Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

7 passos para criar e vender cursos online e lucrar com esse conteúdo

Marcos Pereira
Por Marcos Vinicius

Criar e vender cursos online é uma atividade que ganha cada vez mais espaço no mercado. Essa modalidade de ensino já cresce mais que a presencial no Brasil. Principalmente graças ao crescimento da EAD (educação a distância) no país.

Para quem se matricula em cursos online, a praticidade e comodidade de estudar de qualquer lugar é uma enorme vantagem. E para muitos empreendedores, essa é uma ótima maneira de conseguir uma renda extra compartilhando conhecimentos que já dominam.

Se você tem interesse em entrar nesse ramo, mas não sabe por onde começar, veio ao lugar certo. Separamos 7 passos para vender cursos online e ter muito sucesso. Vamos nessa?

É possível ganhar dinheiro com cursos online?

Claro que sim!

Como explicamos no começo do texto, o mercado de educação a distância não para de crescer. E criar e vender cursos online surge como uma excelente ideia de negócio digital.

Com a rotina atribulada, o público tem cada vez menos tempo para se dedicar a cursos presenciais. Assim, a EAD se apresenta como uma excelente opção para adquirir conhecimento com mais praticidade e rapidez. Afinal, só é necessário ter um computador ou smartphone conectado à internet.

Mas não é só o público que ganha com esse mercado. Quem já trabalha com conteúdos digitais ou quer expandir o seu negócio, encontra nos cursos digitais uma excelente oportunidade.

Esse tipo de produto digital é muito fácil de produzir. Basta dominar um assunto que seja do interesse do público e transformá-lo em materiais atraentes e engajantes.

criar e vender cursos online

Mas como fazer isso?

Um bom planejamento é o primeiro passo. Não basta apenas criar apostilas em .PDF. É necessário descobrir quais os tipos de conteúdo são mais eficientes com a sua audiência, o tom de voz mais adequado, como divulgar e a plataforma onde hospedar o curso.

Mas calma. Vamos explicar tudo isso para você!

1. Escolha um segmento para criar e vender cursos online

Depois de decidir investir no mercado de EAD, é preciso encontrar um segmento de mercado para atuar. Essa escolha é importante porque guiará todo o seu planejamento. E uma decisão errada pode prejudicar a sua estratégia.

Para escolher o melhor nicho possível, fique de olho nas suas habilidades. Pense em quais conhecimentos você domina e tem afinidade e que poderia dividir com o público.

Claro, é importante pensar se as outras pessoas também se interessam por esse assunto. Afinal, se a intenção é vender cursos online, é importante que o tema seja popular e desperte interesse.

Por exemplo, se você tem facilidade me criar peças de argila, pode ser uma boa ideia criar um curso online nesse sentido. Entretanto, pode ser que esse tema não seja tão popular assim. Então o melhor é pensar em outra habilidade para explorar!

vender cursos online
“Hum… Acho que isso daria um bom curso online!”

2. Trace a persona do seu curso online

Além de descobrir um nicho lucrativo, é importante entender o comportamento e as características das pessoas que vão consumir o seu produto.

Mas não basta ficar apenas em aspectos genéricos, como sexo, idade e localização. É preciso ir além. E para isso, definir as personas é essencial.

Personas são personagens semi-fictícios que representam o cliente ideal do seu negócio. Elas são baseadas na análise dos clientes reais do mercado em que você vai atuar.

Elas incluem, além de dados demográficos, padrões de comportamento, problemas, sonhos e necessidades. Tudo isso precisa ser considerado na hora de criar o seu curso online para que ele seja exatamente o que o público procura.

Se você já trabalha no mercado digital, entreviste os seus próprios clientes e observe os padrões que surgem. Caso você ainda não tenha uma marca, vale procurar a audiência dos concorrentes mais próximos.

3. Defina o formato mais adequado

Um dos maiores benefícios da popularização da internet e da transformação digital é a enorme diversidade de formatos para criar cursos online.

Alguns exemplos de formatos de cursos online são:

Não existe um único formato certo e a escolha depende de diversos fatores, como o tema do curso e os interesses do público-alvo. Assim, você será capaz de transmitir o seu conteúdo da melhor maneira possível.

4. Escolha o melhor canal de venda

O próximo passo é decidir onde colocar o seu curso para vender. O canal de venda será a ponte entre o cliente e o seu produto.

Por isso, é importante conhecer as principais plataformas de venda de cursos online que existem no mercado. Afinal, cada uma possui seus pontos fracos e fortes, que podem impactar na experiência do público.

Uma opção é criar uma página exclusiva para o seu curso online. Nesse site, você pode hospedar o curso, os materiais utilizados, direcionar as ações de marketing para atrair novos alunos e centralizar os pagamentos. Tudo com mais autonomia.

Outra opção para criar e vender cursos online são as plataformas especializadas em EAD e infoprodutos. Como é o caso da Hotmart.

Essas plataformas permitem hospedar um curso e gerenciar os pagamentos. Além de contar com ferramentas que ajudam na divulgação do produto.

Por outro lado, é preciso arcar com taxas e comissões sobre as vendas realizadas. Porém, principalmente para quem está começando, apostar nessas plataformas pode ser uma boa ideia.

5. Analise a concorrência

A internet está lotada de informações e conteúdos dos mais diversos tipos. Inclusive, é bem provável que existam outros empreendedores oferecendo cursos online similares aos seus!

O que você pode fazer para se destacar?

Uma solução é oferecer um conteúdo diferente e superior aos que já existem. E para isso, é fundamental conhecer e mapear os concorrentes. Assim, você entende o que já vem sendo feito e pode oferecer soluções originais.

Fazer algo que ainda não foi feito ou que seja melhor do que os concorrentes é um enorme diferencial competitivo. E pode ser o motivo que faltava para o público fechar negócio com você. Esse diferencial também é uma das chaves para conquistar e fidelizar o público.

vender cursos online

6. Tenha uma estratégia de marketing para vender cursos online

Sabe aquele ditado que diz que “Quem não é visto não é lembrado”? Então, a realidade é exatamente assim.

Se você quer vender cursos online, precisa fazer o seu produto chegar até o público. E a ferramenta mais importante para divulgar alguma coisa é o marketing!

Assim, procure traçar uma estratégia de marketing que permita que você converse diretamente com o público que vai comprar o seu curso.

vender cursos online
Se ninguém souber que o seu curso existe, para quem você vai vender?

Mas a verdade é que existem diversos tipos de marketing (mais de 45!). E nem sempre todos eles são indicados para divulgar o seu negócio.

Por isso, separamos algumas das estratégias mais eficientes para o mercado de cursos online. Veja só:

a) Marketing de Conteúdo

Ninguém gosta de publicidade invasiva, como popups, aparecendo a todo instante. Muitas marcas e profissionais de marketing perceberam isso e passaram a apostar no Marketing de Conteúdo.

Essa estratégia consiste em oferecer conteúdos (blogposts, vídeos, ebooks, tutoriais etc) relevantes para o cliente, ajudando-o a identificar e resolver algum problema.

Com isso, você fortalece a autoridade do seu negócio, garante mais acessos aos seus canais e cultiva fãs para a marca.

E tudo isso se traduz em aumento de alunos para o seus cursos. Afinal, se você é capaz de disponibilizar materiais úteis gratuitamente, é sinal de que o conteúdo do curso é ainda melhor!

b) Mídia Paga

Outra estratégia de marketing que ajuda a vender cursos online é através do uso de mídia paga. Ela é muito útil, especialmente para quem está começando e ainda não possui muita relevância no mercado.

Uma das ferramentas de mídia paga é o Google Ads. Com ele, é possível criar anúncios que são exibidos entre os resultados de busca, em serviços e aplicativos parceiros.

Além disso, existem também ferramentas de mídia paga em redes sociais, como Facebook e Instagram.

Apesar de parecer um investimento incerto no começo, a mídia paga pode ajuda a atrair o fluxo de pessoas necessário para a sustentabilidade do seu negócio.

c) E-mail marketing

Outra ação muito eficiente é o e-mail marketing. O envio de mensagens que divulgam e convidam as pessoas para se matricularem em um curso é uma das estratégias preferidas de muitos empreendedores digitais.

Afinal, o e-mail ainda é um canal bastante utilizado pelas pessoas, é menos invasivo, é personalizável e apresenta um alcance maior.

Com o perfil da sua persona em mãos, você será capaz de criar campanhas de e-mail marketing muito mais eficientes, já que terá um perfil mais aproximado do seu cliente ideal.

Assim, você poderá construir mensagens com a linguagem certa e o conteúdo mais adequado para o público, incentivando-o a comprar o seu curso online.

7. Peça feedbacks e mantenha o conteúdo otimizado

Receber feedbacks de clientes, mesmo que negativos, é muito importante para otimizar qualquer produto, inclusive o seu curso online. Afinal, são essas pessoas que estão em contato direto com o seu curso.

Quando a opinião do público não é positiva, é sinal de que a sua estratégia de vendas ou de produto não está indo na direção certa.

Com base nesses retornos, você consegue identificar quais os pontos que precisam de ajuste e como otimizar os processos.

E se você tiver feedbacks positivos, melhor ainda! Alunos e ex-alunos que tenham gostado muito do seu trabalho podem ajudar em suas estratégias de marketing.

Basta pedir para que eles escrevam ou gravem um vídeo de depoimento contando o que acharam do material e porque o recomendam.

Esses depoimentos são muito úteis para inspirar confiança nas pessoas que pensam em adquirir seu curso online.

vender cursos online
Não precisa ter medo do feedback dos clientes. Ele é a chave para aprimorar o seu produto.

Bônus: use vídeos para vender cursos online

Algumas vezes, os alunos em potencial do curso online podem ter dúvida se o conteúdo é confiável ou não. Afinal, muitas pessoas não se acostumaram ainda a comprar materiais educacionais pela internet.

Para diminuir esta desconfiança, você pode usar vídeos para passar segurança e autoridade aos possíveis alunos.

Se a pessoa estiver em dúvida sobre comprar ou não seu curso, no vídeo ela terá uma ideia muito melhor do que o conteúdo abordará.

Nesse sentido, procure explicar um pouco sobre o tema que será abordado e, se preferir, mostre também alguns trechos do curso.

Use também o espaço para passar seus contatos, como e-mail, site, canal no YouTube e outras redes sociais. Coloque-se também à disposição para esclarecer as eventuais dúvidas as pessoas interessadas possam ter.

Quer entender de verdade como o uso de vídeos pode ajudar no sucesso dos seus cursos online? Então confira o nosso artigo com as principais estratégias para promover cursos com vídeos!