Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Descubra como ganhar dinheiro na internet produzindo e divulgando um Produto Digital

Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Com o crescimento da internet, um novo mercado desponto: a produção e venda de produto digital!

De repente, milhares de pessoas passaram a empreender na rede, alcançando a tão desejada independência financeira.

Entretanto, mesmo que produtos digitais sejam o assunto do momento, nem todo mundo conhece de fato o que eles são ou a oportunidade que eles representam,

Se você é uma dessas pessoas, este texto foi feito para você! Continue lendo e descubra o que é um produto digital, como produzir um e ganhar dinheiro com essa estratégia.

Neste texto, vamos explicar:

O que é um produto digital?

A maioria das pessoas já utilizou e ainda irá utilizar um produto digital, mesmo sem saber que levam esse nome.

Os produtos digitais nada mais são que materiais informativos, produzidos e distribuídos por meio da internet, como ebooks, planilhas, videoaulas, webinars e podcasts. Eles também são chamados de infoprodutos.

O objetivo destes materiais é o de educar aqueles que o consomem sobre um tema específico, ajudando-os a resolver um problema, adquirir um conhecimento novo ou executar alguma tarefa.

Para muita gente, um produto digital é a possibilidade de disseminar o conhecimento que possui, para quem procura informações sobre o conteúdo abordado. Além de poder monetizar a distribuição deste produto e conseguir uma nova renda a partir disto.

Quais os tipos de produtos digitais mais vendidos?

Agora que você já sabe o que são produtos digitais, deve ter lembrado dos momentos em que consumiu um deles.

Existem diversos tipos de produtos que podem ser distribuídos pela internet. E o formato mais adequado para a sua marca é aquele que conversa diretamente com o público. E claro, aquele que pode trazer mais rentabilidade para o seu negócio.

Separamos abaixo os tipos de produtos digitais mais vendidos para você começar a sua estratégia e conseguir uma renda extra. Confira:

a) eBooks

Para quem tem um conteúdo aprofundado e um pouco mais extenso para oferecer, o e-book pode ser o produto digital ideal a ser vendido.

Mesmo que aprofundado, a ideia do livro eletrônico é explicar de forma pratica e de fácil entendimento as informações que você tem a oferecer.

Porém, a maior dificuldade do e-book é a parte gráfica. A formatação do seu livro digital deve ser feita de forma a convencer o público a baixá-lo e facilitar o seu consumo. Utilize, também, os aspectos gráficos do e-book para facilitar a compreensão do conteúdo a ser apresentado.

Outra vantagem desse tipo de conteúdo é que ele pode ser reaproveitado e transformado em um videobook.

produto digital
Um ebook permite que o público acesse seus conteúdos a partir de vários dispositivos. Como tablets!

b) Cursos e aulas online

Quem nunca assistiu a uma videoaula ou fez um curso online para aprender mais sobre algum assunto? Por serem mais práticos, esses formatos de produtos digitais são muito populares na internet.

Uma aula em vídeo é ideal para abordar conteúdos que precisam de demonstração visual. Como artesanato, trabalhos manuais e gastronomia, por exemplo. Mas qualquer tema pode virar uma videoaula. Basta criatividade!

Já os cursos online permitem unir diversos produtos digitais diferentes em um só lugar para explicar temas complexos e mais extensos. É possível usar aulas em vídeo, oferecer ebooks, fazer um tutorial e até criar listas de exercícios para os participantes.

O importante é escolher um tema que você domina de verdade e seja do interesse do público. E, no caso das videoaulas, cuidar para que a iluminação e o áudio tenham qualidade.

produto digital
Nada de aulas presenciais! Com as videoaulas e cursos online, dá para aprender até deitado no sofá.

c) Podcasts

Bastante popular e conhecido, os podcasts são outro formato de produto digital que você pode criar.

São programas gravados em áudio, no formato de entrevistas, conversas e debates com convidados. E os assuntos são os mais variados possíveis, como cultura, política, tecnologia e esportes.

Parecidos com programas de rádio, os podcasts podem ser consumidos enquanto o usuário realiza outras atividades. Ou seja, é bastante prático, um dos motivos para a sua grande popularidade.

E produzir um desses conteúdos é muito fácil. Basta ter um bom tema em mente, convidados que saibam falar sobre ele e equipamentos de áudio que permitam gravar com um mínimo de qualidade.

produto digital
Podcasts permitem que o público se informe enquanto faz outras atividades. Muito prático!

d) Serviços de assinatura

Outra maneira de trabalhar com produtos digitais é oferecer conteúdos por meio de um serviço de assinatura. Nessa estratégia, o usuário paga uma assinatura recorrente para ter acesso ilimitado aos seus conteúdos.

Serviços desse tipo costumam atrair um bom público, já que é possível oferecer planos vantajosos, com preços especiais. Dessa maneira, o usuário gasta menos do que se adquirisse um infoproduto por vez.

Sendo assim, lembre-se que você não poderá colocar um valor alto de assinatura. O lucro, no caso, virá dos pagamentos recorrentes feitos pelos clientes.

e) Webinars

Um webinar é um seminário online, transmitido ao vivo ou gravado, para apresentar e discutir um assunto específico para o público.

Esse tipo de conteúdo faz bastante sucesso, já que permite abordar temas complexos de uma maneira mais leve e interativa. Assim, são ótimos para aumentar o engajamento do público com a marca.

Além disso, é relativamente fácil de produzir um webinário, bastante ter um dispositivo conectado à internet e uma câmera de qualidade.

f) Softwares e serviços online

Para quem tem experiência em tecnologia e informática, esses podem ser ótimos produtos digitais.

O desenvolvimento de softwares e serviços online é uma das maiores tendências hoje em dia. Já que ele facilita na melhoria e automatização de muitos dos processos de um negócio.

Todo produto digital dá dinheiro?

Na teoria, sim. O mercado de infoprodutos é muito grande e a demanda não para de crescer. Assim, sempre haverá espaço para trabalhar com temas e abordagens diferentes.

Na prática, porém, a realidade é bem diferente. É preciso que o seu produto digital tenha duas características fundamentais: qualidade e uma estratégia de vendas eficiente.

O conteúdo produzido deve ser útil e relevante para o público e ter um preço acessível. Além disso, uma boa divulgação é essencial. Afinal, a sua mensagem precisa chegar até o público e fazer com que ele sinta vontade de comprar a sua oferta.

Por isso, esteja sempre de olho nas novidades do mercado digital. Dessa forma, você poderá usar as soluções que surgirem, deixando seu conteúdo atualizado e relevante.

Como vender produtos digitais?

Como explicamos, o mercado de infoprodutos é bastante concorrido. Mas isso não significa que é impossível ganhar dinheiro com ele. Para que o seu produto digital tenha sucesso e seja, de fato, lucrativo, você precisa trabalhar alguns pontos.

Separamos, abaixo, alguns passos para você começar a vender um produto digital, desde o planejamento até a divulgação. Veja só:

1. Estude o seu mercado

É fundamental que você procure conhecer a fundo o seu público-alvo. Quais são os problemas que ele enfrenta e de que forma a sua solução pode ajudar? O sucesso dos seus produtos digitais começa por este entendimento.

Consultar pesquisas de mercado e dados estatísticos pode dar boas pistas sobre a sua audiência e a concorrência que seus produtos irão enfrentar.

Compreenda o que seus clientes buscam e o que a concorrência atual falha em oferecer. Utilize este “buraco” para diferenciar o seu produto e posicioná-lo bem no mercado.

Caso contrário, você corre o risco de oferecer um produto digital sem diferenciais, com “mais do mesmo”. E sem uma grande novidade, dificilmente o público vai apostar na sua solução.

produto digital
Na internet ou no mercado físico, é importante saber quais as demandas do mercado que precisam ser supridas.

2. Conhecimento é poder

O primeiro passo, apesar de parecer óbvio, é entender o que você pode ensinar. Afinal, não faz o menor sentido criar um produto digital sobre um assunto que você não domina.

Portanto, descubra quais os temas que você domina e tem conhecimento o bastante para compartilhar. E, claro, quais áreas são mais procuradas pelo seu público.

E não é só isso. Além de ter certa autoridade no tema, é importante apostar em uma área que você tenha prazer em ensinar e abordar. Isso ajuda na hora de elaborar os conteúdos e garante mais qualidade, confiança e autoridade para você.

produto digital
Não adianta inventar dados e informações. O público vai descobrir se você não souber falar sobre algum assunto.

3. Divulgue nos canais certos

Depois de escolher um tema e criar o seu produto digital, sela ele de que formato for, é hora de divulgá-lo.

Para isso, é importante definir os canais mais adequados para promover o seu infoproduto. E essa escolha leva em conta, entre outros fatores, o comportamento da sua persona.

O seu público está mais presente nas redes sociais? Ou costuma acessar blogs?

Ter a resposta para essas perguntas permite planejar com antecedência e mais assertividade uma estratégia de divulgação. Assim, você saberá onde e quando promover o seu infoproduto e qual o tom de voz mais recomendado para a mensagem.

produto digital
Não adianta fazer posts no Facebook se a audiência mais interessada em seus infoprodutos se encontra no Twitter, por exemplo.

4. Mantenha atualizado SEMPRE

O potencial do mercado digital é imenso. E se você quer ter sucesso como infoprodutor e se transformar em uma referência, precisa produzir materiais incríveis e que agreguem valor.

E para fazer isso, é fundamental estar sempre atualizado sobre as novidades do mercado e atento aos problemas e necessidades do público.

Assim, fique de olho no que grandes concorrentes estão fazendo, faça pesquisas com a sua audiência e teste abordagens diferentes.

Dessa maneira, você será capaz de criar estratégias matadoras e muito mais eficientes.

Conclusão

Como você viu, o mercado de produtos digitais não para de crescer e é uma boa oportunidade para quem quer alcançar a independência financeira.

Agora é hora de produzir e divulgar o seu produto digital. Lembre-se das nossas dicas e elabore um material lucrativo e, acima de tudo, útil para o público.

E para aumentar ainda mais o alcance da sua estratégia de produto digital, a divulgação é essencial. Mas não basta apostar nos canais tradicionais. Vá além e leia o nosso artigo sobre como divulgar produtos através de vídeos.