Basta imprimir alguma imagem interessante e montá-la em uma moldura.

Na hora de fixar os quadros na parede, os organize primeiramente no chão. Ou então, pegue pedaços de papel com o mesmo tamanho do quadro e simule colocando com fita crepe na parede.

Dessa maneira, você garante que os quadros estarão organizados corretamente na parede. E ainda evita que alguns deles fiquem tortos.

Lembre-se apenas de que os quadros precisam ter temas que dialoguem com o assunto dos seus vídeos. Não adianta gravar conteúdos sobre economia com uma parede cheia de imagens de super-heróis.

c) Objetos

equipamentos de produção de vídeo

Outra ideia de cenário muito legal é simplesmente sentar em frente a uma mesa de trabalho com objetivos aleatórios ao fundo. Nada que chame muito a atenção, mas peças comuns do seu ambiente de trabalho.

Uma alternativa para deixar o sue vídeo mais interessante é aumentar a abertura do diafragma da câmera. Assim, você consegue deixar o fundo desfocado, enquanto deixa o primeiro plano bem nítido.

Um bom exemplo de uso de objetos é o vídeo abaixo, do canal Porta Afora, do comediante Fábio Porchat:

d) Lousa adesiva

equipamentos de vídeo

Que tal ter os principais tópicos e assuntos escritos na parede durante o seu vídeo?

Para isso, basta instalar uma lousa adesiva na parede. Com essa técnica, você transformará o seu quadro ou sala em um grande quadro negro.

Você pode fazer desenhos engraçados, escrever frases motivacionais ou apenas colocar os principais pontos que serão abordados no conteúdo. Depois, basta usar um pano para apagar e deixar a superfície pronta para o próximo vídeo!

O preço varia pelo metro quadrado, mas você pode improvisar uma superfície dessas com uma tinta específica ou até com papel contact.

Abaixo, você confere como fazer uma lousa na sua parede:

e) Logo da empresa

Outra opção muito legal é gravar o vídeo em algum lugar da empresa que tenha a logo da marca bem visível.

Dessa maneira, você consegue fortalecer e fixar a imagem da sua companhia e criar um cenário padronizado para os vídeos.

Agora, caso isso não seja possível, você pode usar a logo como uma marca d’água, aquele pequeno ícone desbotado localizado nos cantos inferior ou superior.

Só tome cuidado para que a logo não tire a atenção do público do seu conteúdo.

6. Programas de edição de vídeo

Não pense que a produção de vídeos inclui apenas a gravação das imagens. Para ter conteúdos de qualidade, é fundamental investir na etapa de edição do vídeo.

É durante esse processo que todas as cenas filmadas serão montadas de acordo com o roteiro e o produto final ficará mais próximo do que foi planejado. Além de ajudar a corrigir eventuais erros e problemas com a imagem.

Existem diversos programas de edição de vídeo que você pode usar. Separamos abaixo alguns dos mais famosos, desde os iniciantes até os profissionais. Dê só uma olhada:

a) iMovie

programas de produção de vídeo

O iMovie é um editor de vídeos gratuito e que já vem instalado em computadores da Apple. Com interface dinâmica e simples, permite editar conteúdos de maneira simples e rápida.

Ideal para iniciantes, apresenta diversos efeitos de áudio e filtros, ideais para deixar os vídeos mais agradáveis e interessantes.

Uma das principais desvantagens desse software, entretanto, é a ausência de recursos mais avançados de som e imagem.

b) Avidemux

equipamentos para gravar vídeos

O Avidemux é um editor conhecido por ser leve, estável e fácil de usar. Ele apresenta diversas opções de ajustes de imagem e som.

Bastante leve, esse programa é gratuito e compatível com dezenas de formatos de vídeo. Entretanto, a interface é um pouco confusa, dificultando o acesso aos recursos mais avançados de edição.

c) Filmora Wondershare

equipamentos de vídeo

Agora, se você procura um programa mais robusto, mas, ainda assim fácil de usar, o Filmora é a melhor alternativa.

Ele apresenta uma interface intuitiva, com acesso a diversos filtros e vários recursos para deixar os seus vídeos mais dinâmicos.

Para ter acesso a todos os recursos que o software oferece, é necessário comprar uma licença. Existe ainda a opção de adquirir uma versão de testes gratuita, porém limitada.

d) DaVinci Resolve

editor de vídeo

Se você já possui conhecimentos mais avançados de edição e quer ter controle total sobre todos os aspectos dos seus conteúdos, utilize o DaVinci Resolve.

Esse software permite realizar ajustes de cores e qualidade da imagem, inserir efeitos de transição, aplicar filtros e melhorar o áudio do conteúdo.

O programa conta com uma versão gratuita, com acesso a todos os principais recursos de edição, e uma paga, com suporte a multiusuário, ferramentas 3D e diversos plugins.

e) Adobe Premiere Pro CC

editor de vídeo

Parte dos editores gráficos da Adobe, o Premiere é um dos programas mais usados em edição de vídeo.

Esse software conta com recursos avançados de edição, como correção de cores, transições, filtros de imagem, entre outros.

Mas tantos recursos acabam exigindo um conhecimento mais avançado, o que pode afastar usuários iniciantes.

Além disso, é um software um pouco mais caro que os anteriores, com licenças custando a partir de 71 reais por mês.

f) Adobe After Effects

equipamentos para gravar vídeos

Ao falar de edição de vídeo, não poderíamos deixar o Adobe After Effects de fora. Esse aplicativo é um dos mais completos do mercado, bastante utilizado em grandes produções de TV e cinema.

Com ele, é possível manipular cenas, retirar e colar objetos, criar motion graphics e animações, entre outros recursos.

A desvantagem é que, para acessar todas as suas funcionalidades, é preciso ter conhecimentos mais avançados. Além disso, o software exige a compra de uma licença, que custa a partir de 71 reais mensais.

7. Comece com o que você tem

Com os equipamentos de vídeo que citamos até aqui, você será capaz de criar conteúdos incríveis e com uma aparência profissional.

Mas é bom lembrar que nem todos eles são necessários para produzir bons vídeos. Para quem está começando, investir em ferramentas caras pode não ser a melhor opção.

Portanto, comece aos poucos, adquirindo uma câmera ou utilizando aquela que você já tem. À medida que a necessidade por produzir mais vídeos aumenta, considere investir em novos equipamentos.

O importante é não deixar de produzir vídeos jamais! E, claro, não empurrar essa tarefa com a barriga.

Foque os seus esforços na qualidade do seu produto. Esse é o principal pilar para engajar e fidelizar o seu público.

E agora que você já sabe tudo sobre os principais equipamentos de produção de vídeos, é hora de entender mais sobre o processo de gravação! Preparamos um artigo que pode te ajudar a criar um cronograma de produção eficiente. Não deixe de ler!