Loading Posts...

Entender como Inbound Marketing e transformação digital se relacionam é importante para usar essa união de forma mais inteligente e conseguir resultados melhores. Vamos conhecer melhor essa parceria? 

O Inbound Marketing tem sido fundamental para revolucionar a maneira como as empresas pensam em aquisição e retenção de clientes e, com bons motivos, se tornou a estratégia principal de milhões de empresas.

Mas nada disso seria possível sem os efeitos da transformação digital, fenômeno que também tem ganhado espaço por seus tremendos efeitos em toda a vida em sociedade, não apenas no mundo do marketing.

Além disso, a transformação digital ainda é um assunto pouco compreendido por muitas empresas, que não sabem como implantar definitivamente essa nova forma de trabalhar.

Ver como ela pode ser incluída nos processos de Inbound já existentes é um começo interessante, e pode ajudar a espalhar o conceito por todas as áreas do negócio.

Quer saber como a união de Inbound Marketing e transformação digital pode ser útil para a sua empresa? Vamos lá!

Inbound Marketing e transformação digital: o casamento do século

Talvez você nunca tenha enxergado o assunto desta forma, mas ao pensar um pouco vai ver que “casamento do século” é uma descrição apropriada para a relação entre Inbound Marketing e transformação digital.

Sabemos que o marketing de conteúdo já existe há muito tempo, mas o Inbound Marketing como conhecemos hoje ganhou forma mesmo com Brian Halligan e Dharmesh Shah, da HubSpot, em 2004.

Desde então, a evolução e o desenvolvimento de ferramentas e processos digitais tornou possível manter a metodologia funcionando com sucesso mesmo diante das diferentes necessidades das empresas.

Profissionais autônomos, pequenos negócios e grandes corporações têm necessidades e prioridades muito diferentes, mas com alguns ajustes, todos se beneficiam igualmente do Inbound, graças à transformação digital.

Podemos listar, pelo menos, 3 maneiras em que essa transformação afeta (e continuará afetando) profundamente o Inbound Marketing, de forma positiva:

Conteúdo de primeira qualidade

O fator principal do marketing de atração  —  como também é conhecido o método Inbound  —  é o conteúdo. Oferecer valor para o público e, por fim, transformar parte dele em clientes com a ajuda do Marketing Digital.

As marcas precisam dedicar tempo e recursos produzindo conteúdo de primeira qualidade, tarefa que sem a ajuda da transformação digital seria muito mais complicada, e reservada às empresas com orçamento de marketing maior. Por quê?

Com o avanço da tecnologia, temos muitas ferramentas de qualidade —  várias delas sem custo algum — , mas se o cenário fosse diferente, a tendência é que tivéssemos apenas soluções pagas, e de qualidade inferior ao que encontramos hoje.

Pense, também, nos conteúdos audiovisuais, que estão cada vez mais fáceis de produzir, e geram grande engajamento e aumentam as chances de conversão. Até alguns anos atrás, esse tipo de material estava ao alcance de poucas empresas.

Acompanhamento completo dos clientes

O marketing moderno exige um acompanhamento completo dos clientes. Na prática, ele começa bem antes de se tornarem clientes.

Para que esse acompanhamento aconteça, é preciso primeiro entender a jornada do cliente, para depois criar formas de gerar leads, aplicar fluxos de nutrição, e manter o relacionamento vivo por meio de vários canais —  como e-mail e redes sociais.

Tudo isso é fruto da transformação digital. Mais importante, o acompanhamento não para depois da compra. O Inbound Marketing faz uso do relacionamento firmado para transformar clientes em promotores de marca.

Novamente, isso acontece por usar processos e ferramentas de retenção e sucesso do cliente que só existem por causa da transformação digital.

Evolução de processos e otimização de resultados

Um dos maiores atrativos do Inbound Marketing é a possibilidade de aprimorar até mesmo as estratégias que já são bem-sucedidas, e conseguir resultados ainda melhores com o mesmo (ou até menos) esforço e investimento.

A análise de métricas, as pesquisas de mercado com dados atualizados e insights valiosos e as ferramentas de benchmarking são alguns dos elementos que facilitam a evolução de processos e a otimização de resultados.

Se tem algo que fica claro ao analisar essas 3 áreas do Inbound Marketing profundamente beneficiadas pela transformação digital, é que a tecnologia está diretamente ligada aos processos de marketing modernos.

O motivo é simples: a base do Inbound é gerar valor para as pessoas, e a melhor forma de fazer isso é usando as soluções mais completas para entender seu comportamento e prever suas necessidades futuras. A tecnologia traz todas essas soluções.

As ferramentas da transformação digital para a evolução do Inbound

A transformação digital não ocorre de forma natural e inevitável, sem qualquer esforço por parte dos responsáveis pela liderança e gestão das empresas.

Pelo contrário, é um esforço consistente, que deve começar do topo, e sua implantação depende diretamente das ferramentas usadas.

Como estamos falando especificamente do Inbound Marketing, vamos focar nos recursos mais importantes para a sua evolução.

Mesmo que já use uma ou mais das ferramentas abaixo, é bom se perguntar: “estou fazendo pleno uso dela na minha estratégia ou só adotei esta solução por que é considerada como tendência?”

Por outro lado, se ainda não conta com alguma destas soluções, é hora de considerar como elas podem se encaixar na sua empresa, seja a curto, médio ou longo prazo.

As principais ferramentas da transformação digital para o Inbound são:

Automação de marketing e vendas

Falamos acima a respeito de assuntos como geração e nutrição de leads por meios de fluxos de conteúdo apropriados e feitos com base na jornada de compra.

Fluxos desse tipo precisam ser personalizados, ou seja, tocar diretamente nos pontos de maior interesse da persona, levando sempre em conta seu momento no funil de vendas, para dar certo.

Um trabalho tão importante até pode ser feito de forma manual sem grandes problemas, desde que a sua audiência seja pequena. Como a ideia de toda empresa é escalar as operações, é necessário usar softwares de automação de marketing e vendas.

Com tais sistemas, não importa quantos leads você tenha, poderá sempre ajudá-los a progredir na jornada de compra de forma personalizada e humana.

SEM

O SEM (Seach Engine Marketing), ou Marketing nos Mecanismos de Busca, envolve tudo que se faz nos sites de pesquisa para atrair tráfego e gerar conversões.

Fazer SEO e usar links patrocinados no Google são estratégias poderosas de negócios, e ambas se beneficiam da transformação digital. No caso do SEO, os algoritmos do Google estão sempre mudando para destacar apenas o conteúdo mais relevante e que satisfaça a intenção de busca.

Isso afeta também a forma como os anúncios são exibidos. Partindo do princípio que os resultados de busca devem sempre ajudar os usuários, apenas anúncios relevantes serão exibidos, o que aumenta o retorno dos anunciantes.

Conteúdo multimídia

Já demos uma pincelada ao falar sobre como o conteúdo multimídia se tornou mais popular com o avanço da transformação digital, mas vale a pena falar em maiores detalhes sobre o assunto.

Afinal, nunca foi tão fácil criar conteúdos como infográficos, imagens para posts e redes sociais, sem contar os populares podcasts.

Essas peças de conteúdo enriquecem muito a estratégia de conteúdo e, por sua vez, tornam todo o planejamento de Inbound Marketing mais completo e eficiente.

Mas o que merece destaque especial são os vídeos. Eles são simplesmente o futuro do marketing digital, e graças a transformação digital podem ser incluídos em qualquer estratégia de Inbound Marketing.

Big Data

A quantidade de dados que circula pela internet todos os dias é absurdamente impressionante. Nesse oceano de dados, as empresas podem contar com mais um recurso incrível de marketing, conhecido como Big Data.

A ideia do Big Data é simples e direta: analisar todas as informações de consumo e comportamento para gerar dados e insights que sejam úteis na formulação de novas estratégias ou na otimização das que já estão em operação.

Toda as ações do Inbound Marketing são baseadas em dados, nunca em suposições. Por isso, o Big Data é uma realidade e deve ser ainda mais usado nos anos à frente; para definir estratégias melhores em menos tempo.

Outras tendências

Apesar de usar a palavra “tendências”, vamos deixar claro: não se trata de modismos, mas de soluções que estão emergindo e devem se tornar regra nos próximos anos, por conta de seu potencial incrível para o Inbound Marketing.

Assuntos como inteligência artificial, internet das coisas e realidade virtual, que antes eram “coisa de filme”, hoje já compõem produtos e serviços revolucionários.

Aos poucos, essas soluções estão se tornando comuns e acessíveis a empresas de menor porte, assim como aconteceu com as outras tecnologias que já citamos.

Qual é o seu papel ao observar essas tecnologias tão promissoras? Em primeiro lugar, nunca duvide do poder da transformação digital de estabelecer que vai ser usado no Inbound Marketing.

Em outras palavras, não ache que vai demorar demais até que essas soluções possam ser aplicadas na sua empresa: elas já estão amplamente acessíveis, por meio de cardboards, chatbots e outras iniciativas.

A verdade é uma só: Inbound Marketing e transformação digital não poderiam estar mais interligados.

Se você já usa a metodologia na sua empresa e está tentando implantar essa transformação de forma completa, já tem a sua porta de entrada, basta continuar desenvolvendo processos de marketing e vendas com foco nas soluções digitais.

Continue aprimorando seus conhecimentos com nosso post sobre Marketing de Conteúdo e torne um especialista no tema!

Conteúdo produzido pela equipe Rock Content!