Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Conheça 5 processos de marketing essenciais para a sua empresa

Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Existem vários processos de marketing que a sua marca pode aplicar para ganhar visibilidade na rede. Mas você conhece todos eles?

Na hora de traçar uma estratégia de divulgação online ou offline, muitas marcas não sabem por onde começar ou quais ações adotar.

Vivemos em um mundo marcado pela transformação digital, com novidades em marketing surgindo todos os dias. Por isso, é fundamental entender bem quais as melhores estratégias para atingir os objetivos com eficiência.

Para ajudar você a escolher em quais táticas a sua empresa precisa focar, separamos 5 processos de marketing que devem ser incluídos em qualquer planejamento. Vamos nessa?

Olha só o que você vai aprender neste texto:

 

Afinal, o que é processo de marketing?

Antes de listamos as táticas essenciais para a sua empresa, é necessário entender o que são processos de marketing.

De maneira geral, esse conceito diz respeito a todas as etapas do planejamento estratégico que uma empresa coloca em prática.

É através desses processos de marketing que as marcas podem conhecer mais sobre o seu público-alvo, os concorrentes diretos e indiretos e a própria empresa. A partir dessas informações e práticas, as marecas são capazes de entregar aos clientes produtos e serviços capazes de satisfazer seus desejos e necessidades.

Quais os processos de marketing mais importantes?

Como explicamos no início deste texto, os processos de marketing permitem que a sua marca conheça em detalhes o perfil dos clientes, o mercado de atuação e o próprio posicionamento da empresa.

Existem 5 etapas fundamentais em uma estratégia de marketing que ajudam a alcançar esses objetivos:

  • Definir as buyer personas do negócio;
  • Realizar uma pesquisa de mercado;
  • Posicionar a marca corretamente;
  • Escolher as ferramentas de marketing digital;
  • Analisar as métricas de desempenho

Nos tópicos a seguir, vamos explicar como colocar cada um desses processos em prática. Vamos nessa?

1. Definição da persona

Quem trabalha com produção de conteúdo sabe da importância do bom direcionamento do material.

Nesse sentido, conhecer seu público-alvo é essencial para o sucesso de qualquer estratégia. O conteúdo, não importa o formato, precisa conversar diretamente com o usuário para que ele se interesse pela sua marca.

Imagine que a sua marca pretende divulgar um novo produto e decide publicar no Facebook diversos vídeos longos e formais sobre a novidade. Infelizmente, a campanha não alcança os resultados esperados.

Só depois de um tempo é que você descobre que o seu público utiliza mais o Instagram e prefere vídeos curtos e informais.

Para evitar esse tipo de problema, entre os processos de marketing mais utilizados está a criação de personas.

Uma persona é uma espécie de cliente ideal semi-ficcional. Ela é baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos clientes.

Esses personagens fictícios ainda contam com histórias pessoais, motivações e desejos que ajudam a entender melhor o que procuram em um produto ou serviço.

Para construir uma persona, alguns atributos são essenciais para a sua caracterização, como:

  • Cargo em que trabalha;
  • Idade;
  • Renda;
  • Escolaridade;
  • Gênero;
  • Nível de instrução;
  • Como consome informações;
  • Dificuldades profissionais;
  • Objetivos pessoais e profissionais.

Com esses dados coletados, você será capaz de conhecer sua persona e, de tabela, o seu público-alvo.

Dessa maneira, após definir o seu nicho, será mais fácil criar conteúdos que sejam interessantes e relevantes para os potenciais clientes da marca.

2. Pesquisa de mercado

Um dos processos de marketing mais complexos e importantes é a pesquisa de mercado.

Ela é capaz de sistematizar informações sobre o que a sua empresa pode ou não fazer e revelar diversas oportunidades.

De maneira geral, a pesquisa de mercado é realizada em três etapas:

  • Coleta e registro de informações
  • Classificação dos dados em categorias relevantes
  • Análise objetiva das categorias

Durante esse processo, essas etapas são realizadas para captar informações sobre fatores internos e externos, capazes de interferir no alcance das metas da empresa.

Os fatores internos se referem à persona e ao modo como ela provavelmente reagirá ao entrar em contato com os produtos e serviços da marca.

Já os fatores externos dizem respeito aos concorrentes (diretos e indiretos) e ao contexto econômico, social e político da região em que sua empresa atua ou pretende atuar.

Com essas informações em mãos, sua empresa estará pronta para criar estratégias capazes de satisfazer as necessidades e desejos do público e posicionar a marca em relação aos concorrentes.

3. Posicionamento da marca

Após colher e organizar os dados da pesquisa, é hora de posicionar a marca no mercado e definir uma identidade para a organização.

Isso é importante para diferenciá-la dos concorrentes e fazer com que os potenciais clientes entendam como os produtos e serviços da empresa podem beneficiá-los.

Definindo como a marca irá se comportar e quais valores ela transmitirá ao público-alvo, basta traçar estratégias que permitam adequar os produtos a esse plano.

Uma dica é investir na produção de vídeos. Os recursos desse formato permitem criar uma identidade visual única para a sua organização e passar uma mensagem coerente com os valores da empresa.

A sua marca ganha visibilidade e personalidade, se destacando entre os concorrentes.

Como vídeos são fáceis e rápidos de consumir, fica muito mais simples se comunicar com a audiência.

4. Escolha das ferramentas de marketing digital

Depois de coletar todas as informações e decidir qual o formato e a mensagem ideal para a estratégia da sua marca, é fundamental definir como a divulgação será feita.

Existem diversos canais que você pode usar para estabelecer um diálogo mais próximo e direto com o público.

A seguir, listamos algumas das principais ferramentas de marketing digital que a sua empresa deve considerar:

a) Marketing de conteúdo

O marketing mudou muito nos últimos anos. Se a regra era bombardear o consumidor com ofertas, hoje a estratégia é outra.

Com o marketing de conteúdo, a tática mais eficiente é fornecer informações relevantes para despertar  o interesse da audiência, que vai querer conhecer a fundo os produtos e serviços da marca.

Essas informações, na forma de conteúdos como blogposts, ebooks e vídeos, devem ajudar o público a resolver problemas do dia a dia, sem falar necessariamente de um produto ou serviço.

Com base nessas informações, os usuários caminham com mais facilidade pela jornada de compra, do momento de descoberta de um problema até a decisão de compra.

Com mais conhecimento sobre os próprios problemas e necessidades, além das soluções da sua companhia, os leads conseguem tomar decisões com mais segurança!

Essa estratégia ajuda a encantar os usuários, fortalecer a identidade da marca e posicionar a empresa como autoridade de mercado.

b) Email marketing

Pode não parecer, mas o email está mais vivo do que nunca e muitas pessoas ainda utilizam o serviço.

O uso dessa ferramenta é uma excelente forma de aumentar o engajamento com o público. Afinal, se alguém se inscreveu em seu banco de contatos, é sinal de que se interessa por suas ofertas.

E, quando incluímos vídeos na estratégia de email marketing, os resultados são ainda melhores.

Mensagens que incluem links para vídeos têm mais chances de atrair a atenção da audiência. De acordo com o Email Monks, emails com vídeo possuem uma taxa de retorno 280% maior do que mensagens com somente texto. É muita coisa!

Afinal, o que você prefere: um email cheio de informações técnicas e massantes sobre um produto, ou um vídeo onde tudo isso é mostrado de maneira sucinta e criativa?

Por isso, da próxima vez em que for enviar um informativo para sua lista de contatos, troque o textão por um vídeo!

c) Redes sociais

Não dá para falar em marketing digital sem citar as redes sociais! Esses serviços se transformaram nos queridinhos de muitas estratégias.

E não é à toa. Estimativas indicam que, em 2019, seremos 2,7 bilhões de usuários conectados através das mídias sociais.

Com um público tão grande, é natural que muitas empresas invistam pesado na criação de conteúdos exclusivos para essas plataformas.

Através das redes sociais, a sua marca consegue estabelecer uma relação mais íntima com o público. E quanto alinhadas com conteúdos relevantes, aumentam as vendas, ajudam a fortalecer a identidade da marca e geram leads qualificados.

Por isso, esteja sempre presente nas redes sociais e interaja com o público. Crie um cronograma de postagens, escolhendo os melhores horários e plataformas para divulgar os conteúdos da marca.

E não importa qual a estratégia escolhida pela sua organização Invista na produção de vídeos para as redes sociais, ou você corre o risco de ficar para trás. Somente em 2017, o conteúdo em vídeo de marcas nas redes sociais aumentou 67%.

As possibilidades são quase infinitas. Sua empresa pode criar um canal no YouTube, postar vídeos no Facebook, fazer transmissões ao vivo no Instagram… Com um bom planejamento e um conteúdo interessante, a criatividade é o limite.

d) Vídeomarketing

O vídeo é um dos formatos mais eficazes dentro de uma estratégia de produção de conteúdo.

Esse tipo de conteúdo está dominando a internet, principalmente com a popularização cada vez maior dos Smartphones.

Conforme diversas pesquisas apontam, a relevância dos vídeos na rede tende a aumentar:

  • Até 2019, 80% de todo o tráfego da Internet será gerado por vídeos (Cisco);
  • 91% dos internautas em todo o mundo consomem vídeos online. (ComScore);
  • 24% dos brasileiros passam metade do seu tempo na Internet assistindo conteúdos audiovisuais. (Provokers);
  • 62% das pesquisas feitas no buscador do Google incluem vídeos. (Marketing Land).

Viu só como conteúdos em vídeo são essenciais em qualquer estratégia de marketingde conteúdo?

Além de serem populares, os vídeos ajudam a criar uma relação mais próxima e íntima com o público, fortalecendo a marca.

Se bem utilizada, essa estratégia ajuda a fidelizar o público e aumentar o alcance das suas campanhas.

5. Análise de métricas

Depois de definir a sua persona, fazer uma pesquisa de mercado, posicionar a marca e escolher as ferramentas digitais que serão usadas, é hora de acompanhar os resultados da estratégia.

O primeiro passo é eleger quais as métricas de desempenho são estratégicas para o segmento de negócios da sua empresa e passar a mensurá-las.

A escolha dessas métricas dependerá, entre outras coisas, dos objetivos que o seu negócio espera alcançar com a estratégia de produção de conteúdo.

Dependendo da meta definida, pode ser interessante acompanhar o número de seguidores nas redes sociais, o número de acessos orgânicos no blog, a contagem de visualizações de vídeos ou a conversão de uma landing page.

É muito importante acompanhar de perto esses dados para saber se as metas estão sendo alcançadas. A partir disso, é possível determinar o que pode ser feito caso os resultados não sejam os esperados.

Existem no mercado ferramentas de automação que permitem automatizar praticamente todos os processos de marketing que citamos no texto.

Elas facilitam o gerenciamento dos canais da sua empresa, como site, blog e redes sociais. Assim fica fácil acompanhar de perto os resultados das suas campanhas.

Conclusão

Na hora de colocar em prática uma estratégia de divulgação, é importante conhecer quais os processos de marketing que precisam ser utilizados.

No texto de hoje, explicamos quais as 5 etapas mais utilizadas pelas empresas: definição da persona, pesquisa de mercado, posicionamento da marca, escolha de ferramentas e análise de resultados.

Agora é a sua vez. Não perca tempo e coloque em prática os processos de marketing que você conheceu. E não se esqueça de acompanhar as métricas de desempenho das suas ações. Se você não sabe como medir os resultados dos seus vídeos, clique aqui e aprenda agora mesmo!