Loading Posts...

Quais serão as tendências de marketing digital dominante nos próximos anos no mercado brasileiro e mundial?

Esta é uma pergunta que todos os profissionais envolvidos com o marketing digital se fazem rotineiramente. Afinal, estar preparado para a evolução das tendências do mercado é muito importante para manter-se competitivo.

Já para quem adota estratégias de marketing digital em sua própria empresa, conhecer as tendências de marketing digital é igualmente importante.

Pois, as evoluções do marketing digital também são evoluções dos próprios clientes e na forma com a qual eles consomem conteúdos publicitários e de marketing, e se aproximam das marcas, na hora de procurar produtos e serviços que lhe interessam.

Se você está curioso em saber como será a evolução e as tendências do marketing digital nos próximos anos, este artigo irá lhe dar algumas dicas sobre o que podemos esperar. Saiba o que deverá ser regra, no futuro do marketing digital. Vamos lá?

Principais tendências de marketing digital para os próximos anos

Marketing de conteúdo RELEVANTE

Para começar, uma das tendências de marketing digital que mais ganhou espaço nos últimos 10 anos: o Marketing de Conteúdo.

O marketing de conteúdo deverá continuar a ser uma das mais fortes tendências de marketing digital nos próximos anos. Afinal, as principais vantagens dele para as empresas, como aproximar o cliente da marca, gerando maior engajamento, reconhecimento e autoridade da empresa, junto ao mercado, ainda continuarão de pé.

O que deverá ocorrer, no entanto, é que o conteúdo deverá ter mais formatos e ser cada vez mais relevante, ao público.

Isso implica que o conteúdo deverá ser cada vez mais personalizado e se valer de formatos diferenciados, como podcasts, ebook, entre outros.

Outra conclusão importante, neste aspecto, é de Joe Lazauskas. Segundo ele, o marketing de conteúdo caminha para uma necessidade cada vez maior de passar confiança ao leitor. E as empresas não podem fugir desta responsabilidade.

Afinal, lidar com o universo das fake news se torna um desafio cada vez maior e que poderá afetar a reputação das empresas. Que, portanto, devem estar preparadas e atentas para esta nova realidade.

Vídeo marketing

Outra tendência que está em franco crescimento no mundo do marketing digital é o vídeo marketing. Para se ter uma noção disto, segundo a pesquisa Video Viewers 2018, realizada pelo Google, os brasileiros já consomem 19 horas semanais, em média, de vídeos pela internet.

Além disso, de acordo com a Cisco, uma das principais empresas de tecnologia do mundo, em 2021, 82% de todo o tráfego de internet do mundo, será destinado ao consumo de vídeos.

A pesquisa Video Viewers 2016, também realizada pelo Google, já apontava como os vídeos se tornavam fortes influenciadores da tomada de decisão de compra, por parte do consumidores. 43% dos entrevistas afirmaram que os vídeos são a fonte primária de informações, sobre produtos ou serviços aos quais tem interesse.

Estes dados se encaixam em uma nova tendência, a do crescimento do vídeo marketing, formato de conteúdo que tem potencial 53 vezes maior de ranquear nas primeiras posições do Google, quando comparados aos textos.

O que indica que o vídeo marketing deverá ser uma das grandes tendências de marketing digital, nos próximos anos.

Influenciadores digitais

As redes sociais aproximaram os fãs de seus ídolos, como talvez nunca antes na história humana.

Hoje em dia, podemos ver o que os nossos ídolos fazem quando não estão no palco ou na televisão, o que eles pensam, sobre diversas questões, e, além de tudo, quais as preferências de consumo deles.

O desejo de conhecer o que os ídolos consomem não é novo. Pois, desde o início da publicidade enquanto ramo, associar pessoas famosas à algum produto é uma das principais formas de alavancar as vendas e a popularidade deste produto.

No entanto, a grande novidade atual é que a influência pelo consumo não precisa vir de uma grande estrela do cinema ou da televisão.

No Instagram e no Youtube, milhares de pessoas se tornam famosas e influentes, porém, não para a massa, mas sim para o nicho de pessoas com o qual eles conversam diretamente e diariamente.

É a era dos influenciadores digitais. Não é mais necessário ser um ator de novela, ou de cinema, para influenciar a compra de alguém. E isso é uma tendência que tende a crescer.

Pois, a influência tende a ser cada vez mais micro, com pessoas que geram opinião em nichos cada vez menores e cada vez mais específicos, sendo uma das mais fortes tendências de marketing digital que as empresas devem estar atentas.

Big Data

Nunca se gerou tanta informação como nos dias de hoje. Segundo Bernard Marr, escrevendo para a Forbes, a cada dia, são gerados 2,5 quintilhões de bytes de dados (é 2 e 5, seguidos por 17 zeros!).

Em nenhum momento da história da humanidade, tanta informação foi gerada. E essa informação também nunca foi tão distinta. Podem ser desde suas fotos no Instagram, os artigos que você lê, as postagens em suas redes sociais, ou mesmo dados que os equipamentos de sua casa geram.

E uma das mais fortes tendências de marketing digital dos próximos anos é o uso desta imensidão de dados, nas estratégias de marketing das empresas.

Isto implica que as equipes e profissionais de marketing devem agregar conhecimentos cada vez maiores em análise de dados. É a era do data-drive marketing, ou, marketing orientado por dados.

Em síntese, serão muitos dados, de muitas fontes diferentes, que poderão ser utilizados de modos diferentes, nas estratégias de marketing digital das empresas.

Processos de automação cada vez mais sofisticados

Junto com o crescimento do Big Data, outra das tendências de marketing digital, que deverá ser muito forte nos próximos anos, é a automação de diversos processos de marketing.

Já existem ferramentas de automação de marketing. Por exemplo, os emails marketing automatizados, que já são recorrentes no mercado.

No entanto, a automação deverá avançar para outros campos, como, por exemplo, o atendimento ao cliente e a geração de conteúdo.

No campo de atendimento ao cliente, os chatbots avançam a cada dia, permitindo a resolução de problemas dos clientes de modo cada vez mais rápido. O uso de inteligência artificial no atendimento ao cliente permite utilizar conhecimentos agregados de atendimentos anteriores, para resolverem problemas atuais dos clientes.

O conteúdo automatizado também está em crescimento. Agencias de imprensa, como o Le Monde da França, e a Associated Press, dos EUA, utilizam inteligência artificial para a geração de notícias curtas e que possuam um conteúdo que geralmente se repete, como é o reporte financeiro de empresas, por exemplo.

Mas, a automação de conteúdo ainda avança de modo lento. A criação de conteúdo ainda depende de criatividade e não é um processo totalmente mecânico. Atividades que, ao menos por enquanto, ainda são exclusivas a nós, seres humanos.

Mobile marketing

Antigamente, o computador era um dos itens mais valiosos de qualquer casa. Ele era a porta de acesso para a internet e todas as possibilidades que ela apresenta.

No entanto, hoje em dia, os celulares tomaram este lugar, permitindo que a internet seja acessível, a qualquer um com acesso a um aparelho com conexão 3G ou WiFi.

Para se ter uma ideia desta nova realidade, segundo o IBGE, 69% dos brasileiros acessam a internet pelo celular. Número que já ultrapassou o acesso da internet, pelo computador, que está na casa os 39%.

Para as estratégias de marketing digital, isso implica que elas deverão, cada vez mais, priorizarem campanhas que sejam adaptadas para os celulares.

Desta forma, assegure que o site ou blog de sua empresa seja responsivo. Isso quer dizer, possa ser acessado por celulares, sem lentidão no acesso ou problemas para a leitura.

Também procure produzir peças de conteúdo que sejam ideias para celulares. Como imagens mais leves ou vídeos curtos, que possam ser vistos no seu site, nas suas redes sociais ou baixados em aplicativos de mensagens, sem gastar todo o plano de 3G de quem o visualiza.

Marketing em tempo real

O marketing em tempo real, ou real time marketing, é outra das fortes tendências de marketing digital, para os próximos anos.

Consiste em uma estratégia de marketing que utiliza eventos que estão viralizando naquele momento, para desenvolvimento das peças de campanha. Ou mesmo de peças interativas, com as quais os clientes podem se envolver com a empresa.

Estas campanhas podem ocorrer em plataformas como o Instagram, através do Stories, que permitem a divulgação de imagens e vídeos curtos, que podem interagir com eventos instantâneos.

Para conhecer mais sobre uma das mais legais tendências de marketing digital, o Real Time Marketing, acesse este artigo.

Realidade virtual e aumentada

A junção da realidade física e a tecnologia digital, consiste na realidade aumentada. E esta uma das tendências de marketing digital que deverão vir fortes, nos próximos anos.

Isto porque, a possibilidade de permitir a interação do espaço físico, por meio virtual, é a próxima grande fronteira tecnológica a ser explorada.

Apesar de ainda haverem poucas aplicações práticas da realidade aumentada, as possibilidades de acessibilidade e relacionamento com os clientes são muito animadoras.

Imagine, por exemplo, permitir que o seu cliente visite a sua loja ou o seu mostruário, sem precisar sair de casa. Ainda parece (e é) uma tecnologia do futuro. Mas estamos avançando em direção a ela, mais rápido do que você imagina.

Comércio eletrônico

Em 2018, o comércio eletrônico cresceu 12%, chegando ao faturamento anual de 74 bilhões de reais. No entanto, ainda há muito espaço para crescimento do ecommerce no Brasil.

Novos setores, que antes se restringiam ao mercado físico, começarão a explorar os meios eletrônicos. A evolução dos marketplaces também deverá ser outra forte tendência, com empresas gigantescas e com alcance nacional, se juntando à fornecedores menores e locais, no fornecimento de produtos aos clientes.

Para saber mais sobre o ecommerce e todas as suas possibilidades, fica a nossa recomendação deste artigo AQUI.

A evolução da tecnologia irá acompanhar, de perto, a evolução das tendências de marketing digital. O profissional, desta forma, deve estar preparado para ser, além de um criador de campanhas de marketing, um analista de dados e alguém sempre ligado à evolução das tendências.

Para as empresas e os seus donos, a necessidade de atualização constante, também é a mesma. Os clientes estarão aonde a tecnologia estiver.

Por isso, acompanhar e se renovar, para as novas tendências de marketing digital que esteja crescendo e se estabelecendo, é a oportunidade de alcançar novos clientes, em campos ainda pouco explorados.

Além de conseguir reter os atuais, em ferramentas cada vez mais envolventes e interativas.

Redação VidMonsters

Loucos por marketing e vídeos!