Loading Posts...

Você sabia que webinar ou web conferência pode ser uma das ferramentas mais poderosas do marketing digital? Pois é! A web conferência é capaz de engajar sua audiência, criar um vínculo entre você, sua empresa e seus potenciais clientes, além de gerar leads. Afinal, é mais uma chance de nutri-los com conteúdo relevante. Tanto que, atualmente, tem sido muito utilizada por gestores para os mais diferentes propósitos de marketing digital.

A transmissão ao vivo é, por exemplo, uma ótima forma de trabalhar um tema da estratégia de marketing digital da sua empresa com o intuito de:  

  • Atrair e gerar leads
  • Tratar uma temática mais avançada para alavancar seus leads no funil de vendas
  • Fazer da web conferência uma demonstração ao vivo do produto para converter os leads avançados em clientes reais

Ou seja, o poder da conversão em webinário resume bem a sua tamanha importância. Sem contar que a transmissão ao vivo ainda pode ser somada às outras estratégias de marketing e cultura digital. Afinal, a web conferência garante um maior nível de atenção dos seus públicos de interesse.

Assim como outras estratégias de marketing digital, o seminário online também precisa ser executado da forma correta para atingir a sua total eficiência. Por isso, vamos te ajudar a organizar um webinar de sucesso e não cometer os 7 erros listados a seguir.

Os 7 erros que você não deve cometer ao fazer uma web conferência

1. Não dar a devida importância ao tema  

De nada adianta investir em web conferência e não focar seus primeiros esforços na etapa mais importante, que é a escolha do tema. Essa fase deve ser feita pelo menos três semanas antes da data de transmissão e por meio da criação de lista de possíveis assuntos a serem abordados.

A partir desse brainstorming, reflita e analise qual temática irá trazer mais resultados para os seus negócios. Pois, não é interessante ou vantajoso fazer uma transmissão ao vivo sem um objetivo claro, não é mesmo? É seu primeiro webinar? Qua tal sua estratégia ser ganhar ainda mais audiência e engajamento com seus potenciais clientes? Já está mais adiantado no que diz respeito a estratégia em vídeos? Então, essa é uma boa hora de fazer uma promoção ou mesmo um vídeo tutorial do seu produto carro chefe!

2. Esquecer da divulgação

Mais um erro bem cometido durante a organização de um seminário online é esquecer de divulgar o mesmo. Não faça isso! Assim que fechar o planejamento do webinar, foque na divulgação! Mas, como?

Uma boa maneira de divulgar sua transmissão ao vivo é enviar um e-mail para os seus clientes já assinantes da sua newsletter. Mande um convite para eles, informando o tema, data e horário.  E não se esqueça de linkar esse convite à landing page referente e também preparar chamadas em todos os seus canais virtuais de comunicação (site, intranet, mídias sociais, etc) com o mesmo objetivo.  O ideal é chamar com cinco dias ou uma semana de antecedência e sempre com o link da landing page.

3. Não testar a plataforma de transmissão

Você já teve a experiência de assistir uma transmissão ao vivo em que a pessoa não se organizou e ficava testando som, imagem e até fazendo perguntas como “estão me ouvindo”? Pois é! Não foi uma boa vivência, certo? Então, se não quer passar essa mesma negativa imagem para seus clientes potenciais, escolha uma plataforma de transmissão adequada. Inclusive, em relação à sua banda larga. O ideal é que, antes da transmissão ao vivo, você teste algumas ferramentas.

Hoje em dia, existem diversas plataformas utilizadas para a realização de webinars, algumas gratuitas e outras pagas, como VidMonsters, Google Hangouts, Facebook, YouTube, WebinarJam, Twitch, WeBex, GoToWebinar e GoToMeeting. Na hora de decidir qual usar, leve em consideração a sua necessidade e como a ferramenta que pretende fazer uso atende ao que precisa especificamente.

4. Não ensaiar o webinar

Você pode achar que não, mas mesmo os mais famosos palestrantes se preparam antes de subir ao palco. Além disso, você sabia que existem empresas especializadas em construir discursos perfeitos? Pois é! Não é nada profissional iniciar uma transmissão ao vivo sem se preparar para tal. O ensaio é de suma importância e deve fazer parte do seu planejamento.

Durante o ensaio, estruture toda a apresentação. Inclusive, uma boa dica é criar um roteiro para o webinar. Assim, você garante que, no momento da transmissão, tudo irá acontecer da maneira que pensou. Além disso, o ensaio lhe ajuda a cronometrar se o conteúdo está adequado ao tempo para qual o webinário foi planejado.

5. Atrasar e programar em data e hora erradas

Outro erro muito comum durante a organização de um seminário online é marcá-lo em data e horário não estratégicos. Mas, como assim não estratégicos? Simples! O dia e hora do seu webinar devem ser determinados de acordo com a análise do perfil da sua audiência. Se seu público costuma acessar à Internet apenas em horários comerciais, por exemplo, de nada irá adiantar marcar a transmissão ao vivo em uma noite de sexta-feira, ou sábado e  domingo. Entende?

Além de prestar atenção à data e hora mais adequadas para seu webinar, também é importante fazer essa marcação com certa antecedência e não atrasar. Não é bom deixar nada para em cima da hora ou fazer com que os espectadores esperem. Você pode acabar perdendo a audiência com esse deslize. O indicado é ser sempre pontual e agendar com pelo menos três semanas de antecedência para que tenha tempo de captar leads e ter pessoas para acompanhar a sua transmissão.

6. Não usar CTA

Definidos o tema, data, horário e plataforma do seu webinário? Ok! Mas, ainda é preciso se dedicar ao detalhe que irá garantir a continuidade do engajamento do seu público e, quem sabe, materializar a sua conversão em webinar: O CTA. Isso mesmo! É um erro muito grande não usar esse poderoso recurso.

O CTA, call to action em inglês, significa ‘a chamada à uma ação’ em português. Ou seja, são links ou funções ofertadas ao final do webinar e que levam os usuários a realizar ações. O uso de CTA é primordial para promover suas ofertas de marketing digital e gerar leads, por exemplo. Sendo válido ressaltar que existem diversos tipos, como um link para um post relacionado ou a oferta de um material rico que direcione o leitor para uma landing page. O que você precisa ter em mente é que o CTA deve conduzir os telespectadores do seminário online para o próximo passo no seu funil de vendas.

7. Não pensar no pós  

Depois de tanto esforço para realizar um webinar, muita gente, infelizmente, esquece de pensar no seu pós. Uma pena! Pois, por meio de uma mensuração qualitativa e quantitativa do público alcançado, você tem como  melhorar sua próxima transmissão ao vivo, por exemplo.  Além disso, é no período posterior ao seminário online que você deve mais aproveitar seu público. Até porque, agora, ele está muito mais engajado e próximo.

Não deixe que a audiência do seu webinar esfrie. Mantenha o seu evento vivo por mais tempo. Para isso, envie um email de agradecimento, disponibilize a web conferência em outras plataformas, como a VidMonsters e continue mantendo contato frequente. Uma boa dica é convidar as pessoas que assistiram sua transmissão ao vivo para novos webinários ou indicar leituras no seu site ou blog para elas. O uso de vídeos no e-mail marketing também é uma ótima pedida.

Viu como é muito importante planejar a web conferência e cumprir todas as suas etapas até o fim? Por isso, que tal ler um post exclusivo sobre checklist para organizar um webinar de sucesso? Aproveite!

Cresça agora os resultados dos seus vídeos

Aprenda tudo o que é necessário para alcançar resultados reais com seus vídeos:

Nosso objetivo é aumentar o seu ROI com vídeos <3 Powered by ConvertKit

Cresça agora os resultados dos seus vídeos

Aprenda tudo o que é necessário para alcançar resultados reais com seus vídeos:

Nosso objetivo é aumentar o seu ROI com vídeos <3 Powered by ConvertKit