VidMonsters
Por VidMonsters

Aprenda como lidar com o medo da câmera na hora de gravar os seus vídeos

VidMonsters
Por VidMonsters

Já parou para pensar no quanto o medo da câmera pode inibir alguém? Estar perto de estranhos, “conversando” com os equipamentos de filmagem não é nada agradável para algumas pessoas. Entretanto, casos de timidez em excesso podem prejudicar a produção de conteúdo.

Se você quer melhorar a sua postura e presença na hora de gravar vídeos e aprender como não ter medo da câmera, veio ao lugar certo. Olha só o que você aprenderá neste artigo:

Mas por que é tão importante superar a fobia de câmeras?

A resposta é bem simples. conteúdo em vídeo se transformou na maior tendência do marketing digital atualmente.

Com os vídeos, negócios dos mais diferentes nichos de mercado conseguem se comunicar com mais facilidade com o público. Afinal, conteúdos nesse formato são fáceis de entender, mais atrativos e altamente engajantes.

E para transmitir uma mensagem de maneira eficiente em um vídeo, é preciso falar com segurança e confiança. Caso o público perceba que a pessoa no vídeo não se comunica com desenvoltura, pode criar uma imagem distorcida da marca e dos seus produtos.

Portanto, é muito importante superar o medo da câmera e se sentir confortável durante as gravações. Dessa maneira, a sua empresa se comunica melhor com os potenciais clientes e ganha autoridade de mercado.

Por que nos sentimos estranhos em frente às câmeras?

O primeiro passo para deixar o medo da câmera de lado é entender o que causa esse desconforto.

Muitas pessoas afirmam se sentirem estranhas em frente ao equipamento ou ao assistirem à sua imagem gravada. Mas por que isso acontece?

A explicação para esse fenômeno tem relação com a percepção que temos do nosso próprio corpo, ou propriocepção. Ela é a capacidade de avaliar a posição relativa do nosso corpo em relação ao espaço.

Como não temos a capacidade enxergar a nós mesmos fora do próprio corpo, a nossa experiência se baseia na percepção interna da nossa voz e postura.

Nesse sentido, os vídeos exibem nossa imagem e voz da mesma maneira que as outras pessoas as percebem. E como não estamos acostumados com esse novo ponto de vista, o sentimento de desconforto surge.

E com ele, especialmente no caso de pessoas muito tímidas, o medo da câmera também aparece.

A relação da timidez com o medo da câmera

medo da câmera - timidez

Na maioria dos casos, a timidez está relacionada a um sentimento de inferioridade e falta de confiança. Pessoas tímidas podem apresentar autocrítica bastante severa, de modo que estão sempre procurando defeitos em si mesmas.

Dessa forma, ao entrarem em um estúdio de gravação, cercadas por estranhos e equipamentos de filmagem, algumas pessoas podem se sentir desconfortáveis e vulneráveis.

Mas o medo da câmera também pode se relacionar com o produto final. Nesses casos, a pessoa se sente incomodada em assistir à própria imagem em vídeo, já que ela é diferente do que enxergamos em fotos e espelhos.

E por causa da baixa autoestima, acabam encontrando, ou inventando, defeitos na performance durante a filmagem.

Em ambos os casos, a tendência é evitar situações causam desconforto e incômodo. Como resultado, a pessoa pode travar em frente às câmeras, gaguejar, suar frio e ficar ansiosa.

Exercícios para perder a timidez na hora da filmagem

Antes de aprender a se soltar mais e deixar o desconforto pra lá, é importante entender que nem todas as pessoas se sentem bem em frente às câmeras. E não há nada de errado nisso.

Mas se o desconforto e a timidez estão prejudicando o seu desempenho durante as filmagens, existem algumas coisas que podem ajudar.

A seguir, listamos algumas estratégias e exercícios e que vão ajudar você a perder o medo da câmera.

a) Treine em frente ao espelho

medo da câmera - falar em frente ao espelho

Se você possui uma gravação marcada, mas se sente muito inseguro, pode treinar as falas em frente ao espelho. Essa pode parecer uma dica boba, mas funciona de verdade.

Muitas vezes, o medo da câmera está relacionado ao receio de gaguejar, esquecer as falas ou embolar as palavras. E treinar repetidas vezes o que você deve falar no vídeo ajuda a superar esses obstáculos.

Assim, treinar em frente ao espelho fará você se sentir mais familiarizado com as falas e mais confiante na hora de gravar os vídeos.

b) Decore o roteiro

medo da câmera - decorar o roteiro

O próximo passo para perder o medo da câmera é estudar bem o roteiro do seu vídeo. Vá para um lugar tranquilo e confortável e leia-o diversas vezes. Se conseguir decorar as falas, melhor ainda.

Algumas pessoas podem se sentir estressadas e ansiosas durante uma filmagem e, por causa disso, acabam esquecendo suas falas.

Ter em mente tudo o que será dito durante a gravação ajuda a dar mais segurança e evitar os temidos brancos.

c) A câmera é sua aliada

medo da câmera - a câmera é sua aliada

Depois de treinar em casa e decorar o script do seu conteúdo, é hora de encarar a câmera de outra maneira. Ela não é um inimigo, mas uma ferramenta de trabalho como qualquer outra.

Sente-se em frente ao equipamento desligado e comece a dizer as suas falas, como se estivesse sendo filmado de verdade.

Prossiga com esse truque até que esteja acostumado com a câmera e se sinta mais confiante em realizar a gravação.

d) Faça vídeos que não serão publicados

medo da câmera - faça vídeos que não serão publicados

Outra técnica que também ajuda a perder o desconforto em frente às câmeras é gravar muitos vídeos, mas não publicar nenhum deles.

Escolha um tema e, durante uma semana, grave vídeos diários sobre ele. Se achar necessário, elabore um breve roteiro, destacando os pontos que podem ser abordados. Ao fim do período, assista a todos os conteúdos em sequência.

Dessa maneria você será capaz de ver como evoluiu na hora de gravar, ficando mais natural e confortável ao longo dos vídeos.

5 dicas para perder o medo na hora de gravar

Tenha em mente que as estratégias que citamos no tópico anterior levam um certo tempo para dar resultado. Entretanto, em algumas situações você pode ser “obrigado” a gravar, mesmo se sentindo desconfortável.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para você manter a calma e ter mais segurança nesses casos.

1. Fique atento à sua linguagem corporal

medo da câmera - linguagem corporal

Você já deve ter ouvido alguém dizer que “o corpo fala”, não é mesmo? Dependendo dos gestos, expressões e entonação de voz, uma pessoa pode passar a impressão de ser confiante, tímida ou agressiva.

Isso acontece porque nós interpretamos a comunicação não verbal (gestos, postura, movimentos corporais) através do subconsciente. É nessa região da mente humana que residem conceitos como confiança, segurança, ameaça, entre outros.

Assim, de maneira inconsciente, o nosso cérebro acaba “encaixando” o interlocutor em um desses padrões.

Nesse sentido, uma linguagem corporal adequada facilita as relações e a comunicação, refletindo o conceito que as pessoas têm de si mesmas.

Uma pessoa que gesticula demais, fala muito rápido e olha constantemente para os lados, é lida como insegura e ansiosa. Já alguém que faz movimentos mais objetivos e olha diretamente para a câmera, passa uma sensação maior de segurança e naturalidade.

Portanto, fique atento à maneira como o seu corpo se comporta em frente às câmeras.

Evite cruzar os braços sobre o peito e mantenha os ombros abertos. Utilize as mãos durante o vídeo para enfatizar pontos importantes do argumento, mas sem usar o mesmo gesto repetidas vezes. E não se esqueça de olhar para a câmera com energia e alegria.

Aja com naturalidade e segurança e verá como, aos poucos, ficará mais à vontade durante a gravação.

2. Cuide da postura corporal

medo da câmera - postura corporal

Já percebeu como a postura corporal diz muito sobre o estado de ânimo e personalidade de alguém?

Uma pessoa insegura e tímida, por exemplo, costuma ter a coluna curvada, com ombros para frente. Alguém confiante e extrovertido, por sua vez, tem uma postura mais correta, com coluna ereta e ombros para trás.

Mas não é só isso. Quem sofre com ansiedade acaba adotando uma postura mais curvada, já que os músculos das costas e pescoço ficam tensos a respiração fica mais rápida e superficial. Sendo assim, mantenha a coluna sempre ereta e os ombros para trás durante as gravações.

Além de aparentar mais segurança e controle para os espectadores, manter uma postura correta também ajuda a manter a calma e melhorar a respiração. O que nos leva para a próxima dica…

3. Respire fundo

medo da câmera - respire fundo

Para muitas pessoas, entrar em um set de gravação é uma experiência traumática, acompanhada de muita ansiedade e estresse. Nesses momentos, é comum sentir uma sensação de aperto no peito e respiração curta e rápida.

Isso acontece porque, durante momentos de tensão, o músculo do diafragma fica tenso, o que acaba desregulando a respiração. É como se o corpo se preparasse para uma situação de ameaça e luta.

Mas claro, gravar um vídeo não é uma situação de ameaça e ficar nervoso nesse momento só piora o medo da câmera.

Se você sentir que a tensão aumentou na hora de começar a filmar, tente fazer um exercício simples de respiração:

  1. Sente-se com as costas retas ou deite, com as mãos em cima da barriga;
  2. Respire bem lentamente, sentindo a barriga expandir e contando até cinco;
  3. Quando os pulmões se encherem, faça uma pequena pausa, sem soltar o ar;
  4. Em seguida, comece a soltar o ar, contanto até seis;
  5. Repita esse exercício durante cinco ou dez minutos, sempre que a ansiedade bater.

Depois de alguns minutos fazendo esse exercício, você se sentirá mais tranquilo e menos ansioso. Afinal, a respiração lenta e constante informa o cérebro que está tudo bem e não há motivo para pânico.

4. Faça um aquecimento vocal

medo da câmera - aquecimento vocal

Ninguém quer gaguejar ou embolar as palavras e frases na hora de gravar. Assim, a insegurança com a própria dicção acaba afastando muita gente da frente das câmeras.

Se você é uma dessas pessoas, saiba que é possível evitar esses pequenos problemas com exercícios de aquecimento vocal.

Mas por que isso é importante? A face humana é formada por 11 músculos e praticamente todos são utilizados durante a fala.

E se antes de uma sessão de musculação nós alongamos os músculos do corpo, é importante fazer o mesmo com os músculos da face antes de passar horas falando sem parar.

Antes de gravar, execute alguns exercícios simples, como abrir e fechar a boca o máximo possível, movimentar a língua dentro da boca e fazer expressões exageradas. Repetir ditos populares e trava-línguas também são boas opções.

Eles ajudam a acordar os músculos do rosto e facilitam a dicção. Assim, na hora da ação, você será capaz de pronunciar cada sílaba com muito mais facilidade. E, assim, ficará mais fácil falar bem durante a  filmagem.

5. Crie o seu próprio método

medo da câmera - crie seu próprio método

Todas as dicas que reunimos neste texto são sugestões mais gerais, capazes de ajudar qualquer um. Mas na verdade, cada pessoa é única e funciona de um jeito.

Assim sendo, procure estabelecer uma rotina de exercícios de relaxamento que mais se adapta às suas necessidades.

Enquanto algumas pessoas se sentem mais seguras gravando com um roteiro bem detalhado, outras preferem a liberdade do improviso. Também existem aqueles que ficam confortáveis falando em tópicos. Para outros, respirar fundo é o segredo do relaxamento.

Encontre o método que mais o ajuda a manter a calma e concentre os seus esforços nele.

E lembre-se: a sua imagem no vídeo é exatamente igual à que as outras pessoas enxergam. Logo, não há razão para ter medo da câmera ou procurar defeitos que não existem.

E que tal aproveitar a oportunidade para descobrir como ser simpático durante as gravações? Clique aqui e confira as nossas dicas para se soltar ainda mais nos seus vídeos.