Loading Posts...

O marketing pessoal pode ser definido como um conjunto de estratégias para atribuir mais valor à sua imagem pessoal. Ou seja, é o famoso “vender o peixe”.

O mercado de trabalho e o mundo corporativo estão cada vez mais acirrados. Hoje em dia, não basta ter um diploma ou um bom currículo para conquistar o emprego dos sonhos.

Nesse cenário, saem na frente os profissionais que conseguem se destacar entre os concorrentes e mostrar todas as suas habilidades.

E para atingir esse objetivo é fundamental investir na construção de um marketing pessoal de qualidade.

Ainda não sabe como fazer o seu marketing pessoal e melhorar a sua imagem profissional? Então não deixe de ler este conteúdo e seguir as nossas dicas.

Confira o que você vai aprender:

Marketing pessoal: o que é isso?

Marketing pessoal é um conjunto de estratégias voltadas para que você atribua mais valor à sua imagem pessoal.

Em outras palavras, é uma maneira de fazer com que você seja percebido de um jeito mais positivo pelas outras pessoas e profissionais da sua área.

Porém, muito mais do que se autopromover, o marketing pessoal busca ressaltar os seus pontos fortes. Por isso, não confunda o marketing pessoal com publicidade pura e simples.

Uma estratégia de marketing tem como objetivo aumentar o alcance e a força de uma marca. Logo, com o marketing pessoal é a mesma coisa. A única diferença é que estamos falando da sua imagem pessoal.

É o famoso “vender o peixe”, como explicamos no começo deste texto.

Mas isso não significa projetar uma imagem falsa, não condizente com a realidade. Muito menos cultivar o ego ou estimular a vaidade pessoal. É justamente o contrário!

Através de ações bem planejadas e coerentes, você consegue demonstrar para as outras pessoas e até mesmo para empresas todas as qualidades e habilidades que realmente possui.

E assim como em qualquer estratégia de marketing, a melhor maneira de ser visto mais positivamente é entregando valor para as pessoas.

Se até agora você ainda não se convenceu que essa estratégia é fundamental para o sucesso da sua carreira, não se preocupe. No próximo tópico vamos mostrar porque ela merece a sua atenção.

Por que fazer meu marketing pessoal é tão importante?

Para se destacar no mercado, muitas empresas investem pesado em estratégias de marketing, como branding.

Com tantas opções similares no mercado, é muito importante explicar de maneira clara para o consumidor porque ele deve adquirir o um determinado produto.

A ideia é fortalecer a identidade da marca e mostrar para o público que as soluções que ela oferece são as melhores e de mais valor.

A mesma lógica vale para o profissional que quer se destacar no ambiente de trabalho com mais facilidade.

Em momentos de crise, é fundamental ser capaz de transmitir uma imagem pessoal positiva e que realce todas as suas habilidades e pontos fortes.

Trabalhar o seu marketing pessoal ajuda a tornar mais positiva a maneira como você é percebido pelos outros. Fica muito mais fácil para os colegas de trabalho e superiores identificares as suas maiores qualidades.

Você passa a ser visto como um profissional mais capacitado, competente e disposto.

E isso não vale apenas para os mais jovens, que estão entrando agora no mercado de trabalho e precisam se destacar e ser notados.

Profissionais mais experientes também podem se beneficiar do marketing pessoal. Essa estratégia fortalece os seus diferenciais, abrindo espaço para novas oportunidades. As suas conquistas profissionais ficam mais visíveis, valorizando a sua trajetória profissional.

Afinal, como fazer marketing pessoal com maestria?

Se você acha que a capacidade de fazer um bom marketing pessoal é uma capacidade inata, já desenvolvida em algumas pessoas, está errado.

Qualquer profissional é capaz de desenvolver e aprimorar essa habilidade, desde que coloque em prática algumas atitudes essenciais.

Confira a seguir como fazer para melhorar a sua imagem pessoal com 8 dicas práticas:

1. Conheça a si mesmo

O primeiro passo para um marketing pessoal bom de verdade é o autoconhecimento. E não estamos falando de dicas de literatura de autoajuda.

Afinal, como explorar as suas maiores qualidades ou corrigir fraquezas se você não souber quais são elas?

Portanto, é muito importante conhecer a si mesmo e ser capaz de identificar o que você tem de bom a oferecer. Ao mesmo tempo, identifique quais os pontos e áreas em que você pode melhorar e com fazer isso.

Nesse momento, algumas estratégias podem ajudar nesse processo. Realizar uma análise SWOT pessoal é uma delas, por exemplo.

Fazer esse exercício de autoconhecimento permite identificar pontos fortes que auxiliam no desenvolvimento profissional, como liderança e responsabilidade.

Ao mesmo tempo, reconhecer as próprias deficiências, além de um exercício de humildade, ajuda a superá-las e se tornar um profissional melhor e mais bem-visto pelas outras pessoas.

marketing pessoal

2. Cuide da sua imagem

“A primeira impressão é a que fica”. Acredite, esse ditado popular é a mais pura verdade, ainda mais no mundo profissional.

Através da aparência, outras pessoas podem fazer algumas suposições sobre nossa personalidade. Positivas ou negativas.

Por isso, um dos itens mais importantes para uma boa imagem pessoal é cuidar para que a sua imagem seja apresentável em qualquer situação.

Claro, não estamos falando em perseguir ideais de beleza inalcançáveis ou coisa do tipo. Mas para se apresentar de maneira adequada ao contexto.

Dessa forma, preste atenção ao dress code do ambiente de trabalho e de outros locais que for frequentar. E mais do que isso: tente se apresentar de acordo com a imagem que quer transmitir.

Por exemplo, se você quer ser visto ou vista como um profissional de sucesso, procure se vestir como os gerentes e superiores que você conhece e admira.

E claro, não se esqueça da higiene pessoal! Tudo isso revela muito sobre o seu comportamento e qualquer descuido pode ser prejudicial para o seu marketing pessoal.

marketing pessoal

3. Leve a postura corporal a sério

Sabe aquela história de que o corpo fala? Pois é, a postura transmite mensagens sobre a nossa personalidade a todos ao redor.

O cérebro humano está sempre analisando o ambiente em volta e procurando por sinais. E a maneria como o nosso corpo se comporta é um deles.

Alguém com ombros caídos, coluna curvada e braços cruzados, por exemplo, pode dar a impressão de ser alguém tímido, inseguro e isolado. Mesmo que na verdade não o seja.

Por sua vez, manter as mãos nos bolsos pode ser interpretado como falta de interesse por algumas pessoas. O mesmo acontece quando ficamos com os braços cruzados.

Todas essas posturas impedem que as pessoas ao nosso redor nos enxerguem como realmente queremos.

Em vez disso, mantenha a coluna ereta e olhe sempre para a frente, deixando os braços soltos. Uma boa postura corporal transmite segurança, simpatia, autocontrole e autoridade para as outras pessoas.

Professional Work GIF by tunadunn

4. Liderança é essencial

Investir em marketing pessoal significa se destacar entre os outros profissionais. E a melhor maneira de fazer isso é ser capaz de liderar as pessoas.

Afinal, a liderança é uma qualidade muito valorizada no mercado de trabalho e fora dele. Os verdadeiros líderes são capazes de inspirar e se tornar uma referência para os outros.

Assim, trabalhe as habilidades relacionadas à liderança, como proatividade, trabalho em equipe e empatia. Tanto dentro como fora do ambiente de trabalho.

Reserve um tempo para trabalhar o relacionamento com os colegas de trabalho, ajudá-los em suas tarefas e contribuir para melhorar o clima organizacional. Fazendo isso, todos terão uma imagem positiva de você.

marketing pessoal

5. Resolva problemas e esteja bem-disposto

Para ter uma boa imagem no ambiente de trabalho é necessário estar sempre pronto para resolver problemas e ajudar os colegas e parceiros sempre que for necessário.

Portanto, mostre que você é uma pessoa disposta a solucionar os desafios do trabalho e superar as situações negativas que possam surgir.

Os profissionais que são capazes de auxiliar ou outros e resolver problemas se destacam com mais facilidade e evidenciam a sua marca pessoal.

Mas claro, não foque todas as suas energias em resolver os problemas dos outros enquanto esquece das suas próprias obrigações. Caso contrário, o tiro pode sair pela culatra.

marketing pessoal

6. Seja notado

Não adianta ter as características mais valorizadas no mundo de trabalho se ninguém ficar sabendo disso.

Ficar escondido atrás do computador ou dentro do escritório, torcendo para que a eficiência e o bom trabalho sejam notados pelas pessoas, não funciona.

Para que o seu marketing pessoa seja eficaz, você deve ser notado pelas outras pessoas. E como fazer isso? Bem, através do bom e velho networking!

Compareça a eventos corporativos da sua área de atuação e procure conhecer profissionais com os mesmos interesses e características que você.

E não deixe de lado o bom relacionamento no ambiente de trabalho: participe das conversas, happy hours depois do expediente, palestras e confraternizações da empresa.

Aposte também nas redes sociais para promover as suas conquistas profissionais, como o LinkedIn. Mantenha o seu perfil sempre atualizado e compartilhe conteúdos relacionados à sua área de atuação. Também aproveite para participar de comunidades e conhecer novos profissionais.

marketing pessoal

7. Determine um objetivo

Com qualquer estratégia de marketing, é essencial ter um objetivo claro sobre o que se espera alcançar.

E com o marketing digital é a mesma coisa! É importante ter um objetivo, uma meta a ser alcançada através dessa estratégia.

Que tipo de profissional você deseja ser? Como você quer ser lembrado? Qual cargo ou posição você espera alcançar?

Assim, trace metas a médio e longo prazo e veja quais ações de marketing pessoal você precisa colocar em prática para chegar até esses objetivos.

Sabendo exatamente aonde você quer chegar, fica fácil determinar os passos que precisam ser tomados. E se algo der errado, você poderá identificar o que pode ser melhorado com mais facilidade.

marketing pessoal

8. Valorize os seus diferenciais

Ninguém é igual aos outros. Todas as pessoas possuem algumas características, sejam elas físicas ou de comportamento, que as diferenciam dos outros.

Pode ser um jeito de falar, uma forma diferente de andar, as roupas que costuma usar ou até algum hobbie muito específico.

A personalidade é um fator extremamente importante e pode servir para um profissional se destacar.

A ideia é não parecer apenas mais um. Mas dar um toque especial e único em tudo o que você faz.

É como uma assinatura, capaz de identificar você onde quer que você vá. Assim, as pessoas se lembrarão mais facilmente de você.

E para descobrir qual o seu diferencial, a nossa primeira dica é fundamental: procure conhecer a si mesmo!

marketing pessoal

3 erros que podem arruinar sua estratégia de marketing pessoal

Fazer marketing pessoal com eficiência é um exercício diário e exige bastante cuidado. Não basta apenas seguir as oito dicas que citamos anteriormente.

É importante ter em mente que algumas ações podem colocar toda a estratégia por água abaixo e arruinar a sua imagem pessoal.

Para que você não corra esse risco, separamos os erros mais comuns que você precisa evitar na hora de traçar a sua estratégia de marketing pessoa. Confira:

1. Brincadeiras indevidas

Bom humor é uma característica bastante valorizada pelas pessoas, disso não há dúvidas.

Entretanto, é preciso ter cuidado na hora de contar alguma piada ou fazer brincadeiras. Tanto dentro quanto fora do ambiente de trabalho.

Isso acontece porque, sem querer, você pode acabar fazendo piada com algum assunto sensível ou ofender alguém.

E mesmo que a sua intenção não seja causar constrangimentos, é importante evitar esse tipo de situação.

Portanto, tenha cautela na hora de deixar o seu lado bem-humorado transparecer dentro do escritório e, principalmente, com pessoas que você ainda não conhece bem.

2. Ser arrogante ou metido

São muitos os comportamentos que demonstram arrogância e prepotência. E o principal dele é o foco exagerado em si mesmo e nas próprias conquistas.

Se você não quer ser visto como um profissional metido, evite falar muito sobre você, suas conquistas e sentimentos.

Atitudes assim não ajudam em nada a conquistar a simpatia das pessoas e podem prejudicar a sua imagem pessoal.

3. Não escutar os outros

Um dos maiores problemas do mundo corporativo é a dificuldade que muitas pessoas têm em escutar, preferindo falar sobre si mesmas.

Nesse sentido, quem é capaz de escutar e aprender com as opiniões e exemplos dos outros, mostra que, além de um bom ouvinte, é humilde.

Assim, esteja aberto ao diálogo e ouça o que as pessoas têm a dizer.

Você vai ganhar a simpatia de colegas e superiores e será capaz de melhorar e muito a sua imagem pessoal.

E claro, ainda pode ter contato com outros pontos de vista, aprender coisas novas e crescer como pessoa e profissional.

É possível fazer marketing pessoal nas redes sociais?

Não podemos falar de marketing nos dias de hoje sem citar as redes sociais. Afinal, profissionais e até mesmo empresas possuem perfis em serviços como Facebook, Instagram e LinkedIn.

Sendo assim, você deve estar se perguntando: é possível fazer marketing pessoal nas redes sociais?

Claro que sim! É possível cuidar da sua imagem profissional explorando todas as possibilidades que essas plataformas oferecem.

marketing pessoal

Esses serviços funcionam como uma vitrine, mostrando para as outras pessoas um pouco da nossa personalidade, gostos, atitudes e opiniões.

Sendo assim, é muito importante saber se comportar e passar uma boa imagem também em ambientes virtuais.

Claro, isso não significa deixar de ser quem você realmente é, fingindo ser apenas uma representação da sua persona profissional.

Mas para fazer um bom marketing pessoal, é fundamental fazer das redes sociais um espelho da imagem que você quer transmitir.

Dessa maneira, evite postar fotos comprometedoras da última balada, fazer comentários depreciativos ou entrar em polêmicas virtuais.

Uma dica é seguir pessoas influentes na sua área e observar como elas se comportam nas redes sociais. Assim você tem uma noção de como um profissional de sucesso se porta nesses ambientes e pode se inspirar neles.

Outra sugestão é se manter informado sobre as principais novidades do mercado e, acima de tudo, investir no marketing de conteúdo.

Produza artigos para o seu blog pessoal, publique vídeos curtos no Instagram Stories, faça postagens no Facebook etc.

Compartilhe com os seus seguidores conteúdos relevantes e verdadeiramente úteis. Dessa maneira você consegue trabalhar a sua imagem pessoal e a se estabelecer como uma referência no seu ramo de atuação.

Leve o seu marketing pessoal para o próximo nível com vídeos

Agora, se você quer mesmo criar uma estratégia de marketing pessoal matadora, precisa investir na produção de vídeos.

O vídeo é o formato de conteúdo mais popular na internet atualmente e é um dos que mais encantam e engajam os usuários. Você já deve estar cansado de ouvir falar que, até 2021, 82% do tráfego de dados da web será de vídeos.

Sendo assim, por que não gravar um vídeo falando sobre o seu mercado de atuação, suas conquistas e qualidades em vez de escrever um longo texto? Você só tem a ganhar.

Vídeos são mais fáceis de entender que outros tipos de conteúdo e ajudam a fortalecer a relação com o público, já que ele estará estará vendo e ouvindo você.

Quer saber como incluir a produção de vídeos na sua estratégia de marketing pessoal? Então não deixe de conferir o nosso artigo com as melhores dicas para você promover a sua imagem profissional com mais eficiência.

Marcos Pereira

Jornalista e redator