Loading Posts...

Você sabe o que é webinar? Nada mais é do que um seminário em vídeo, ao vivo ou gravado, sobre um tema específico. Esse tipo de conteúdo é uma excelente maneira de gerar leads e vender mais!

Realizar palestras e seminários é uma das maneiras mais eficientes que uma empresa tem para se comunicar com o público. E com as inovações tecnológicas, é possível produzir eventos desse tipo com mais facilidade. O webinar trouxe abriu um mundo de possibilidades para as marcas na internet.

Com essa ferramenta, as barreiras entre empresas e público são reduzidas, estreitando o relacionamento. E o contato em tempo real gera impactos positivos no pré e pós-venda.

Para você entender melhor todos os benefícios dessa ferramenta e como realizar um webinar de sucesso, preparamos um guia completo. Nele, você aprenderá:

Afinal, o que é um webinar

O nome webinar vem do termo em inglês web-based-seminar, ou seminário baseado em rede. Trata-se de uma apresentação, normalmente transmitida ao vivo pela internet, com o objetivo de discutir temas específicos.

Um seminário online pode ser realizado em qualquer lugar, como na própria empresa ou um auditório, e é transmitido em tempo real para os participantes. Dessa forma, oferece mais flexibilidade, comodidade e praticidade para todos os envolvidos.

Dentro do marketing digital, essa ferramenta é utilizada para atrair e engajar o público-alvo de uma empresa, lançar novos produtos e serviços no mercado, além de gerar leads e vendas.

Antes da internet, uma das principais estratégias de comunicação entre empresas e audiência era através de palestras e seminários presenciais.

Esse tipo de evento ainda encontra espaço hoje em dia, mas o webinar veio para facilitar ainda mais a comunicação corporativa.

Benefícios do webinar para o seu negócio

É cada vez maior o número de negócios que incluem o webinar em suas estratégias de negócio. Ele é citado por 73% dos comerciantes B2B como a melhor opção engajar a audiência e gerar mais leads.

Confira os principais benefícios que os webinars podem oferecer para a sua marca:

1. Aumento do tráfego

Seminários online são uma ótima maneira de atrair novos visitantes para o site ou blog da sua empresa. Essa ferramente ainda ajuda a aumentar a sua lista de emails.

E não é só isso. O webinar também leva a um crescimento no número de seguidores nas redes sociais e até nas vendas de produtos que nem chegaram a ser anunciados na transmissão.

2. Público mais engajado

Por mais que o site da sua companhia exiba a foto de toda a equipe, para o público é muito melhor ver os rostos ao vivo. É um pequeno detalhe que fortalece a conexão.

Além disso, o webninar ainda estimula a interação, já que, na maioria das plataformas, o público pode enviar perguntas e comentários em tempo real. Assim você pode responder às dúvidas dos inscritos durante a apresentação.

Com isso, a audiência fica mais engajada e disposta a concluir as ações que você pedir, como realizar o download de um material ou concluir uma compra.

3. Sua marca ganha mais atenção

Com milhares de conteúdos sendo produzidos e publicados a todo momento na rede, atrair o público pode ser difícil. Como fazer com que os internautas prestem atenção na sua empresa, e não nos concorrentes?

Apostar em webinars é uma das respostas! Cerca de 80% dos internautas preferem assistir a vídeos ao vivo de suas marcas preferidas do que ler um blogpost, por exemplo.

Ao fazer um vídeo ao vivo e convidar a audiência, sua marca tem menos chances de ser ignorada. E fica mais fácil transmitir e fixar a sua mensagem junto ao público.

4. Mais autoridade para sua marca

Realizar um seminário online é uma das melhores oportunidades para reforçar a ideia de que você e sua marca possuem domínio sobre um assunto.

E é muito fácil entender o motivo para isso.

Vídeos ao vivo não contam com as ferramentas de edição e corte disponíveis em conteúdos normais. Dessa forma, o público consegue identificar quando o apresentador realmente domina o tema do evento.

Portanto, entregar conteúdos de alto valor para a audiência durante um webinar ajuda a aumentar a autoridade da empresa, posicionando-a como referência de mercado.

webinar - autoridade

5. Geração de leads qualificados

Quando o tema do seu webinário é amplo e interessante o suficiente, é muito mais fácil atrair um grande número de interessados em assisti-lo. Qualquer pessoa que se inscrever para o evento será automaticamente adicionada à sua lista de leads.

E quanto mais extensa a sua lista de contatos, maiores as oportunidades de conversão da marca.

6. Jornada de compra mais rápida

Uma conferência online pode ajudar os leads atuais a avançarem pela jornada de compra mais rapidamente.

Quando sua empresa apresenta informações detalhadas e aprofundadas sobre um tema, o público avança com mais facilidade para os próximos estágios.

Além disso, ao longo da interação com a audiência, você consegue descobrir em que fase do funil de vendas cada pessoa está. Assim, a entrega de conteúdos adequados a cada uma é simplificada.

7. Mais vendas

É mais fácil convencer um cliente a fechar uma compra falando sobre e mostrando seus produtos e serviços em tempo real do que escrevendo sobre ele.

E com o grande alcance de um webinar, você consegue escalar esses resultados, aumentando o número de vendas.

Além disso, investindo em bons conteúdos você será capaz de educar o público, fazendo com que as pessoas que ainda estavam indecisas comprem o seu produto.

webinar - mais vendas

8. Pós-venda melhorado

Os seminários online também podem ser usados para estreitar o relacionamento com a audiência depois de finalizados.

É possível, por exemplo, fazer um outro evento respondendo às principais dúvidas e perguntas dos participantes do webinar. Ou ainda realizar um seminário específico para quem já é cliente da marca, aumentando a fidelização.

5 formatos de webinar

Existem diversos formatos de seminários online que você pode fazer, cada um visando um objetivo específico.

Listamos abaixo os mais comuns para você conhecer:

1. Apresentação

Nesse tipo de webinar, o apresentador instrui a audiência em algum tipo de função. Como um passo a passo para editar um vídeo ou criar um vlog, por exemplo.

É bastante popular entre os internautas, já que todo mundo quer se aperfeiçoar ou aprender alguma coisa nova.

Desenvolver um vídeo ao vivo nesse formato não é difícil, já que ele consiste basicamente em um guia explicativo. Uma dica é criar um material em PDF com um resumo do conteúdo ou exercícios para que o público acompanhe durante o evento.

Outro aspecto das apresentações é que a interação com a audiência é menor. Como o objetivo do webinar é instruir os participantes, não haverá tanto espaço para intervenções do público.

2. Entrevista

Vídeos nesse formato são bastante parecidos com os programas de entrevista que vemos na TV. Um apresentador convida um entrevistado, geralmente com certo nível de domínio, para falar sobre uma temática específica.

Por causa disso, esse tipo de webinar apresenta um nível mediano de dificuldade. É preciso ter uma boa compreensão do conteúdo para não se perder na hora da apresentação.

A interação com o público fica a critério do apresentador, podendo ele mesmo elaborar as perguntas ou abrir espaço para a audiência.

E para que um webinar nesse formato funcione, é preciso que o convidado seja considerado uma referência no tema a ser discutido. Isso gera visibilidade para o seu negócio e mais engajamento para o evento.

3. Perguntas e respostas

Parecido com o estilo anterior, o formato de perguntas e respostas é um pouco mais objetivo. O apresentador recebe dúvidas enviadas pelo público e as responde diretamente ou as repassa para um especialista.

Ou seja, a interação com o público nesse formato é essencial para o seu sucesso.

Por outro lado, é um modelo que exige mais desenvoltura do apresentador. Ele precisa reagir rapidamente às perguntas e interações da audiência para manter o ritmo.

Esse tipo de evento é extremamente vantajoso para os leads da marca, já que pode, entre outras coisas, solucionar dúvidas, aumentar os conhecimentos sobre um tema , enviar sugestões, entre outras.

Já para a empresa, um webinar com perguntas e respostas da audiência é uma excelente estratégia. Eventos assim permitem conhecer as necessidades e problemas que os clientes enfrentam. Isso permite desenvolver ações mais assertivas e direcionadas futuramente.

4. Summit

Um Summit nada mais é do que uma transmissão online de uma “reunião de cúpula”, ou um evento que reúne experts no assunto abordado.

Realizar um webinar nesse formato pode ser um pouco mais difícil do que os anteriores.

O apresentador precisa ter um conhecimento mais aprofundado sobre a temática a ser tratada para interagir com os especialistas.

Além disso, esse tipo de evento exige logística e estrutura mais complexas. Dependendo no número de convidados, será necessário dispor de um espaço mais amplo, muitas câmeras de filmagem e equipamentos mais sofisticados para realizar cortes de câmera em tempo real.

Se for feito com qualidade, esse conteúdo pode aumentar e muito a sua base de leads e a autoridade da marca.

5. Painel

Em um webinar no estilo painel, especialistas são convidados para falar sobre um tema que se relaciona com o modelo de negócios da marca.

Ao contrário da entrevista, o foco do vídeo são os convidados. Em algumas situações, não é necessária nem mesmo a mediação de um apresentador.

Novamente, a interação com o público fica a critério dos realizadores. O apresentador pode, por exemplo, selecionar perguntas enviadas previamente pelos inscritos para os convidados responderem.

O que é preciso para fazer um webinar – planejamento básico

Fazer um seminário online não e uma tarefa fácil, principalmente quando não se tem muita experiência com esse tipo de evento. Para facilitar a compreensão, separamos o planejamento de um webinar em duas fases: básica e estrutural.

A primeira fase consiste nos pré-requisitos que permitirão à empresa hospedar o vídeo ao vivo. Ela é composta por 9 pontos, que listamos abaixo:

1. Objetivo

Planejar todos os detalhes de um evento ao vivo fica mais fácil depois de definir o objetivo da empresa. Por isso, antes de colocar a mão na massa, decida o que você quer com o webinar.

Um seminário online pode servir para diversos fins, como por exemplo:

  • Divulgar um novo produto ou serviço;
  • Conquistar novos clientes;
  • Aumentar as vendas;
  • Educar o público sobre um tema específico;
  • Responder às dúvidas da audiência.

As possibilidades são praticamente infinitas. Só não se esqueça de que o webinar deve complementar a estratégia de marketing do seu negócio.

2. Tema de interesse do público

Tão importante quanto o objetivo do evento, o tema que será abordado durante a transmissão também merece sua atenção.

O primeiro passo é dominar bem o tema que será discutido, mesmo que o seminário conte com a presença de especialistas. Isso impede que você cite dados equivocados e prejudique a imagem da marca.

Além disso, o assunto do webinar deve ser do interesse do público. Afinal, se ninguém se interessar pelo conteúdo que será transmitido, você não terá plateia.

Para conhecer os interesses dos seus seguidores, use as redes sociais e até emails para conversar com eles. Assim fica mais fácil atrair a atenção de mais pessoas para o seu vídeo.

3. Roteiro do seu conteúdo

Mesmo que você domine completamente o assunto, não deixe de escrever um roteiro para o seu webinar.

Esse documento é fundamental para não esquecer nenhum detalhe ou cometer algum erro na hora da transmissão.

Faça um rascunho com as principais ideias  e tópicos que serão abordados durante o vídeo. Em seguida, esquematize como o evento será apresentado.

Para escrever um script com mais facilidade, separe-o em blocos. Por exemplo:

  • Introdução breve do evento, com uma apresentação pessoal;
  • Apresentação dos conteúdos que serão abordados:
  • Espaço para perguntas e respostas do público;
  • Finalização do evento, com um Call To Action (CTA).

4. Recursos e ferramentas de apoio

Ninguém que fazer uma apresentação chata e entediante, não é mesmo? Não é agradável para o público e pode prejudicar a imagem da companhia.

Por isso, utilize recursos visuais para ajudar a audiência a acompanhar o webinar e entender os temas discutidos.

Nessa hora, vale usar desde apresentações de slides, anotações em quadros-negros (ou brancos) e outras ferramentas.

Use recursos para reforçar e explicar os principais conceitos, além de deixar sua apresentação mais leve e descontraída.

A dica principal é apostar em um design agradável e chamativo, mas que não roube a atenção do conteúdo. Teste diferentes combinações de fontes, cores e imagens para deixar sua apresentação mais bonita.

5. Equipamentos técnicos

Além de planejar o conteúdo do webinar e como ele será abordado, reserve um tempo para escolher e testar os equipamentos técnicos utilizados no evento.

Abaixo, você encontra uma lista com as principais ferramentas para webinar:

a) Vídeo, áudio e iluminação

Para conteúdos de vídeo, captar áudio e vídeo com boa qualidade é essencial. Para isso, são necessários alguns equipamentos:

  • Câmera. É a principal ferramenta para uma transmissão ao vivo. Sem ela, o seu evento não acontece. Mas não precisa comprar um modelo profissional e caro, basta uma webcam ou até mesmo a câmera de smartphones ou tablet.
  • Iluminação. Uma boa iluminação é capaz de elevar a qualidade do seu vídeo. Invista em equipamentos como softbox, ring light e os instale próximos à câmera. Um vídeo escuro pode prejudicar a compreensão do seu seminário.
  • Plano de fundo. O cenário por trás do vídeo é tão importante quanto o conteúdo. Invista em um plano de fundo limpo, discreto e sem distrações. Ele deve ser agradável, mas sem ser o foco das atenções. Pode ser um papel de parede, um quadro para anotações ou até um fundo desfocado.
  • Som. Outro aspecto importante é o som, que merece cuidado na hora de planejar a sua apresentação. A transmissão não será a mesma com um áudio de baixa qualidade. Assim, invista em um bom microfone, que ofereça som limpo e livre de ruídos. Para esse tipo de gravação, recomendamos os modelos de lapela ou direcionais.
  • Internet. Pode parecer óbvio, mas é necessário ter uma conexão excelente com a internet para realizar uma transmissão ao vivo. Do contrário, seu conteúdo poderá travar ou até mesmo cair, prejudicando toda a apresentação.

b) Plataforma de transmissão

Outro aspecto importante durante o planejamento do seu seminário é decidir qual ferramenta utilizar para transmitir o vídeo.

Existem diversas plataformas, gratuitas ou pagas, para realizar webinars. Para decidir, leve em consideração suas necessidades e as características de cada ferramenta.

Entre as principais plataformas para webinar existentes, podemos citar:

  • Google Hangouts. A plataforma do Google+ foi projetada para a realização de chamadas em grupo e é uma ótima para se conectar com seu público através de um webinar.
  • Facebook. A maior rede social do mundo permite realizar transmissões ao vivo de maneira rápida e fácil. É uma ótima maneira de gerar engajamento e conseguir mais curtidas para a página da empresa. Além de permitir programar a realização de uma live, o Facebook ainda disponibiliza ferramentas de interação em tempo real e acesso à métricas de desempenho.
  • Instagram. Já faz algum tempo que essa rede social passou a permitir a realização de transmissões ao vivo através do Instagram Stories. Além de serem fáceis de fazer, as lives no Instagram ainda podem ser salvas e compartilhadas após o fim da transmissão junto das demais Stories.
  • YouTube. A maior plataforma de vídeos online também é uma das melhores alternativas para fazer um webinar. O YouTube oferece recursos mais avançados, como vídeos com tempo ilimitado, acesso a dados de desempenho, agendamento de transmissão, inserção de cards nos vídeos e redirecionamento para uma URL específica.
  • VidMonsters. É uma plataforma para webinars mais completa e com funções avançadas. Com a VidMonsters você pode, por exemplo, realizar lives simultaneamente no YouTube e Facebook, com acesso a todas as funcionalidades de ambas as ferramentas. Além disso, é possível compartilhar a tela do computador com o público, acompanhar métricas de desempenho e integrar a ferramenta com softwares de automação de marketing.

6. Local de gravação

Não adianta escolher um tema relevante para o seu webinar e contar com equipamentos de ponta se o local de gravação não for adequado.

Isso não significa que você precisa transmitir o seu seminário de um estúdio. Mas é importante considerar as características do lugar.

Escolha um ambiente agradável e bonito, mas que não distraia você, os convidados ou o público. Ambientes barulhentos e com grande fluxo de pessoas podem ser uma má ideia.

Se necessário, vale buscar lugares com equipamentos de apoio, como quadros ou uma TV.

Todos esses aspectos ajudam o tema a ser transmitido com mais fluidez, prendendo a atenção da audiência.

7. Data do evento

O dia e a hora em que o seu evento será realizado também precisam de atenção durante o planejamento. A escolha deve coincidir com a disponibilidade dos palestrantes e também do público.

Observe no horário se existe algum feriado ou evento esportivo que possa competir com o seu webinar pela atenção do público.

A audiência pode ter planejado uma viagem na hora da sua transmissão, por exemplo. Também é importante descobrir em quais horários o seu público costuma estar online.

Dicas para definir o horário do seu evento

  • Analise seu Analytics. Descubra em qual horário existem picos de navegação em seu blog. Essa informação permite saber quando o público está disponível.
  • Priorize o turno da noite. Durante o horário comercial, será grande a chance de o seu público estar no trabalho. Dessa forma, priorize horários depois de 19h. Mas lembre-se que isso não é uma regra e depende de diversos fatores.
  • Pergunte para a audiência. Ninguém saberá ter informar o melhor horário para o evento que o próprio público. Sendo assim, pergunte a ele qual a melhor hora para a apresentação. Essa também é uma excelente estratégia para aumentar o interesse e engajamento de toda a equipe.

8. Landing page para o webinar

Para que as pessoas possam participar do seu evento, é necessário criar uma página para realizar as inscrições.

Chamada de landing page, é nela que o seu público cadastrará seus dados para que sejam comunicadas sobre tudo relacionado ao webinar.

Essa página deve conter as principais informações sobre o evento, como data, horário, tema, palestrantes e outros dados relevantes.

Aposte em um design atraente e, para chamar ainda mais a atenção do seu público, use um vídeo curto e objetivo apresentando as principais informações sobre o webinar.

landing page com vídeos

8. Palestrante(s)

Além de ferramentas técnicas, outro detalhe que faz toda a diferença na hora de transmitir um webinar são os palestrantes.

Dependendo do formato do seu vídeo, procure por pessoas que dominem o assunto escolhido para que a interação seja profunda, direta e esclarecedora.

Lembre-se que uma das características do webinar é a interação com o público. Assim, o(s) palestrante(s) precisam estar aptos a responder todas as dúvidas sobre o tema em questão.

Como criar um webinar de sucesso – planejamento estrutural

Com as bases do seu webinar prontas, chegou a hora de passar para a fase estrutural do seu planejamento.

É nessa etapa que cuidaremos da realização da transmissão em si. Portanto, ter muito cuidado com os detalhes é ainda mais essencial.

1ª fase: divulgação

Seja qual for o objetivo ou formato da sua transmissão, é fundamental atrair inscritos. Você não quer falar sozinho, não é mesmo?

Existem diversos canais de comunicação que permitem divulgar o webinar para a sua audiência. E o melhor, sem gastar quase nada:

a) Email marketing

Não subestime o poder do email marketing. Essa ferramenta ainda é bastante utilizada por muitos internautas e possui grande potencial.

Faça disparos frequentes para as suas listas de e-mail (assinantes da newsletter, potenciais clientes etc) com s dados do seu evento, além de um link para a sua landing page.

Mas tenha cuidado com o SPAM!

Inicie o envio das mensagens com, no mínimo, duas semanas de antecedência, para despertar o interesse do público e fixar a data do evento.

No dia da transmissão, não se esqueça de encaminhar um lembrete para os inscritos alguns minutos antes de começar o webinar.

b) Redes sociais

É provável que grande parte do seu público esteja em redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram.

Sendo assim, é uma boa ideias programar algumas postagens nessas plataformas promovendo o seu webinar.

Capriche na hora de criar as chamadas, com imagens atraentes. Inclua também um link para a página de inscrição no seu evento.

Caso o orçamento permita, você também pode impulsionar essas publicações, atraindo um público ainda maior.

webinar - redes sociais

c) Site ou blog da marca

Os canais institucionais da sua marca, como o site e o blog, também são excelentes canais de divulgação.

Você pode criar posts, chamadas e banners, sempre direcionando os usuários para a sua landing page.

d) Parcerias estratégicas

Se o seu webinar terá palestrantes convidados, não se esqueça de pedir a eles que ajudem na divulgação do evento. Dessa forma você consegue aumentar a visibilidade do webinar e atrair mais inscritos.

O ideal é começar a divulgar o seminário pelo menos 15 dias antes da transmissão. Lembre-se sempre que as pessoas precisam de tempo para planejar sua participação no evento.

Divulgando o webinar com antecedência, você consegue montar um calendário mais eficiente, garantindo uma audiência mais expressiva.

Dica bônus: Tente criar campanhas que não se limitem a informar os dados principais do seu evento. Procure atiçar a curiosidade e a ansiedade do público em participar do webinar. Por exemplo:

  • Chame um convidado especial para falar alguns minutos com você;
  • Faça sorteios e distribua brindes interessantes para o público na hora da transmissão;
  • Prometa (e cumpra!) a discussão de conteúdos exclusivos.

2ª fase: no dia do evento

No dia da sua transmissão ao vivo, todo cuidado é pouco para que o webinar ocorra sem problemas.

É claro que imprevistos podem acontecer, mas devemos estar preparados para lidar com a situação rapidamente. Um simples checklist pode ajudar a evitar transtornos:

  • Verifique sua internet. Certifique-se de que a rede esteja funcionando na hora do evento e com velocidade suficiente para não correr o risco de ter o seu webinar interrompido ou sofrer com travamentos. Além de prejudicar o aprendizado do público, problemas técnicos podem afetar a imagem da marca.
  • Notifique os participantes. No dia marcado, envie um email com o link da transmissão para todo mundo que se inscreveu. O ideal é disparar a mensagem com, pelo menos, uma hora de antecedência. Assim, todos os inscritos podem se preparar e acessar a página do evento.
  • Faça testes de vídeo, áudio e iluminação. Para não ter problemas com o som ou a imagem da transmissão durante o seminário online, teste todos os equipamentos antes de começar a gravar. Assim você pode substituir algum equipamento defeituoso se for necessário.
  • Não se atrase. Fique de olho no relógio e, na hora marcada, esteja a postos e inicie o webinar!
  • Siga o roteiro. Apesar de um webinário ter espaço para improviso, siga o roteiro e o planejamento para não esquecer tópicos importantes.
  • Responda às perguntas do público. Separe um tempo ao final do evento para responder às dúvidas enviadas pelos internautas. O foco aqui é a interação. Portanto, estimule todos a falarem e aproveite esse espaço para entender melhor as necessidades dos seus seguidores e aumentar o engajamento.

3ª fase: pós-evento

Não pense que o trabalho acaba depois de desligar as câmeras e apagar as luzes. Para realizar um webinar de sucesso, cuidar do pós-evento é fundamental.

Existem muitas ações que podem ser feitas após o fim da transmissão, como:

a) Disponibilize o vídeo da sua transmissão

É provável que uma parcela do público não consiga assistir à sua transmissão. Mas isso não significa que ela não pode ter acesso ao seu conteúdo.

Uma das vantagens do mundo digital é a possibilidade de compartilhar a gravação do seu webinar em alguma plataforma, como YouTube, para que mais pessoas tenham acesso a ele.

Dessa maneira, você consegue reforçar a autoridade da marca e atrair a atenção de uma audiência ainda maior.

b) Crie campanhas de agradecimento

Não se esqueça de agradecer as pessoas que assistiram à sua apresentação. Envie um email a todos que dedicaram um pouco de seu tempo para ouvir que a sua marca tinha a dizer.

Mostre que você valoriza a presença de cada um e disponibilize os materiais utilizados durante o vídeo, como anotações, slides, vídeos e imagens.

Ao fim da mensagem, aproveite para incluir um CTA, como acessar o site da empresa, baixar um ebook ou outro material interessante.

webinar - agradecimento

c) Acompanhe os resultados

É hora de conferir se o seu webinar alcançou os resultados esperados.

Se o evento pretendia ajudar a aumentar as vendas, acompanhe os próximos passos dos participantes, como o número de negócios fechados.

Aproveite para criar uma pesquisa de satisfação e enviar para quem participou do seminário. Essa ferramenta pode mostrar o que foi bom ou não durante o evento, servindo de base para webinars futuros.

d) Continue em contato com o público

É muito importante nutrir a relação com o público mesmo após o fim do seu webinar.

Você se lembra da lista de inscritos que você conseguiu com a landing page?

Todos esses emails representam pessoas interessadas na sua marca e no que ela tem a oferecer. Portanto não perca a chance de mantê-las interessadas na sua empresa.

Você pode convidar essas pessoas para participarem das próximas transmissões, indicar a leitura de artigos do blog e mantê-las atualizadas sobre suas principais ofertas.

Entregue conteúdos de valor e relevância para o público de modo a facilitar a fidelização e aumentar o número de vendas.

Resumo: passo a passo de como fazer um webinar

Seminários online são uma excelente forma de estreitar a relação entre empresas e consumidores.

Por meio de uma transmissão de vídeo ao vivo, sua marca é capaz de gerar tráfego, aumentar o engajamento e fechar mais vendas. E claro, sem descuidar da satisfação dos clientes.

Vamos recapitular o que é necessário para fazer um webinar de sucesso:

  • Defina um objetivo que tenha relação com a estratégia de marketing e interesses do seu negócio;
  • Pense em um tema atrativo e construa um roteiro do seu conteúdo;
  • Separe todos os equipamentos e ferramentas necessários para o seu vídeo;
  • Escolha uma excelente plataforma de transmissão de webinar;
  • Defina a melhor data para entrar no ar;
  • Divulgue o webinar com bastante antecedência;
  • Seja pontual e siga todo o planejado no dia do evento;
  • Trabalhe ações de marketing de relacionamento com seu público quando o webinar acabar.

Produzir um webinar que dê resultados exige alguns cuidados. Mas seguindo os passos deste guia, você conseguirá gerar novos leads, aumentar a autoridade da marca e ganhar mais conversões.

Agora é hora de ligar a câmera e colocar tudo em prática. Bom trabalho!

E se precisar de ajuda com as ferramentas para o seu webinar, não deixe de conferir os equipamentos indispensáveis neste conteúdo aqui.

Redação VidMonsters

Loucos por marketing e vídeos!