VidMonsters
Por VidMonsters

Descubra como ficar no topo do Google com o SEO para Afiliados

VidMonsters
Por VidMonsters

O trabalho de um afiliado pode servir como renda extra ou oferecer excelentes resultados, dentro de um mercado promissor. Afinal, enquanto alguém modela um produto, seu trabalho é fortalecer o relacionamento com a audiência. E conseguir as melhores taxas de conversão. Para tanto, ser encontrado é fundamental. Por isso, o SEO para afiliados é uma ferramenta essencial.

Com essa técnica você consegue se destacar da concorrência e se posicionar como referência no conjunto de palavras-chave estratégicas para o seu negócio. Hoje em dia, existem muitas pessoas que apostam nas fontes de tráfego orgânico para gerar leads qualificados. E é preciso se atualizar constantemente para estar nos primeiros resultados do Google.

Neste artigo, você vai conhecer os maiores segredos para um bom SEO para afiliados. Então continue a leitura e descubra como melhorar o ranqueamento das suas páginas no Google.

O que é SEO e porque ele é importante para Afiliados?

SEO é uma sigla que, em português, significa otimização para mecanismos de busca.

Para explicar, precisamos entender o funcionamento de uma pesquisa online. Ao digitar um termo em um buscador como o Google ou o Bing, os robôs da plataforma exibem as páginas que têm mais chance de trazer as informações que o usuário deseja encontrar.

No início, existiam algumas regras, como a quantidade de vezes que o link aparecia em outras páginas como fator para que fosse bem posicionado nos resultados de busca ou não.

Hoje, com a inteligência artificial e o machine learning, mais parâmetros são analisados, como a contextualização de linkagens em sites parceiros e a qualidade dos conteúdos apresentados.

O objetivo dos buscadores com tudo isso, é oferecer a melhor experiência para o usuário, fazendo com que os resultados atendam à necessidade de quem pesquisa.

E como você verá a seguir, isso vai além das informações do conteúdo. Agora, outras características são avaliadas, como sites leves, com versões mobile, e até mesmo com conteúdo em vídeo otimizado para SEO.

Relação entre SEO e o marketing de afiliados

A principal vantagem de trabalhar o SEO, é que o conjunto de práticas que você precisará adotar também aumentarão seus resultados com a audiência. Quem atua como afiliado normalmente tem mais familiaridade com as fontes de tráfego pago, pois elas costumam apresentar resultados instantâneos.

O SEO ajuda você a pensar na sua persona, criar algo de valor para ela e gerar confiança e autoridade para a marca. Além disso, você estará sempre de olho nas novidades e tendências

 Como o sistema de vendas de afiliados costuma contar com um time de vendedores oferecendo o mesmo produto pelo mesmo preço, o relacionamento com o público deve ser o diferencial para a decisão do consumidor.

Como fazer SEO para afiliados?

O primeiro passo desse tipo de trabalho é fazer uma segmentação do nicho de mercado que você atua (ou dos nichos, se for o caso). Como nas vendas de afiliado é comum trabalhar com mais de um produtor, montando um mix para a audiência, é preciso ter consciência que o SEO traz resultados de longo e médio prazo.

Para isso, você deve focar em poucos temas, trabalhando para otimizar suas páginas para as melhores palavras-chave relacionadas ao assunto. Isso não significa que você não pode trabalhar com muitos nichos diferentes, por exemplo, mas para ter resultados no SEO, é preciso se dedicar a cada assunto escolhido.

a) SEO on-page

Quando o robô de um buscador faz a análise da página, ele avalia basicamente 2 aspectos: SEO on-page, que são características de dentro da página e o SEO off-page, com atribuições relacionadas ao endereço, mas que são fora daquela página.

Como afiliado, é importante entender que, quanto mais disputado o nicho, mais trabalho será necessário para alcançar os primeiros resultados. Confira, a seguir, os principais atributos que você deve observar para melhorar sua estratégia de SEO on-page.

1. Conteúdo

Com o lançamento do algoritmo Panda, o Google passou a ler as páginas e avaliar quais tinham mais qualidade e relevância para o assunto abordado. Começou, então, uma punição para sites que abusavam do uso de palavras-chave sem contexto ou de má qualidade.

Para um afiliado, entender isso é muito importante. Isso porque, além de originais, os conteúdos desenvolvidos devem ser muito bons. É importante entender que hoje os vídeos também considerados pelos algoritmos para o ranqueamento de páginas.

2. Título

Também conhecido como SEO title, é aquele título em azul ou roxo que aparece acima do endereço de cada link quando você faz uma pesquisa naweb. Com a realidade mobile é preciso que esses títulos sejam cada vez mais enxutos, contendo no máximo 60 caracteres. Isso evita que sejam cortados na visualização.

Além de atrativos e originais, é muito importante para o afiliado fazer uma rápida pesquisa para descobrir como os concorrentes estão oferecendo o produto. Dessa forma, você consegue encontrar soluções mais criativas e que destaquem suas páginas ao abordar um mesmo assunto.

3. Escaneabilidade

Talvez você não seja da geração dos computadores da tela preta com as letras verdes, mas certamente já viu um desses em algum filme mais antigo. A maior dificuldade desse tipo de interface foi superada com o modelo de interface que usamos hoje. Você sabe qual é?

A possibilidade de trabalhar a hierarquia das informações, destacando as mais importantes e deixando o texto mais interessante e menos monótono.

É o que chamamos de escaneabilidade. E esse é um item bastante valorizado pelos mecanismos de busca. Afinal, quanto mais fácil de ler um texto for, melhor para o usuário!

Para melhorar a escaneabilidade você pode:

  • usar intertítulos (ou headlines) para dividir o seu texto;

  • deixar os parágrafos menores (inclusive para que não virem blocos de texto quando lidos em telas menores);

  • apresentar passo a passo em listas numeradas;

  • incluir bullet points para deixar a leitura mais fluída (como estamos usando agora!);

  • apostar em imagens que a leitura fique mais leve.

4. Velocidade do site

A velocidade de carregamento das suas páginas não é importante apenas para o ranqueamento do seu site. Ela também faz com que a sua audiência fique mais tempo no seu site. Afinal, as pessoas não têm mais paciência para ficar esperando muito tempo até que o conteúdo carregue.

Como os acessos são realizados cada vez mais por smartphones, avaliações como a do Google TestMysite ajuda para que você descubra qual é a rapidez das suas páginas, uma comparação em relação à concorrência e onde você pode melhorar.

5. URL

O URL é aquele endereço que você digita para chegar a um site ou página específica. Ele é único e muito importante de se trabalhar.

Em vez de criar urls longas e cheias de caracteres, escolha palavras que façam sentido e tenham ligação com o assunto apresentado (o título da postagem, por exemplo). Observe também para que o título seja curto e contenha a palavra-chave.

6. Links internos

Os links internos são aqueles que redirecionam o visitante para outro conteúdo dentro do mesmo domínio. Essa é uma excelente estratégia para aumentar o tempo de permanência do usuário dentro do seu site (que também é contabilizado para otimizar o posicionamento das páginas).

Como um afiliado geralmente monta diversos funis de vendas de acordo com o mix de produtos que decide oferecer, essa linkagem interna deve ser feita com inteligência para que a audiência encontre coerência nas conexões e conteúdos das páginas de destino.

b) SEO off-page

O SEO off-page é um pouco mais delicado, pois não depende exclusivamente de você para concretizar esse trabalho. Além disso, algumas práticas são vistas como ruins, inclusive penalizando o site.

Fique de olho nos principais pontos avaliados e como fazer para conseguir melhorar o desempenho dos seus resultados.

1. Autoridade de domínio

O domain authority, ou autoridade do domínio, é uma avaliação desenvolvida pela MOZ. Com ela são avaliados diversos fatores para descobrir o quanto o seu endereço é relevante.

Quanto maior for a pontuação, melhor é o seu conteúdo para as palavras-chaves que ele ranqueia. E também, melhor é o resultado em buscas.

2. Autoridade da página

Semelhante à autoridade do domínio, essa é uma forma de avaliar uma página específica do seu site.

Para um afiliado, isso é muito relevante, pois quando estiver em uma campanha, você pode reunir as páginas específicas para uma determinada venda e avaliar como você está se posicionando. Assim, você entende se você precisa reforçar a sua estratégia para um determinado produto.

3. Backlinks

Esse é outro dos fatores mais importantes na avaliação e também dos mais perigosos. Os backlinks são endereços que direcionam para o seu site, mas não são originados de dentro dele. Ou seja, representa o número de citações que o seu site recebe de outros sites.

É possível conseguir esses backlinks através de parcerias com outras marcas e produtores de conteúdo. Um afiliado pode fazer guest posts para sites parceiros, criar collabs e entrevistas com as pessoas responsáveis pelo produto que está oferecendo e mostrar ao Google a seriedade do trabalho que desenvolve.

Entretanto, algumas pessoas acabam comprando backlinks. O Google considera essa prática como ruim e pune quem usa esse tipo de estratégia, inclusive retirando o endereço do resultado de pesquisas.

Quais são as melhores dicas de SEO para Afiliados para otimizar sua página?

Nos tópicos anteriores você já deve ter aproveitado muitos truques para melhorar a performance das suas páginas. Veja agora as estratégias mais eficazes para o seu trabalho.

1. Pesquise pelas palavras-chave relevantes para o seu negócio

Sim, as palavras-chave ainda são fundamentais na estratégia de SEO e direcionam o foco do seu trabalho. As palavras-chave recortam seu trabalho dentro de um nicho, aumentando o retorno e desempenho.

Uma pessoa que pretende falar sobre alimentação, por exemplo, talvez tenha um business ligado a nutrição, alimentação saudável, culinária ou mesmo que ensine outras pessoas a fazerem renda com comida.

Existem diversas ferramentas de pesquisa palavras-chave. O importante é usar dois tipos diferentes de termos, as head tail — que têm alto volume de busca, mas um significado abrangente — e as long tail — que são menos pesquisadas, mas alcançam um público específico.

2. Produza conteúdos de qualidade

Antes que você comece a desenvolver muita coisa sobre o assunto, é importante pensar no seguinte: para quem você está criando esse material? Tente resolver algum problema, entregar valor nas suas publicações. Para engajar a audiência com conteúdo, adeque a linguagem de acordo com o público.

3. Use links internos e externos com sabedoria

Por mais que um afiliado queira mostrar proximidade com os produtores daquilo que será oferecido (e automaticamente gerar confiança e credibilidade), a linkagem nessa hora precisa ser feita com coerência e sem perder a sua audiência.

Por isso, ao fazer uma linkagem, você pode usar duas regras bem legais:

  • Linkagem interna: deve ser coerente e levar seu lead a avançar no funil de vendas.
  • Linkagem externa: deve ser extremamente relevante e deixar a experiência do usuário mais rica.

4. Otimize sua página para mobile

Essa dica, além de ajudar suas páginas a chegarem ao topo, também é muito importante para ajudar a navegação dos seus visitantes nos mais diversos formatos de tela. Fonte, tamanho de botões e outros atributos precisam ser considerados.

Conclusão

Como você viu, o SEO para afiliados é uma estratégia que reduz os custos com anúncios, otimizando o valor das suas estratégias. Além disso, essa é uma fonte de tráfego orgânico que, apesar de demorar mais tempo para apresentar resultados, tem um grande impacto para sua estratégia de atração de novos leads e geração de vendas.

Se você gostou deste artigo, leia nosso texto sobre SEO, veja como implementar essa estratégia e garantir os melhores resultados para o seu negócio!