Loading Posts...

Aqui no blog, nós já falamos sobre a importância de seus vídeos terem uma trilha sonora. No entanto, muitos criadores de conteúdo têm um certo receio quanto ao uso de melodias conhecidas pelo público ou que estão em alta no momento. Realmente, utilizá-las sem permissão pode gerar uma série de punições. É por isso que preparamos uma lista de músicas sem direitos autorais para você usar à vontade em suas produções.

Quer saber quais listas são essas? Não perca o post!

Vamos começar falando sobre a importância da música nos seus vídeos e logo mostrar quais são as melhores opções que você tem à disposição!

Por que usar música nos seus vídeos

Se você é fã de Star Wars, deve ter ficado apaixonado pelo fofíssimo Anakin Skywalker, quando menino. Porém, depois da morte de sua mãe (o spoiler já foi), o personagem fica revoltado.

Ao final de seu diálogo com Padmé, um sinal claro mostra seu futuro sombrio: a Marcha Imperial, ainda que suave, mostra ele se tornará no temido Darth Vader (mais um spoiler, sorry)!

Música é vida! O cinema aprendeu a usar muito bem essa forma de arte para expressar amor, suspense, terror, drama, vitória… É por isso que as produções elaboradas para o seu vídeo marketing também precisam ter uma trilha sonora.

Nós já fizemos um post completo sobre esse assunto aqui no blog. Então, não vamos demorar falando da importância da música nos vídeos. Nosso principal objetivo, hoje, é mostrar onde você pode encontrar obras sem direitos autorais para usar nas suas produções e arrasar!

O que é direito autoral e por que se preocupar com ele

Em primeiro lugar, você precisa entender o que é um direito autoral. Esse assunto é tão importante que é regulamentado por uma legislação específica. Vamo falar aqui do art. 7° da Lei 9.610, de 19/02/1988.

A legislação brasileira entende que a obra artística ou intelectual idealizada por um autor e executada por ele ou uma equipe é um bem móvel. O criador tem, sobre esse bem, direitos autorais.

Porém, por se referirem a bens móveis, os direitos podem ser comercializados no mercado. Ou seja, o autor não precisa ser o único a gravar, utilizar, divulgar. Porém, para que outras pessoas possam fazer isso, elas precisam ter a autorização desse criador, de forma expressa.

Embora alguns autores façam uma simples concessão de suas obras para uma determinada finalidade, muitos deles dão a permissão mediante pagamento. Ou seja, trata-se de um acordo comercial.

A Lei entende que existem direitos autorais quando a obra se trata de:

  • textos literários, obras artísticas e científicas;
  • conferências, palestras, sermões e outras obras semelhantes;
  • obras dramáticas e dramático-musicais;
  • coreografias ou pantomimas cuja execução cênica seja expressa por escrito ou outra forma de registro;
  • composições musicais, com ou sem letra;
  • obras audiovisuais, sonorizadas ou não.

Portanto, embora a ênfase nesse post seja a música, usar uma poesia sem permissão também pode gerar problemas legais. O mesmo acontece com quadros, textos literários, coreografias de um espetáculo específico, assim por diante.

As consequências para quem viola a Lei de direitos autorais vão desde multas, suspensão da exibição e até mesmo reclusão (cadeia) de um a quatro anos.

Mas você pode usar músicas com direitos autorais, desde que…

Como você viu, o assunto é muito sério. Por isso, antes de usar uma música, é importante ter certeza de que as suas práticas não estão violando esses direitos autorais.

A primeira forma de fazer isso é solicitando a permissão do autor. Se ele autorizar o uso por escrito, esse documento é a sua garantia de que não terá qualquer problema em inserir a música no seu vídeo.

Também é importante sempre dar crédito aos autores da música. Além disso, existem criadores que deixam o conteúdo disponível para reutilização desde que você cumpra certos requisitos. Alguns permitem a veiculação, desde que não tenha finalidade comercial. As licenças do tipo Creative Commons especificam esse tipo de situação.

9 listas de músicas sem direitos autorais para salvar na sua playlist

Agora, se você quer passar longe das músicas com direitos autorais e garantir uma trilha sonora totalmente livre para utilização, selecionamos alguns bancos imperdíveis. Confira!

1. YouTube Audio Library

Para incentivar as pessoas a respeitarem os direitos autorais, o YouTube criou seu próprio banco de músicas sem direitos autorais: o YouTube Audio Library. A coleção é muito grande, e o usuário consegue buscar obras usando filtros como gênero, instrumento, humor e duração da faixa.

2. Bensound

O Bensound é outro banco de músicas que oferece uma infinidade de obras sem direitos autorais. No entanto, existem algumas restrições quanto ao uso dessas produções e o usuário deve ficar atento.

Ao fazer o download gratuito de uma música, o usuário se compromete a utilizá-la apenas em vídeos não comerciais. Caso o objetivo do vídeo esteja relacionado a qualquer atividade econômica, é preciso comprar o direito de uso.

3. Incompetech

O Incompetech é outro site que permite escolher e baixar músicas sem direitos autorais. É possível pesquisar uma faixa de acordo com o gênero, humor e duração escolhidos. O usuário consegue tanto reproduzir a música quanto baixá-la no formato mp3, sem qualquer necessidade de registro.

4. Jamendo Music

O Jamendo é outra opção interessante. Ele oferece um dos maiores acervos de músicas sem direitos autorais e é conhecido por ajudar a apoiar artistas independentes. O site oferece mais de 500.000 faixas que podem ser baixadas nos formatos MP3, OGG ou ouvidas na plataforma.

Para usar o Jamendo, é preciso se cadastrar. Depois disso, você poderá gerar playlists, acessar estações de rádio, revisões de usuários, fóruns e outros recursos.

5. Free Music Archive

O Free Music Archive é um banco de dados para músicas que se propõe a oferecer opções gratuitas, trilhas variadas e de qualidade. O usuário pode fazer uma pesquisa a partir dos gêneros musicais, o que pode facilitar a seleção.

Além disso, o Free Music Archive oferece conteúdo de qualidade aos usuários. Eles mantém um blog com artigos muito interessantes para ajudá-lo a produzir um conteúdo incrível e encontrar a trilha perfeita para ele.

6. OpSound

O objetivo do OpSound é realmente fazer com que os usuários compartilhem suas músicas sem direitos autorais. Por isso, eles incentivam até mesmo a utiização em projetos comerciais, o que torna o site um dos preferidos de quem faz vídeo marketing.

7. Coleção de sons do Facebook

A fim de preservar direitos autorais e evitar problemas legais, o Facebook proíbe que o usuário utilize músicas protegidas nos vídeos veiculados nessa rede. Porém, para ajudá-lo, a rede oferece um banco de milhares de músicas sem direitos autorais, prontinhas para serem inseridas nas suas produções: a coleção de sons.

A busca também é muito simples. O usuário pode pesquisar por gênero, estilo musical, duração da faixa. Ele pode filtrar até mesmo pela quantidade de vocais — o que não é muito comum.

8. Dig cc. mixter

Neste site o usuário tem diversas opções: ele pode baixar músicas sem direitos autorais ou disponibilizar suas próprias composições para outros internautas. Além disso, existem duas opções para ouvir (e escolher) as produções: é possível tocá-las dentro do prórpio site ou selecionar a faixa desejada e fazer o download. Nâo é necessário se cadastrar.

9. Open Music Archive

O Open Music Archive nasceu a partir de um projeto colaborativo em que milhares de artistas disponibilizam uma ampla variedade de músicas sem direitos autorais. Apesar das inúmeras opções, a desvantagem do serviço é o sistema de pesquisa, onde o usuário só consegue inserir palavras-chaves referentes ao título da música ou o compositor.

Portanto, se o usuário não tem uma música específica em mente, ele não consegue encontrar o que deseja.

Cuidados extras ao utilizar músicas sem direitos autorais

O primeiro cuidado essencial é realmente se certificar de apenas músicas sem direitos autorais foram usadas no seu vídeo. Aliás, se esse não for o caso, plataformas como o YouTube podem retirar seu conteúdo ou o áudio dele.

Além disso, para utilizar uma música sem direitos autorais é fundamental ler os termos e condições de uso dos sites. Esses termos costumam apresentar algumas regras estabelecidas pelos autores e o seu vídeo precisa se encaixar nessas normas.

Embora já tenhamos mencionado, dar o devido crédito aos autores é uma ótima prática. Afinal, se o artista contribuiu para o bom resutado do seu vídeo cedendo sua obra, por que não prestigiá-lo e contar à sua audiência que é o responsável por ela?

Agora que você já sabe onde procurar boas trilhas para seu conteúdo, não perca tempo! Clique aqui e fique por dentro de outras fases da pós produção de vídeos. 

Redação VidMonsters

Loucos por marketing e vídeos!