Loading Posts...

O fenômeno das blogueiras de moda nos diz muito sobre o que o conteúdo representa quando se trata de construção de autoridade de marca.

Se lá em 2011 elas eram ilustres desconhecidas que faziam resenhas de produtos e davam dicas de estilo pelo prazer da coisa, hoje podemos ver nomes como Camila Coutinho e Camila Coelho representando marcas, nas primeiras filas de Fashion Weeks não só do Brasil como de todo mundo e se tornando até mesmo grandes empresárias.

Hoje, essas pessoas se beneficiam do conteúdo que produziram porque são vistas como autoridade no assunto, e estão numa posição de indicar as melhores soluções para as angústias de seus expectadores sem qualquer contestação.

Partindo para um exemplo um pouco mais atual, temos os youtubers fazendo o maior sucesso por aí,– o que significa que eles tem um respaldo tão grande em algum assunto que são colocados na posição de serem aqueles que apontam para produtos, serviços e soluções.

O que o marketing de conteúdo pretende fazer é uma síntese do que esses influenciadores fazem: oferecer gratuitamente conselhos, reviews e outros tipos de informações para ajudar seu público a entender mais sobre aquele universo de consumo. Depois disso, indicar o próximo passo de compra.

Entendendo essa dinâmica, as marcas também têm o poder de influenciar e se tornarem autoridade em suas áreas de atuação, uma vez que, com o marketing de conteúdo, elas podem colocar seus próprios pontos de vista e informações relevantes para sua audiência.

Mas como isso funciona na prática?

Os princícios do marketing de conteúdo

A construção da autoridade de marca acompanha as quatro etapas do marketing: atrair, converter, fechar e encantar. Isso porque ela age de maneiras diferentes em cada uma dessas etapas, tendo um papel fundamental em todas. Vamos ver como os conceitos se relacionam?

Atrair

Pense comigo: como é o seu processo decisório hoje em dia? Na hora de comprar um computador, câmera, celular ou contratar um pacote de viagens, você apenas lê as especificações ou procura maiores informações sobre cada um dos produtos?

Até alguns anos atrás, recorríamos apenas aos amigos mais próximos e familiares. Mas hoje em dia, com tantas opções e funcionalidades, nem mesmo eles têm todas as informações disponíveis para nos fornecer.

Nessa fase, as marcas podem fazer conteúdos que falem sobre o problema, a dor de seu cliente e as formas de resolver essa dor. Atenção: nada de empurrar seu produto como solução aqui, hein?!

A oportunidade é de criar um conteúdo bastante informativo. Se esse assunto está no seu blog, significa que ele se relaciona ao seu business, e ninguém mais competente para explicar sobre ele do que você. É isso que tem que ficar claro: você sabe do que está falando e vai dar informações corretas e relevantes para o usuário reconhecer o problema dele e pensar em soluções para o mesmo.

Converter

Nessa fase, é muito importante nutrir o potencial cliente cada vez mais com informações pertinentes para que ele, já considerando dar um passo maior em direção a decisão de compra, sinta confiança na sua marca. Para isso, a criação de conteúdo deve seguir oferecendo informações, mas já mais qualificadas e acompanhando o processo decisório.

Aqui, dicas, webinars e listas de comparação são bastante úteis e mostram que você realmente entende dos produtos e serviços que está comercializando, conferindo à marca o status de conselheira. Ações de cadastro podem ser fundamentais para a obtenção de informações de contato dos seus leads, possibilitando o envio de conteúdos relevantes para os mesmos.

Criar uma base sólida de contatos é de extrema importância nessa etapa do inbound marketing. Tente sempre ser o mais criativo possível ao desenvolver call to actions, eles precisam ser atrativos aos seus visitantes.

Fechar

Esse é o momento de transformar os leads captados em clientes efetivos. Após o processo de qualificação de leads, realizado através de conteúdos que mostrem o valor do seu produto, será mais fácil identificar quais possíveis clientes estão mais próximos da decisão de compra.

Nessa fase, é importante analisar o relacionamento entre os leads e a sua marca. Uma visão geral sobre quais materiais esses leads estão consumindo, quais artigos estão lendo, quais e-mails estão abrindo – e clicando – fornece informações valiosas para a sua equipe.

A partir dessa análise, o seu time comercial deve entrar em contato com aqueles leads que estejam, de fato, preparados para fechar uma compra ou contratar um serviço. Após fechar negócio, um e-mail marketing pode contribuir muito na construção e fortalecimento de relacionamento entre cliente e empresa.

Encantar

Tão importante quanto converter, manter clientes satisfeitos com os seus produtos e serviços é algo que merece dedicação. Nessa etapa, é preciso encantar seus clientes, fazendo-os se sentirem especiais.

Não se esqueça que os clientes atuais podem realizar outras compras e contratar seus serviços no futuro. Para que isso aconteça, um processo de pós-venda deve ser realizado minuciosamente, utilizando ferramentas como redes sociais e e-mail para compreender quais foram os benefícios e as dificuldades encontradas pelo cliente durante o processo de compra.

Esse tipo de interação mostra aos clientes que a empresa realmente se importa com a experiência do consumidor e busca oferecer ao seu público o maior conforto possível.

O encantamento é um grande responsável pelo surgimento dos defensores de marca, que não apenas consomem, mas também espalham sua marca por aí de forma positiva. Quer maneira melhor de estabelecer sua autoridade de marca?

Marketing de conteúdo para gerar autoridade de marca

Todo esse processo do inbound marketing, se realizado de forma correta e constante, vai fazer muito mais do que qualificar leads para a geração de vendas do seu produto ou serviço. Investir em materiais que auxiliem seu público a sanar suas dúvidas contribui bastante para solidificar sua autoridade de marca. Produzir conteúdo é oferecer o seu conhecimento à sua audiência, compartilhando sua expertise e experiência de mercado.

Essa relação entre usuário e marca nem sempre é fácil de ser construída. Portanto, uma empresa que utiliza o marketing de conteúdo como ferramenta se coloca um degrau acima nesse sentido. Isso porque uma marca que educa seu público, além de conquistar sua confiança, demonstra propriedade sobre os assuntos tratados e que se relacionam ao seu business.

Se a sua persona busca por informações específicas e apenas a sua empresa produz conteúdo sobre aquele assunto, você se torna uma fonte sólida para aquele usuário. Quanto maior for o seu investimento em conteúdo diferenciado e de qualidade,  maior será sua influência nos momentos de decisão de compra dos seus leads.

O conteúdo desse post foi produzido pelo time de comunicação da WorldSense. Saiba mais sobre como a plataforma pode contribuir para a sua estratégia de conteúdo e solicite uma demonstração!