VidMonsters
Por VidMonsters

Aprenda a gesticular em frente as câmeras naturalmente

VidMonsters
Por VidMonsters

Apresentar-se em frente à uma grande plateia ou mesmo se compor diante das câmeras, não é algo natural para a maioria das pessoas. Muitos de nós, por conta do nervosismo e do desconcerto, tendem a gesticular em frente as câmeras de modo pouco natural.

Todo mundo já viu algum vídeo ou alguma apresentação na qual o apresentador ou personagem em cena gesticula muito as mãos. Ou mesmo o contrário, quando ele coloca as mãos nos bolsos, ou cruza os braços.

Há um desconforto natural de qualquer pessoa em frente às câmeras e o que fazer com as mãos, durante o vídeo, é uma das dúvidas principais de todos os produtores de conteúdo em vídeo.

Neste artigo, iremos dar dicas práticas, para que você aprenda a gesticular em frente as câmeras de modo natural e espontâneo, mantendo a atenção na postura corporal correta, aliada ao contexto do vídeo. Confira!

A importância da Postura e Linguagem Corporal 

Não é de hoje que todos nós sabemos que a linguagem corporal é um importante componente da comunicação interpessoal.

Quando falamos com alguém, o interlocutor não nota apenas o que dizemos, mas também como parecemos, enquanto estamos falando.

O tom de voz, por exemplo, pode demonstrar uma mensagem completamente diferente das palavras que são ditas. Da mesma forma, isso acontece com a postura e a linguagem corporal.

Por exemplo, se você está falando com alguém sobre ter força, para ir em busca de seus sonhos, mas sua postura corporal se mostra encurvada e os olhos não se fixam na direção da câmera, então, a mensagem que o público irá receber será outra. De ansiedade, talvez tristeza ou até desânimo. O exato oposto que o objetivo inicial queria.

Desta forma, é importantíssimo a todos que buscam comunicar algo, que estudem sobre a linguagem corporal.

A linguagem corporal e a postura podem ser a chave para melhorar a comunicação com o público. Mas, se usadas de forma errada, podem ser um muro, um bloqueio entre o comunicador e o ouvinte.

Por que parecemos desajeitados nos vídeos? 

Quando ouvimos a nossa voz gravada pela primeira vez num áudio, temos uma sensação de muita estranheza. Achamos a voz muito diferente da nossa, talvez até feia.

Mas a verdade é que isto só acontece porque não estamos acostumados. Com o passar do tempo e ouvindo o áudio de nossa própria vez muitas vezes, ele vai soar cada vez mais familiar aos nossos ouvidos.

Da mesma forma, é normal achar sua imagem no vídeo estranha nas primeiras vezes. Tendemos a nos ver completamente desajeitados, mas isso não quer dizer que as pessoas que assistirão seus vídeos terão exatamente a mesma impressão.

No primeiro momento, você provavelmente notará que gesticula de uma forma que nunca tinha notado antes.

Por isso, é importante que você aprenda a gesticular em frente as câmeras, pois assim, logo você começará a se acostumar com a imagem que vê nos vídeos e ao mesmo tempo esta imagem começará a parecer mais natural. Afinal, você estará mais à vontade.

Após conhecer as dicas que daremos a seguir, o mais indicado é treinar bastante aspectos em vídeo, entre eles, como gesticular em frente as câmeras, para interagir com o público cada vez com mais naturalidade.

Como gesticular em frente as câmeras corretamente

O movimento de nossas mãos, a forma como movemos o corpo e outros gestos, expressam, mesmo que inconscientemente, sinais de como nos sentimos.

E estes sinais são recebidos pelas outras pessoas. Sinais que podem demonstrar insegurança, por exemplo, e que podem comprometer o conteúdo, sem nem ao mesmo o público ouvir o que você tem a dizer.

Por isso, para ter o melhor desempenho e aprender a gesticular em frente as câmeras, siga as dicas a seguir:

Antes de tudo: RESPIRE E RE-LA-XE!

Se você está colocando as mãos no bolso, ou de alguma forma ficando com a postura mais retraída, isso quer dizer, ou ao menos passará a impressão, de que está tímido ou desconfortável.

A dica de ouro é se soltar! Uma grande vantagem do vídeo é que ele pode ser editado e até mesmo regravado, quantas vezes forem necessárias. Então, não tenha medo de errar!

Uma outra dica é assistir várias vezes os seus vídeos. No início, você poderá até não gostar de ver eles. Mas isso irá ajudá-lo a ver no que está indo bem e em quais pontos precisa melhorar.

Além disso, assim poderá se acostumar com sua imagem no vídeo. Mas, caso você tenha muita dificuldade em se expressar em outras situações da vida e, não só diante das câmeras, pode ser interessante fazer aulas de teatro.

As aulas de teatro são conhecidas por ajudar as pessoas a agirem de forma mais extrovertida. Além disso, você aprenderá muito sobre comunicação corporal, importantíssima habilidade para os vídeos.

Utilize suas mãos para dar ênfase para as falas importantes 

Quando quiser destacar pontos do que está dizendo, use os movimentos de mãos adequados ao que quer transmitir.

Os movimentos podem ser mais agitados ou lentos, contidos ou amplos, tudo depende da ideia que se quer passar.

Mas é preciso ter atenção para gesticular em frente as câmeras na medida certa: nem muito, nem pouco. Não precisa parecer que está em uma missa e tampouco que está em uma festa de Carnaval. Gesticule com moderação e adequado ao contexto.

Gesticular excessivamente pode distrair a audiência 

É importante não gesticular em frente as câmeras demasiadamente, o movimento precisa ser natural. Afinal, essa atitude poderá demonstrar um nervosismo, que pode ser visto como despreparo pelo público.

Além dessa questão, os gestos muito constantes podem tirar a atenção do que você está dizendo. As pessoas podem começar a olhar mais para suas mãos do que para seu rosto.

Uma dica importantíssima é nunca cruzar os braços, pois esta postura poderá passar um sinal de superioridade ou de autoproteção.

Então, busque sempre gestos mais “limpos”, ou seja, que transmitam serenidade e desperte o interesse do público.

Também utilize sempre uma postura que ocupe mais espaço no ambiente, com ombros bem abertos e coluna alongada.

Segure alguma coisa 

Mesmo colocando em prática todas estas dicas, se você continuar se sentindo um pouco inseguro, uma opção sútil, para sentir mais segurança é segurar um objeto.

Claro, para não causar estranheza, este objeto deve ser algo comum ao tema e ao cenário. Como, por exemplo, uma caneta.

Este objeto será útil para dar segurança a você, enquanto fala. Afinal, ao segurar um objeto, você evitará movimentos inconscientes, como colocar as mãos no bolso, cruzar os braços ou gesticular em frente as câmeras de modo descontrolado.