VidMonsters
Por VidMonsters

Plataforma de vídeo marketing: como funciona e qual investir

VidMonsters
Por VidMonsters

Você sabia que a escolha adequada de uma plataforma de vídeo marketing pode determinar o sucesso da sua estratégia? Com a ferramenta certa, a sua marca consegue chamar a atenção do público, ganhar autoridade de mercado e vender mais.

Porém, na hora de traçar um planejamento de produção de conteúdo, muitas empresas ficam em dúvida sobre qual a melhor ferramenta. Com tantas opções de plataforma na internet, gratuitas e pagas, pode ser difícil escolher a mais adequada.

Foi pensando nisso que criamos este texto. Vamos explicar o que é uma plataforma de vídeo marketing, os tipos existentes no mercado e como fazer uma escolha mais segura. Então acompanhe!

Por que investir em marketing com vídeos

Antes de começarmos a conhecer mais sobre as plataformas de vídeo marketing, é importante entender por que essa estratégia é tão importante.

Graças às transformações digitais e ao avanço da tecnologia, o vídeo está se tornando o formato de conteúdo mais relevante da internet. E não é para menos.

Para você ter uma ideia, 86% dos internautas brasileiros assistem a vídeos online pelo menos uma vez por mês. Desses, 87% continuam conectados à web até mesmo quando a TV está ligada.

Entre 2014 e 2017, o consumo de vídeos online cresceu mais de 90%. Impressionante! Nesses mesmos três anos, o consumo de conteúdos exibidos pela TV cresceu apenas 3%.

plataforma de vídeo marketing - gato assistindo vídeo

Portanto, não restam dúvidas: os vídeos são os protagonistas da internet, inclusive no marketing de conteúdo.

De olho nesse imenso potencial, empresas dos mais diversos setores e tamanhos têm usado os conteúdos de vídeo como parte de suas estratégias de marketing. E com grande sucesso.

Marcas que investem em vídeo marketing apresentam uma receita 49% maior do que aquelas que apostam em conteúdos tradicionais. O cliente se sente mais seguro em comprar um produto depois de ver um vídeo sobre ele do que ler um texto, por exemplo.

Mas não adianta apenas produzir bons vídeos. São necessárias ferramentas online para que o conteúdo seja acessado pelo público.

E é aí que entra a plataforma de vídeo marketing. Mas do que se trata essa ferramenta? É o que veremos a seguir.

O que é uma plataforma de vídeo marketing

As plataformas de vídeo são sites, softwares ou serviços que permitem aos usuários hospedarem conteúdos audiovisuais.

Além de hospedar os arquivos de vídeo, cada plataforma também oferece recursos extras, como acesso a métricas, maior segurança de dados, entre outros.

A partir do upload, esse material fica disponível para ser acessado pelos internautas. O acesso pode ser público, apenas para inscritos, gratuito ou pago.

Todas essas características dependerão não apenas da plataforma escolhida, mas também da estratégia de marketing da empresa.

Por exemplo, se uma das soluções oferecidas pela marca é um curso online, não faz sentido que o mesmo seja disponibilizado em uma plataforma pública e gratuita.

Ou se o objetivo é divulgar um novo produto através de vídeos de demonstração, uma ferramenta de maior alcance é ideal.

Portanto, é fundamental conhecer a fundo os tipos de plataforma de marketing e como cada uma funciona. Caso contrário, a sua marca pode aquirir uma solução que não é ideal aos seus objetivos e necessidades, prejudicando a eficiência das ações de marketing.

Tipos de plataformas de vídeo marketing

Como os conteúdos em vídeo foram se tornando cada vez mais populares, o número de plataformas de vídeo também aumentou.

Hoje em dia, é possível encontrar as mais diversas opções, cada uma com funcionalidades específicas e voltadas para um tipo de conteúdo diferente.

De maneira geral, as plataformas de vídeo marketing podem ser classificadas de acordo com a natureza e objetivo do conteúdo hospedado. Elas se dividem em:

Plataformas de vídeos on demand

Com as plataformas de vídeo on demand, o usurário pode acessar o conteúdo a qualquer momento, sem limitação de horário para a exibição. Basta que os criadores de conteúdo façam o upload dos vídeos.

Entre os exemplos mais famosos de serviços desse tipo está o YouTube. Através desse site, produtores hospedam seus vídeos, que imediatamente ficam disponíveis para exibição por qualquer usuário.

Outra plataforma de conteúdos sob demanda muito popular é a Netflix, que oferece um imenso catálogo de filmes e séries. Por meio de um valor mensal, os assinantes podem assistir às produções do catálogo quando e onde quiserem.

De olho nas tendências, algumas operadoras de TV a cabo também oferecem plataformas de vídeo on demand. Assim, os assinantes desses serviços podem assistir aos filmes e séries fora do horário de programação. É o caso da NetNow, oferecido pela NET.

Plataforma de transmissão ao vivo

As transmissões ao vivo, ou live streaming, são um verdadeiro fenômeno na internet. E não é para menos. Basta uma câmera e um dispositivo conectado à internet para poder se comunicar com milhares de pessoas em tempo real.

Plataformas desse tipo permitem aos usuários transmitir cursos e aulas online, fazer reuniões e conferências com dezenas de pessoas e até realizar a cobertura de eventos em tempo real.

Cleveland Browns Nfl Tv Streaming GIF

Além disso, a maioria das plataformas de vídeo marketing que permitem fazer transmissões ao vivo também contam com ferramentas de interação, como chat e comentários. É uma excelente maneira de se aproximar do público-alvo, criando uma relação mais íntima e próxima.

Entre os serviços do tipo mais conhecidos está o Skype. Mas como fazer transmissões ao vivo caiu no gosto dos internautas, até redes sociais já oferecem essa função aos usuários.

Plataformas profissionais

Além das plataformas abertas, citadas acima, também existem aquelas voltadas para o mercado corporativo.

Com recursos mais avançados e mais opções de personalização e configuração, essas ferramentas são perfeitas para quem quer ter o maior controle possível sobre o seu conteúdo.

Depois de produzir uma videoaula, por exemplo, é mais interessante disponibilizar o conteúdo em um serviço mais robusto, com acesso controlado estatísticas de desempenho e outras funções avançadas.

Um bom exemplo desse tipo de plataforma de vídeo marketing são as utilizadas por cursos e instituições de educação a distância.

Elas permitem que o usuário faça o upload de conteúdos diretamente no site, sem ter que hospedá-los primeiro no YouTube. Para exibir os vídeos, os usuários precisam inserir um código ou fazer login na plataforma.

Além disso, esse tipo de plataforma também conta com funções adicionais que não são encontradas em serviços com o YouTube.

Dependendo da solução adquirida, a empresa pode anexar documentos em PDF, espelhar a tela de um computador e inserir chamadas de ação dentro dos vídeos.

Principais plataformas de vídeo marketing

Com os conteúdos audiovisuais ganhando cada vez mais relevância no mundo digital e também no marketing, não é de se espantar que o número de plataformas seja tão grande.

É possível encontrar ferramentas gratuitas e pagas, voltadas para transmissão ao vivo ou hosting de vídeos. Conhecer as funcionalidades de cada uma é muito importante para escolher aquela que melhor se adapta às necessidades do seu negócio.

Confira as principais plataformas de vídeo marketing do mercado:

YouTube

Esta talvez seja a plataforma de vídeos online mais importante do mundo. A história do YouTube está intimamente ligada à evolução da própria internet.

Desde a sua fundação até hoje, a plataforma do Google ajudou a democratizar a produção, divulgação e consumo de conteúdos audiovisuais.

Atualmente, já é o segundo maior buscador da web, atrás apenas do Google. E segundo dados do próprio YouTube, os usuários passam um tempo 4X maior assistindo a vídeos online na plataforma.

Com cadastro gratuito, o YouTube apresenta diversas funcionalidades, entre elas:

  • Transmissão de vídeos ao vivo;
  • Possibilidade monetizar os conteúdos com exibição de anúncios;
  • Ferramentas de interação e engajamento do público;
  • Acesso a estatísticas de desempenho dos vídeos e do canal.

Facebook

A rede social mais famosa do mundo tem ganhado destaque nos últimos anos como uma excelente plataforma de vídeo marketing gratuita. E não faltam motivos para isso.

São 2 bilhões de usuários ativos no Facebook, o que representa uma audiência em potencial gigantesca para quem pretende divulgar uma marca na web.

Além disso, a rede social tem dado especial importância aos vídeos nativos (aqueles cujo upload é feito no próprio Facebook). Eles possuem um alcance orgânico maior que outros tipos de conteúdo.

Usando o Facebook como canal de divulgação, a sua marca conta com outras vantagens, como:

  • Ferramenta transmissão ao vivo;
  • Anúncios em vídeo na própria plataforma;
  • Acesso a métricas de desempenho dos vídeos;
  • Possibilidade de promover vídeos e outros conteúdos da página.

Instagram

Essa rede social começou como um canal para divulgar imagens, mas logo se rendeu também aos vídeos.

Com o lançamento do Instagram Stories e, mais recentemente, do IGTV, esse formato de conteúdo se tornou um dos mais populares na plataforma.

E como cerca de 80% dos usuários seguem pelo menos uma marca, é cada vez mais importante incluir o Instagram em uma estratégia de vídeo marketing.

Entre as vantagens que a rede social oferece para empresas, podemos destacar:

  • Transmissões ao vivo;
  • Anúncios de vídeo no Stories;
  • Possibilidade de incluir chamadas de ação nos Stories;
  • Estatísticas e métricas dos conteúdos publicados.

Plataforma profissional: conheça a VidMonsters

Embora as soluções gratuitas que listamos acima ofereçam diversas vantagens aos usuários, contar com ferramentas mais robustas e profissionais pode ajudar a alcançar os objetivos com mais eficiência.

Entre as opções está a VidMonsters, uma plataforma de vídeo marketing completa e que oferece diversas funcionalidades avançadas para os usuários.

Entre as vantagens de usar a VidMonsters na sua empresa, estão:

  • Host de vídeos com segurança e comodidade;
  • Transmissão ao vivo simultânea em mais de uma plataforma;
  • Incluir CTAs em todos os conteúdos;
  • Integração com plataformas de automação de marketing, meios de pagamento e outras ferramentas;
  • Acesso à métricas e tendências de vídeos.

Diferenças entre plataformas pagas e gratuitas

Se existem tantas opções gratuitas, por que o usuário deveria pagar por uma plataforma de vídeo marketing?

Realmente, nem sempre é necessário adotar uma solução profissional. Entretanto, antes de tomar uma decisão é importante avaliar alguns aspectos:

Governança de dados

Que atire a primeira pedra quem nunca baixou um vídeo do YouTube! Em uma plataforma de vídeo aberta, qualquer pessoa pode se apropriar do seu conteúdo, copiá-lo e distribui-lo livremente.

Em serviços pagos, o acesso pode ser restrito, de acordo com as regras que você especificar. Assim, um treinamento online, um curso e até mesmo eventos serão exibidos apenas para quem a empresa entende que é importante.

Outra vantagem é que muitas plataformas pagas contam com recursos para evitar a cópia e distribuição do seu conteúdo. São protocolos de segurança que as ferramentas gratuitas não têm, dificultando a apropriação indevida do seu trabalho.

Personalização estratégica

Dependendo da empresa, de seu porte e ramo de negócios, é fundamental que cada ação transmita a identidade da marca. Em uma plataforma de vídeo marketing gratuita, isso não é possível.

Tomemos o YouTube como exemplo: o layout da plataforma é proprietário, sem a possibilidade de customização para o seu negócio.

Além da identidade visual, a empresa precisa seguir as regras do YouTube. Isso significa, inclusive, permitir a exibição de anúncios em seus vídeos.

Para muitos negócios, esses detalhes não são tão prejudiciais. Porém, em outros casos, é preciso garantir que a transmissão seja direta e sem esses “ruídos”, já que podem prejudicar a experiência do usuário e tirar o foco do seu produto.

Análise de métricas de desempenho

Uma das principais vantagens do marketing digital é conseguir dados que ajudam a monitorar campanhas e otimizar ações.

Nas plataformas pagas, essa é uma tarefa muito mais simples. Elas integram dados referentes a vídeos com outros relatórios da sua empresa.

“Mas o YouTube também permite o acesso à métricas”.

Sim, é verdade. Porém ele só traz métricas referentes ao próprio YouTube. A plataforma não coletará dados importantes para analisar o desempenho dos vídeos que foram disponibilizados em outros canais, como a página do produto ou uma landing page.

Em uma plataforma paga, é possível integrar todas essas ações. Dessa forma, fica mais fácil acompanhar de perto que dá ou não resultados.

Blogs GIF

Autonomia

Cada plataforma conta com sua própria licença de uso, com a qual os usuários concordam ao criar uma conta.

O problema é que essas licenças podem mudar a qualquer momento. E embora as empresas comuniquem as alterações, isso pode tornar a exibição do seu conteúdo inviável.

Alguns exemplos bastante recentes incluem as constantes mudanças no alcance das publicações no Facebook e o critério de monetização do YouTube.

Em plataformas de vídeo marketing pagas, por outro lado, essas mudanças são menos comuns. Assim, você tem a certeza de que o seu conteúdo não corre o risco de ser excluído ou ter um alcance reduzido por causa de mudanças repentinas.

Capacidade de armazenamento

Quando você contrata uma plataforma de vídeo, a capacidade de armazenamento é estabelecida na negociação. Assim, a quantidade de dados que você poderá armazenar estará garantida pela vigência do seu contrato.

O mesmo não acontece com ferramentas gratuitas. Serviços desse tipo possuem limites mais rígidos e que estão sujeitos à alterações, o que pode prejudicar o seu negócio.

Suporte

Ao comprar um serviço, você tem o compromisso da empresa de oferecer o suporte adequado pelo tempo de duração do contrato.

Esse tipo de exigência é definido por um SLA (Service Level Agreement), que estabelece até mesmo o limite máximo de tempo para que a solução seja implementada.

Monetização direta

Em ferramentas gratuitas, o produtor de conteúdo não conta com a opção de escolher o tipo de publicidade que será veiculada em seus vídeos, que muitas vezes podem ser de empresas concorrentes. Além disso, a recompensa financeira é padronizada.

Com uma plataforma de vídeo marketing paga, a situação é diferente. O produtor pode negociar o seu espaço publicitário de acordo com a estratégia, escolher parceiros apropriados para o seu público-alvo e estabelecer valores de acordo com suas expectativas.

Como escolher a melhor plataforma de vídeo marketing

Com tantas ferramentas e serviços à disposição, e considerando todas as informações acima, como escolher a plataforma de vídeo marketing mais adequada?

Na verdade, essa definição precisa levar em conta os objetivos e necessidades do seu negócio.

Uma empresa que queira vender um curso aos internautas, por exemplo, não deveria usar o YouTube para hospedar os vídeos.

A razão para isso é o livre acesso da ferramenta do Google. A partir do momento que o conteúdo está lá, ele pode ser assistido gratuitamente por qualquer internauta. Nesse caso, quem pagaria uma mensalidade ou pacote por algo que já está à disposição gratuitamente?

Agora, se o seu objetivo é divulgar um produto, o YouTube ou outra rede social pode ser muito útil. Afinal, quanto maior o número de pessoas alcançadas com o conteúdo, mais engajamento, leads e vendas.

Portanto, a escolha dependerá unicamente dos objetivos da marca com a produção e divulgação de vídeos.

Entendeu como funciona uma plataforma de vídeo marketing e como escolher a mais adequada para o seu negócio? Então não pare por aí. Descubra como construir uma estratégia de vídeo marketing de sucesso com vídeos!